A mais importante dica que nunca te deram sobre seus dentes

Eu vou fazer uma confissão aqui da qual vocês certamente compactuam.

Eu passei muito tempo negligenciando minha higiene bucal.

dentes

Escovar os dentes era basicamente o mínimo que eu fazia, e ainda assim pulava algumas ocasiões por pura preguiça. Enxaguante bucal eu acho que nem tinha aqui em casa por anos. Passar fio dental? Literalmente nunca, e chegou a um ponto em que eu nem mentia mais pro dentista quando ele perguntava. Certamente eu não sou o único, pensava, e além disso o cara tá olhando meus dentes com uma LUPA aí. Deve ter pedaços de coxinha ainda visíveis, como eu vou mentir pro sujeito assim na cara dura?

A gente sabe, na teoria, que cuidar dos dentes é inimaginavelmente importante. Um dos bugs desse nosso corpo humano vagabundo é que só temos duas dentições — a de leite, que é literalmente descartável, e a final que você tem aí hoje. Ao contrário de quase tudo no nosso corpo, os dentes não tem aquela capacidade wolverinística de se regenerar, e assim sendo você passa a vida inteira emporcalhando essa parada desde o dia em que ela brota dolorosamente das suas gengivas.

Dente é um negócio todo errado. Você sabia que o seu dente de leite inútil pode, tal qual no Dragon Ball Z, fundir-se com os dentes do lado e desgraçar a sua vida? Olha que desgraça:

Tem também o fenômeno inverso disso aí, a geminação dentária — quando um dente se divide em dois, porque afinal de contas, foda-se você e a sua boca.

É uma merda. Precisamos cuidar direito desse negócio. E passar fio dental, como acredito que todos sabem, é essencial. Aliás, é curiosa a desconfiança que algumas pessoas  tem da indústria médica — se os teóricos de conspiração estivessem realmente certos, dentistas se oporiam completamente ao fio dental, inventando mil motivos pra você não usar a parada (em vez de te dar aquela guilt trip quando você admite que a última vez que passou foi em 1998).

Apenas recentemente é que eu passei a aderir ao mandamento do dentista de passar fio dental. Curiosamente, não foi o MEU dentista que finalmente me fez enxergar a luz — foi um dentista anônimo no Reddit. Se é que o cara sequer era dentista mesmo.

O conselho do cara foi o seguinte. Se você é desses que não costuma passar fio dental com frequência, faz o seguinte: vai ao banheiro, pega um fio dental, e passa em uns 4 ou 5 dentes. Coisa rápida, deve demorar uns 20 segundos só

Depois, dá uma cheirada no negócio. E tente não vomitar.

É fácil esquecer que após cada refeiçao, nossos dentes ficam decorados com pedacinhos de comida que vão sendo lentamente digeridos por bactérias ao longo do seu dia. Essa mistura asquerosa vai acumulando, acumulando, se misturando com outras comidas de outras refeições, e emporcalhando completamente a sua boca — que já é por natureza algo asqueroso: lembre-se que há mais bactérias na sua boca do que no seu cu.

Imagina dar uma cagada daquelas de domingo a tarde sozinho em casa e não se limpar. Não passar fio dental após uma refeição é basicamente isso, com o agravante que você está projetando aquele ar pútrido na direção dos outros quando fala com alguém.

Aliás, é pior que isso. Apenas escovar os dentes o almoço seria equivalente a cagar, e como ritual de limpeza, apenas deixar a bunda na frente do ventilador por alguns segundos, crendo estar perfeitamente asseado.

Eu não pude crer no choque que essa experiência me causou. Desde então passo fio dental após CADA refeição, cuidadosamente (a idéia não é estourar as gengivas no frenesi de se limpar, vai com calma aí), meticulosamente. Como resultado disso, eu notei que o cheiro do fio dental foi completamente anulado. É o descaso do acúmulo que torna a parada totalmente nojenta.

Esse conselho tão simples mudou minha higiene bucal de forma que inúmeros dentistas não conseguiram antes. Hoje, se como fora de casa e não tenho acesso a escova de dente e fio dental, me dá até ansiedade.

Se você é dentista e lê meu site, taí um truque pra você recomendar aos seus pacientes. Certamente não irei no consultório com bacon entre os molares novamente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

11 comments

  1. Quando se usa aparelho ortodôntico a preguiça parece que triplica. Ter que “costurar” o fio dental era algo muito, mas MUITO chato de fazer. Cheguei ao ponto de só usar o fio dental antes da visita (mensal) a minha dentista. Eu tanto sabia da bosta que estavam meus dentes que nem respirava direito que ela estava com o rosto próximo do meu pra fazer a devida manutenção do aparelho.
    Hoje, sem o aparelho, tenho até gosto por passar o fio dental.

  2. Após ler isso, fui ao banheiro e fiz este teste. Mano!!! Que coisa fedida!!! Passarei fio dental todos os dias de agora em diante.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *