[ A Hora da Justiça ] Valentão leva chutão de supetão e vai ao chão

Ahhh, a Hora da Justiça. Como senti sua falta!

https://www.youtube.com/watch?v=q5ug1YLdIpQ

O vídeo dessa semana é igual um Bis™: curtinho, mas delicioso.

Como é característico nessas filmagens, pegamos o conflito no meio do caminho, sem contexto que explique o que iniciou a animosidade entre os particpantes. Vemos um garoto de preto discutindo com um de boné. O rapaz de boné pode ter tomado a iniciativa de tirar satisfação do garoto de preto, mas foi este último que escalou a situação metendo um tabefe na cara do adversário.

É a deixa para que seu aparente capanga, ali do lado, começasse a desferir pontapés contra o De Boné. Ele consegue conectar um chute, e um soco, mas isso é tudo que ele conseguirá fazer hoje.

Isso é porque veloz como um tornado, aparece em cena o protetor da paz local — um sujeito de camiseta azul que pode ser algum parente do garoto que apanhava. Se não houver laços familiares, devo concluir que o cara de azul se materializou na cena pelo simples desejo de manter a ordem e a justiça no local.

Com um expert chute no tornozelo do agressor, o rapaz de azul altera completamente o centro de gravidade do bully. Num momento que certamente foi percebido pelo agressor como se estivesse acontecendo em câmera lenta, as leis newtonianas exerceram sua influência sobre seu corpo, trazendo em um rude encontro com o asfalto.

Pra não perder o combo, o Justiceiro Urbano de Camiseta Azul (o seja, o JUCA) ainda desfere um potente soco contra a cachola craniana do valentão, adicionando que “aqui não, rapaz” e “quer pegar,  pega sozinho”.

Com berros do tipo que leões dão para confirmar sua autoridade sobre os outros animais da savana, o JUCA deixou claro que ninguém mais ia bater em ninguém ali.

Fig1: Um brigão oportunista executando uma aceleração de 10m/s^2 com direção ao centro magmático do nosso planeta. No lado direito, o momento exato em que o garoto de camisa preta percebe que entrou numa furada. Sua saída do vídeo ocorre por meios de teleporte, porque no outro frame ele já sumiu da região

A ordem foi estabelecida prontamente mediante à cirúrgica administração daquele chute e soco.

Escala Capitão América de Justiça: 9/10. O justiceiro anônimo chegou rápido, antes que a vítima pudesse ser mais agredida. Um chute potente desativou um dos agressores e fez com que o outro executasse um Hiraishin no Jutsu pra longe dali. A perda de um ponto se dá pelo soco quando o oponente estava caído, e vocês sabem que a agência reguladora que controla a ECA exige que o justiceiro exerça parcimônia em sua injeção de porrada para obter um 10/10 perfeito.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

5 comments

  1. Old but gold, ahuehauehuaheuae, já havia visto esse video, ele realmente é digno pro a hora da justiça, chutão espetacular :v

  2. Fazendo uma inspeção mais minuciosa do vídeo cheguei a conclusões interessantes. Aparentemente, o motivo que teria desencadeado a hostilidade entre os jovens, o de preto e o de boné, seria um terceiro indivíduo, do sexo feminino, denominado “Kátia” (Ou alcunha de grafia ligeiramente distinta, porém homófona).
    Atente ao diálogo iniciado em 0:02
    De boné: -Eu falei pra quem?
    De preto: -‘Cê falou pra Kátia!
    De boné: -Eu falei o caramba! (…) Pra quê eu ia falar pra mina?
    Eis que a confusão se desenrola e chega o JUCA desferindo um pontapé que transforma as pernas do alvo num pêndulo de Newton. 10/10 pro JUCA pela proeza de incorporar tão bem a mecânica clássica em um golpe.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *