[ Além do Vídeo ] Dossiê Completo Albertinho Gazio

Aê, turma. Hoje o assunto é mais sério do que eu costumo abordar aqui. Vou deixar esse cara bonito aí falar por mim:

Não fiz grande edição, não corrigi as cores, não fiz thumbnail pro vídeo, nada. Por ser uma denúncia mais urgente, minha prioridade foi coloca-la no ar.

O que rola é o seguinte. Existe um sujeito chamado Alberto “Albertinho” Gazio no YouTube. O sujeito mora nos EUA há quase 20 anos e faz, como muitos outros imigrantes vloggers, vídeos falando sobre como é a vida fora do país.

Sua especialidade são vídeos em que ele se propõe a fazer os não-imigrantes chorarem, presumivelmente de inveja, com o preço de frivolidades nos EUA.

Pensei “porra. O cara mora nos EUA há duas décadas e ainda tá deslumbrado com preços de Walmart e Dollar Stores?“, mas ok. Não é a pior coisa que ele já fez no YouTube, ao menos — esse mérito vai pro vídeo em que ele fala que as vítimas do incêndio da Boate Kiss não teriam morrido se estivessem na igreja.

Tem também o vídeo em que ele culpa negros (a quem ele chama repetidamente de “vagabundos” e “preguiçosos” em inúmeros de seus vídeos) por incidentes que acontecem em seu prédio. Ele não viu quem derrubou sua moto ou arrombou seu carro, mas como fez um censo completo na região e sabe que é definitivamente o único branco “num raio de 30 milhas daqui”, só pode ter sido um negro que zoou o veículo dele.

Como você pode ver, falar asneira na internet já é o MO do Albertinho Gazio. Entretanto, ele recentemente migrou do “falar bobagens preconceituosas” pra “induzir seus inscritos a viver irregularmente nos EUA, sem conta-los exatamente o risco que estão passando”.

É o seguinte. O Albertinho está há algum tempo oferecendo um serviço de “consultoria de imigração”. Ele não gosta de explicar exatamente qual é o “esquema” — uma palavra que ele mesmo usa repetidamente ao se referir ao seu serviço –; o que ele sugere, como aos 5:19 desse vídeo, é que a pessoa vá aos EUA e chegando lá, SEM SABER EXATAMENTE O QUE ELE ESTÁ PROMETENDO, o contate pra então contratar seu serviço.

https://www.youtube.com/watch?v=91HiS9NS2Sw

O “esquema” do Albertinho é explicitado por seu comparsa, um sujeito chamado Fábio Pinheiros que foi aos EUA recentemente através da “consultoria” do vlogger, e está agora fazendo às vezes de assistente do cara.

https://www.youtube.com/watch?v=57UT8QbjQuE

O sotaque carregadíssimo de malandragem não é coincidência.

Em resumo: Albertinho e este sujeito aí estão induzindo brasileiros a pedirem vistos de turismo com intenções ilegais (pedir visto B-2 com intenção de permanecer indefinidamente no país), trabalhar ilegalmente com visto de turista, e ficar ilegalmente além do período permitido.

Repare que literalmente tudo nessa frase após “vistos de turismo” é ilegal.

E o problema é que Albertinho não deixa isso explícito pros milhares de desesperados entrando em contato com ele diariamente buscando ajuda pra sair do Brasil, alguns deles provavelmente se desfazendo de bens pessoais pra levantar a grana/cortando laços com a família pra sair o país.

Em seus vlogs, o picareta mente à sua audiência sobre inúmeros conceitos de imigração americana. Em primeiro lugar, ele induz o pessoal a pensar que trabalhar com visto de turista, ou ir pra lá com esse visto com intenção de ficar indefinidamente, é uma prática perfeitamente regular.

Não é.

Tirar um visto de turista com “dual intentions”, trabalhar nos EUA com visto de turista, e ficar no país após o visto expirar — tudo isso é ilegal. Alguém que seja pego pode ser deportado, perder suas posses (a imigração não volta com você em casa pra pegar suas coisas, rapá — tu volta pro Brasil com a roupa do corpo e ), e ser permanentemente impedido de voltar pra lá.

Evidentemente, ele sabe disso (ninguém mora por duas décadas nos EUA sem saber algo elementar como “visto de turista é pra turismo”); ele omite esse detalhe porque honestidade com os “clientes” não é financeiramente inteligente pro lado dele.

Em vários vídeos, o Albertinho enfatiza que não se deve “ir ilegal” pros EUA. Ele não está errado nisso, a desonestidade no entanto é a distinção arbitrária que ele faz entre “ir ilegal” (que ele define simplesmente como “atravessar a fronteira do México na calada da noite”) e “ficar sem status”.

Embora tecnicamente não sejam exaaaaatamente a mesma coisa, AMBOS SÃO ILEGAL.

Alguém com visto de turista não pode trabalhar, sob pena de deportação. Alguém “fora de status” está no país ilegalmente, não pode trabalhar, também sob pena de deportação. Ou seja: na prática, ambos estão quebrando a lei do país e ambos estão se submetendo a punições se forem pegos.

E convenhamos que a chance de ser pego quando o sujeito te ajudando a arrumar emprego ilegalmente põe a sua cara no YouTube é alta.

E a turma provavelmente aceita de boa ser filmado peo vlogger por não estar completamente ciente de que estão fazendo algo irregular.

O Albertinho Gazio está mentindo para seus inscritos (gente ignorante sobre o processo de imigração, e desesperada) e os induzindo a cometer um crime em país estrangeiro pra ganhar lá seus míseros 250 dólares de comissão.

Este é o único vídeo do Albertinho Gazio no qual ele fala algo sensato

Desconfie especialmente desse aí

Ah, um bônus pra vocês. Avance para os 9:10 do vídeo.

https://www.youtube.com/watch?v=Q0aLOg2_Qes

Já tem um tempo que o Albertinho inventa qualquer motivo pra falar mal de negros em seus vídeos. Nesse vídeo, seu amigo/comparsa Fábio fala que duas mulheres negras não disseram “obrigado” a Albertinho por segurar uma porta “por eu ser branco”.

Ignore o salto lógico de que se duas pessoas foram rudes com ele, a raça INTEIRA é culpada. Ignore o quão hilário é esse imigrante ilegal recém chegado interagir brevemente com DUAS pessoas e tirar então uma conclusão sobre TODOS os outros negros do país.

O real delírio é o Albertinho, com essa gritante cara de latino e inglês rudimentar, achar que é visto como “branco” nos EUA.

A propósito, assista o vídeo completo, é um festival de vergonha alheia e malandragem. O ponto alto é o Albertinho filmando a funcionária do banco escondido, rindo da própria estripulia, e fazendo piadinhas de cunho sexual em seu portunhol lamentável.

E um disclaimer: embora eu não recomende qualquer tipo de estadia ilegal em país estrangeiro, eu entendo que a coisa está preta no Brasil, e por isso não discrimino alguém que se preste a correr esse risco. Desejo boa sorte, porque a vida de ilegal é uma vida de MERDA — ficar com medo sempre que vê a polícia, quando precisa de atendimento médico, quando é parado no trânsito, não poder estudar, ficar condenado a uma vida inteira de empregos braçais sem grande remuneração e nenhum direito trabalhista, não poder JAMAIS sair do país pra visitar a família, etc.

Meu problema aqui, o que me deixa PUTO, é este sujeito estar mentindo para seus inscritos (frequentemente enfeitando seu sales pitch com um ângulo religioso, do tipo “Deus vai te ajudar, irmão! Ele quer que você saia do Brasil!”, por saber que essa pegada rende) pra tirar uma graninha de gente desavisada.

E ainda tem a cara de pau de fazer vídeos criticando a corrupção no Brasil.

[ UPDATE ] Fábio Pinheiro, que falou explicitamente no vídeo de ontem que “o negócio é trabalhar ilegal”, agora joga panos quentes na situação e fala que jamais sugeriu a ninguém a fazer nada ilegal, e arremata com o clássico “bom, ele é meu amigo, mas nem concordo com tudo que ele diz não…

https://www.youtube.com/watch?v=3VBkd8rn6kw

[ Update 2 ] Ihhh, rapá. A parada é mais séria do que eu pensava. Neste vídeo, aos 10 minutos, este outro imigrante ilegal sobre conseguir documentação falsa pra ficar nos EUA.

O sujeito é mais um cliente do Albertinho, conforme vemos neste vídeo de abril. Hmmm.

[ Update 3 ] O Albertinho está, previsivelmente, queimando os arquivos do canal e tirando vídeos do ar antes que dê merda.

[ Update 4 ] O Albertinho fez um vídeo me respondendo.  Cheio de palavrões e ofensas, óbvio, porque é tudo que ele tem capacidade de fazer. Ele tirou o vídeo do ar rapidamente, mas a internet não perdoa:

 [ Update 5 ] The plot thickens. O Albertinho, sabendo que tá com a piroca da lei encostando nas beiradas do brioco, saiu deletando inúmeros vídeos incriminadores de seu canal. Só que a internet não esquece:

Tirem as próprias conclusões from Izzy Nobre on Vimeo.

[ Update 6 ] Aparentemente, o esquema do Albertinho é levar essa turma ilegal lá, pra que eles mesmo passem a oferecer “assessoria” a outros turistas. Aqui está Phelipe, o mesmo que confessou no YouTube usar documentos falsificados, falando sobre o seu serviço de auxiliar turistas a evadir La Migra e arrumar emprego.

E aqui aos 6 minutos e 10 segundos ele confirma que o Albertinho agencia empregos para os turistas recém chegados — um detalhe que Albertinho (o poderoso chefão dessa mini-máfia de imigração ilegal), deixa escapar nos vídeos às vezes mas nunca falou assim tão explicitamente. Esse Phelipe é o PIOR parceiro pra uma atividade ilegal que alguém pode arrumar, puta que pariu!

[ Update 7 ] É, chapéu de otário é marreta mesmo. Por mais que as atividades ilegais do Albertinho estejam completamente transparentes, existem fanboys que sofreram lavagem cerebral e o defenderão à morte. Eu recebi literalmente CENTENAS de comentários como este:

Eu já tentei oferecer este link para eles, que basicamente descreve com precisão todo o “serviço” do Albertinho e cia e adiciona no final “…e isso é crime federal com punição de até 5 anos na cadeia“, mas não adianta. O Albertinho foi extremamente bem sucedido em fazer parecer que o que ele faz é legal, através de meias-verdades e omissões cautelosas sobre o processo de imigração.

E isso não foi acidental: ele DEPENDE que desavisados como o Demerios confiem que o serviço dele é perfeitamente legal pra maximizar as potenciais vítimas.

Mas na cabeça dos caras eu sou apenas um invejoso tentando atrapalhar um micro-empresário.

[ Update 8 ] A queima de arquivos continua. Quando comecei este artigo, Albertinho tinha 3526 vídeos em seu canal do YouTube. Ontem, quando saí pro trabalho, ele tinha 3512. E agora, 3500.

Salvei alguns deles. Como este, em que ele mostra seu “banco de empregos” para os turistas recém chegados (um quadro de avisos anunciando ocupações triviais) e em seguida aponta pro “cliente” e diz aos 2:40 que este “já entrou no esquema, já sabe que tu vai ganhar 10 dólares por hora!”. O empregador, animadíssimo, diz pra Albertinho trazer mais gente pra indicar a ele.

O rosto de desconfiança e desconforto do “cliente” é inegável. Os três no vídeo estão fazendo algo ilegal, mas o rapaz de branco é vítima dos outros dois, e ele parece que sabe disso.

E mais vídeos sumirão, pode apostar. Ele é um prolífico falador de merda no YouTube, então ele deve estar ocupado procurando mais momentos em que se incrimina. Curioso porque no vídeo em que me xinga por denunciar sua máfia criminosa, ele fala com sarcasmo que “não vai deletar nada porque não está fazendo nada ilegal”. Reveja:

https://www.youtube.com/watch?v=5ZJ3Il5YU_U

E esse próprio vídeo já foi deletado. Se o Albertinho não fosse tão claramente ególatra, eu apostaria que ele deletaria o canal inteiro pra facilitar.

[ Update 9 ] O Albertinho retorna com um pedido de desculpas. Seriam desculpas por ter enganado seus 80 mil inscritos, induzindo-os a pensar que trabalhar com visto de turista/permanecer nos EUA após a expiração do visto é perfeitamente legal e tranquilo, porque sob essa impressão ele consegue mais clientes que estão arriscando perder tudo indo pra lá?

Não. Ele pediu desculpas por falar palavrões num vídeo. Que é a coisa menos ilegal que ele fez essa semana.

Eu sei que não fui o único que percebeu a hesitação nos 1:30 quando ele explica por que tirou os vídeos do ar. Aquela leve titubeada e olhares pros lados poderiam ter sido evitados dando uma estudadinha no script que você decorou pra gravar essa explicação, Albertinho! Oh Glória!

Ou talvez ele estava olhando pros lados porque depois que ficou sabendo que o caso não deve demorar a bater na porta da Immigration and Customs Enforcement, ele tem que ficar de olho em todas as possíveis saídas de emergência de qualquer lugar onde esteja.

[ Update 10 ] Há MUITA gente defendendo esse marginal ainda. Parece que mesmo com tantos vídeos incriminadores, alguns querem muito continuar acreditando na solução fácil e sem desvantagens ou riscos vendida por Albertinho.

Caso ainda não esteja perfeitamente claro, o esquema do Albertinho é 1) mostrar as GRANDES MARAVILHAS de morar nos EUA (como ele é um pé rapado que não tem onde cair morto, tais maravilhas se limitam a chinfrins no Walmart e desodorante em lojas de um dólar.

Junto a esses luxos inimagináveis a um pobre brasileiro, existe o passo 2) a promessa implícita de que “ficar fora de status/ilegal nos EUA não é tão ruim assim não, gente!”. Pra convencer melhor a turma disso, ele faz vídeos por exemplo com uma policial brasileira que mora lá. Acompanhe:

https://www.youtube.com/watch?v=bwWemsWMurw

Ele abre o vídeo com a parte mais importante para seu negócio: uma POLICIAL, uma figura de autoridade, falando que se parar um ilegal dirigindo irregularmente, apenas dá multa e cai fora. Que é pra ajuda-lo a manter a narrativa sedutora de que ir pros EUA ilegal “não dá nada”.

Logo depois da vinheta, a mulher dá o disclaimer que está falando de forma totalmente extra-oficial, sem o uniforme, sem a autoridade de policial, que está basicamente fazendo isso por favor ao amigo, etc etc etc. Em outras palavras: “quem tá falando isso aqui sou EU, não é uma política uniforma da polícia”. Pra meio entendedor, este “olha…” ficou bem claro.

E fica então faltando só o passo 3) instruir seus “clientes” a tirarem vistos de turismo, mentir ao desembarcar na imigração, e ao receber uma taxa de $250, leva-los aos seus colegas para arrumar casa/emprego. Que é crime federal.

Nem condeno a pessoa desesperada que se arrisca a ficar ilegal no país. Não condeno o Albertinho nem tanto por estar “prestando essa ajuda” aos seus clientes porque SEI que essa pática é bem comum nos círculos de brasileiros nos Estados Unidos e não sou eu quem vai mudar isso. É curioso que essa galera tenha saído do Brasil pra continuar fazendo brasileirice no país dos outros, mas não cabe a mim julgar.

O que realmente me deixa é que o método do Albertinho é predatorial e desonesto. Se ele não tentasse manter essa aparência de que o serviço que oferece aos clientes é 100% legal, eu teria ficado na minha. Se ele deixasse CLARO que é uma merda, que é ilegal, que a pessoa pode ser deportada, perder as posses, o visto, e tudo mais, e a pessoa ACEITA, eu não tenho NADA em que me meter. É um acordo voluntário entre duas pessoas que sabem em que estão se envolvendo.

O problema pro Albertinho é que ser honesto sobre o “serviço” renderia poucos clientes. E aí surge a necessidade dessa narrativa de que “ah não gente mas ILEGAL e FORA DE STATUS não são a mesma coisa e pode vir que é super de boa, olhaqui essa policial prometendo que não vai te prender!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

98 comments

  1. Fabão já deixando o albertinho sozinho na dança. Tomara que a policia dos EUA prenda eles por estarem ganhando dinheiro de modo ilegal. Coiotes!

  2. “Quando a esmola é de mais, o santo desconfia” e o ignorante cai no papo de uma vida melhor sendo que não é bem assim que as coisas funcionam. Ótimo texto Kid, que chegue ao máximo de pessoas que não entendem esses processos e acreditam nas promessas de um estranho na internet, para que não caiam nessa furada.

  3. Só consegui ter estômago para assistir dois vídeos desse asno, me incomoda as pessoas dizendo coisas arbitrárias e preconceituosas e após isso soltar uma frase de cunho religioso, juro que não consigo entender o que esse povo aprende nas igrejas, tão pouco que bíblia que eles utilizam.
    Há de se salientar que brasileiros em sua grande maioria são quase um experimento genético, uma minoria pode se dizer branco, como se isso o fizesse melhor que os outros.
    O cara exalta que tem não sei quantas motos, legal cara, parabéns! Venda suas motos e mude se para um lugar melhor, longe de “negros” que você tanto repudia.
    Ficar reclamando das coisas é fácil, tentar mudar que é difícil. E, em pleno século 21 ele conseguir “tapear” meia dúzia de “espertinhos” é algo de outro mundo, façam as coisas do modo correto, assim jamais terão problemas.

  4. O Kid ja estava longe das tretas a muito tempo kkkkkkk
    Mas essa definitivamente foi justificada, maior picareta esse Albertinho.
    Pior é ele criticar a corrupção no Brasil e usar da ingenuidade das pessoas para ganhar dinheiro, exatamente como os politicos que ele tanto critica, pita hipocrisia hein.

  5. Oi Izzy, não tenho twitter, e gostaria de te enviar algo que vai te deixar ainda mais chocado, um amiguinho do albertinho ensinando em seus vídeos como falsificar social security, revoltante, seria interessante colocar isso aqui também.

      1. Esse mesmo,também está dando assessoria e dizendo que é tranquilo trabalhar com social falsificado, eu já estou me informando e vou denunciá-lo.

  6. Estranho ele dizer que é cidadão se tem um vídeo onde ele e sua esposa “explicam” que em 2001 eles aplicaram para o gren card (primeiro estando ilegais no pais por alguns anos), e eles teriam recebido o Green card em 2009 e como viraram cidadãos depois disso? Vejam o vídeo “como eu peguei meu Green card” -- link abaixo. Se ele filma tudo porque nunca filmou e divulgou dizendo que era cidadao, estranho não?
    Segue o link do video: https://www.youtube.com/watch?v=0vXnFZRAe2w
    assistam os primeiros 5 minutos do video, nao terao saco de ver o resto, eu garanto.

  7. Coincidentemente essa semana mesmo eu saí do canal desse cara. Não aguentava mais esse deslumbramento caipira com o preço das bugigangas nos EUA (que agora vejo que era fake também…). E agora com felicidade enorme vejo-o exposto pelo Izzy NOBRE.

    1. Claro, chega o brasuca morto de fome sem um pau pra d num gato, com os olhos injetados de esperança e ver um desodorante por 1 dolar fica deslumbrado. acho que é o primeiro lugar que albertinho leva a cucaracha, u tour pelas lojas de 1 dolar. e o cara: Oh deus papel higienico $0,80! oh! n posso crer sabonete $0,40 estou no paraiso!!!

  8. Tenho pena desse pessoal, sinceramente. Impossível que sejam completos ignorantes. Não, como vimos nos vídeos eles tem consciência de que estão infringindo as leis de imigração.

    Mas me sinto triste por saber que a maioria foi iludida pelas promessas de sucesso, dinheiro fácil e vida tranquila do Albertinho.

    Esse cara é um salafrário, charlatão e infeliz. Merece que as autoridades descubram a pilantragem dele.

    P.S.: Cada vez que ele diz “Oh glória” nos vídeos, minha expectativa de vida diminuía algumas semanas.

  9. Velho, isso tem que ser denunciado da uma dó das famílias principalmente os casais que chegam lá sendo iludidos sem saber a verdade foda que se um pilantra desses cair os coitados iludidos vão junto =\.

  10. Já encaminhei uma Tip contra esse palhaço na HSI.
    Vamos ver se botam fé e correm atrás de mais um “malandro da fé” brasileiro.

  11. Izzy não é raro brasileiros serem deportados da maneira como você falou, com a roupa do corpo. Eu tive uma vizinha que foi deportada assim em 2009. Ela perdeu tudo que tinha la, e ainda sofreu pra caralho porque tinha síndrome do panico e precisava de tranqüilizantes que não estavam à mao quando ela foi presa. Chegou aqui e teve que gastar mais muito com psiquiatras por causa de todo o estresse que passou.

  12. Tomara que esse filho da puta seja preso e depois deportado. BR sendo BR. Eu não me impressiono mais com essas coisas; já vivo em constante estado de espanto.

    1. Concordo, mas pô, “BR sendo BR” é foda… Dizer que brasileiro é tudo assim é pedir pra ser julgado. Não quero ser o cavaleiro branco dos direitos humanos nem nada, até pq odeio moralismo, mas você não acha meio chato perpetuar esse estereótipo?

      1. Nao acho nao cara, porque o brasileiro medio nao pensa muito diferente desses cara; Espertao que quer so ganhar emcima dos outros

  13. Izzy, não sei se você viu um vídeo em que ele mostra um amigo brasileiro, o mostrando como policial nos Estados Unidos. O próprio ‘policial’ americano incentiva a ilegalidade.

  14. Pessoal cheguei a esse blog através de um grupo que participo no face.
    Primeiramente venho pedir perdão a todos os leitores por esses “sujeitos” que falam o nome de Deus ao mesmo tempo que ensinam a burlar leis, falsificar documentos e ainda usam a família como desculpa para não ter caráter. Chega a dar nojo de ver isso.
    Sou cristão e NÃO…não é isso que se aprende em igreja, não foi isso que Jesus ensinou, e graças a Ele ainda existem pregadores sinceros que ensinam a bíblia aos que desejam aprender.
    Não entro no mérito de religião pois esse não é o objetivo e é sabido que não nos leva a lugar nenhum.
    Façamos as coisas dentro da lei, não concorda com nosso governo, procure algo melhor na vida, LEGALMENTE como pretendo fazer com minha família.
    Izzy vá em frente, tem meu apoio. Valeu!!!

  15. No Brasil você também vive com medo quando vê a polícia(tem muito polícia bandido por aí, e até bandido que se disfarça de polícia pra roubar os carros), quando sai de casa(você pode ser assaltado, ser esfaqueado, levar bala perdida, etc), quando precisa de médico(pelo menos se você depende do SUS), quando seu computador quebra e você precisa pagar 5x mais do que um americano que já ganha mais do que você tem que pagar, etc. E estudo no Brasil já não garante nada mesmo, tem muita gente com diploma na mão trabalhando em sub emprego sem nenhuma perspectiva na vida.

    Se eu tivesse dinheiro e algum esquema para ir de ilegal nos EUA eu iria, melhor viver com medo e sem perspectivas lá do que aqui. Na pior das hipóteses eu seria deportado e banido do país, o que não seria grande dano, já que eu nunca conseguiria o green card mesmo e tem mais umas dezenas de países desenvolvidos por aí. Eu voltaria à mesma merda de antes, só que provavelmente com um pouco mais de dinheiro e experiencias.

    Familia para mim não seria problema, já que não tenho contato com praticamente todos os meus familiares faz tempo

    1. Sinceramente nem condeno quem tenta algo meio arriscado pra ter uma vida mais digna. O que não tolero é um sujeito enganar seu público e induzi-los a ilegalidade sem explicar o risco que correm (e ainda LUCRAR em cima disso).

  16. Esse cara do Update 2 é muito comedia, kkkk, devia fazer um acordo com a imigração e servir de delator… E continue fazendo vlog, que é bacana.

    1. Será que eles pensam mesmo que tem total controle sobre os videos que já publicaram? Haha

      Caiu na internet não sai mais. Pessoal tá replicando tudo, haha.
      Sem falar que o próprio youtube possui os videos para repassar às autoridades quando chegar a esse ponto e forem solicitados…

  17. Izzy só te parabenizo pela atitude, tem que ser muito integro e corajoso. Sou inscrito no canal do “Robertinho Alazio” e sempre notei a pinta de golpista que ele tem.

    Não posso ser hipócrita em dizer que não “aprendi” nada com os vídeos dele sobre a vida em outro país, mas nada justifica o tamanho preconceito, falta de caráter e manipulação que o sujeito vomita no canal dele, sem contar a história de abençoado pelo espirito santo, salvo pelas drogas e com proposito de “recuperar” as pessoas, ou seja, no mundo dele será o salvador dos expatriados.

    Sempre quis tomar uma posição para acabar com a pilantragem dele, você esta fazendo o correto, mas uma dica pensando em sua segurança. Vejo esse “Robertinho” como uma pessoa perigosa e sem escrúpulos (isso você há de concordar pela argumentação que ele tem) logo peço que você seja cuidadoso, pois nunca sabemos o que um corrupto vulgo criminoso é capaz.

  18. Izzy junta tudo, faz download do máximo de vídeos, principalmente daquele Phelipe Santos, pois ele entrega o golpe abertamente. Faz um dossiê que não perca provas, linkar os vídeos direto do canal deles irá perder esse material forever…

  19. O “Albertinho” é tão sacana que até originalidade não teve. Precisava roubar o bordão de entrada do canal coisa de nerd do Leon.

  20. Parabéns Izzy, há tempos que acompanho você e mais de uma dúzia de brazileiros que imigraram, inclusive seu pai, e este Albertinho é de longe o mais sacana, achando que é melhor do que todo mundo, já não gostava dele desde as tretas que ele arrumou com o Carlinhos Troll, só para conseguir mais views para o canal dele, é um “espertão”…

  21. Izzy, não é de hoje que observo a canalhice deste aproveitador. Já faz um ano que acompanho essa novela de imigração. Da última vez que me preocupei em saber algo a respeito deste imbecil, ele estava defendendo uma tese do Alexandre Nardi, que oferece consultoria de vistos, de que casais com filhos menino e menina não poderiam alugar casas de 2 quartos nos EUA por lei. O que foi derrubado após um amigo meu cidadão americano consultar vários órgãos públicos e especialistas na América. Tratava-se de uma prática imoral das imobiliárias para alugar sem SSN. Parabéns pelo trabalho!!!!

  22. O cara mora em Silver Springs no estado de Maryland, possivelmente no condomínio Pepper Tree ou Cinnamon Run, basta ver uns vídeos dele, dar um print e procurar no Google Imagens

  23. obrigada por você me expor no seu perfil, só por ter falado algo que vc não gostou.
    tem gente que te segue que está acabando com a minha vida, postando horrores no perfil de clientes meus e tive que excluir 2 perfis no facebook de trabalho.

    você tem todo o direito de falar o que for do albertinho, mas é extremamente errado expor as pessoas que comentaram algo que vc nao gostou.

    espero que vc se for uma boa pessoa como eu acho que não, poderia ao menos se retratar no seu perfil sobre mim.

    eu não sei o q rola entre vc e o o albertinho e eu seguia o cara só pra ver os preços das coisas nos EUA. e eu te seguia também…
    o que ele fazia do canal dele, eu não tinha noção pois os únicos videos que eu via era os dos preços.

    sinceramente, esperava pelo menos que vc preservasse as pessoas paralelas… (nas as envolvidas com o albertinho), mas os que só tão assistindo tudo. nem todo mundo tem 100% de conhecimento da vida do cara, nem da sua, assim como eu não tinha.

    Obrigada por ferrar com a minha vida, por causa de um comentário totalmente imbecil da minha parte. vc sabe que postar a foto e meu comentario para seus 98 mil seguidores poderia dar merda né? Pois é. Lamentável isso.

    sou apenas uma pessoa que ta assistindo tudo, sem conhecimento das coisas…. não tinha noção do que o cara fazia. sou inscrita em mais de 50 pessoas no youtube e não tem como ficar sabendo da vida de todo mundo, nem assistir todos os videos de cada um.

    1. Você deveria ter pensado nisso antes de meter minha família no meio nessa história.

      >>sinceramente, esperava pelo menos que vc preservasse as pessoas paralelas

      Eu enfatizo novamente: foi VOCÊ que meteu “pessoas paralelas” na situação ao ir falar merda no canal do meu pai. Antes disso eu nem sabia que você existia.

      Por que não me atacou diretamente? Você poderia ter me xingado, argumentado, podia ter feito o que quisesse, se fosse direcionado a mim.

      Mas você meteu a minha família no meio da situação de forma covarde. Tenho absolutamente zero compaixão de você.

      Não vou me retratar porra nenhuma. Você está colhendo o que plantou.

  24. https://www.youtube.com/watch?v=gQLqKq533GU no começo desse video ele fala sobre um brasileiro que morou nos estados unidos ilegalmente, voltou pro brasil e agora quer imigrar de volta para os eua e ficar ilegal, ele diz no video que denunciou o cara pra imigração, ou seja, o cara é um hipócrita fdp que n quer se fuder, mas fode com os outros. Quando é o com ele ou com os clientes é diferente, o errado é os outros.

  25. O engraçado é que, mesmo os EUA sendo essa “maravilha” para ele, o cidadão ainda não tem casa própria, mesmo depois de 20 anos.
    Aqui em Québec, todos os meus amigos compraram casa 2-3 anos após imigrarem (legalmente).

  26. A quantidade absurda de merda que eu ouvi nesses vídeos do Albertinho é realmente impressionante, ele mistura tudo com religião e por fim ainda xinga muito, assim sendo muito contraditório…

  27. Eu só fico rindo das respostas do Albertinho. Aqui é BR, e BR não deixa você foder com outros BR. Obrigada por tudo Izzy <3

  28. Muito bom Izzy! Parabéns pelo dossiê.

    O mais curioso é ele e a família dele baterem no peito pra falarem que são cristãos e meterem o pau em tudo o que vai contra a bíblia deles. Bando de hipócritas! São bem o espelho da bancada evangélica brasileira.

  29. Oi Izzy tudo bem?

    Primeiramente quero deixar claro que concordo com quase tudo que você disse, conheço esse sujeito a alguns anos, e desde o começo achei ele super canastrão, enrolador e aproveitador. Não concordo com o tipo de “assesssoria” esse falso cristão faz.
    Mas, de uma coisa eu discordo de você.
    Estou nos EUA a mais de 2 anos, e por aqui NINGUÉM vive nas sombras, os imigrantes vivem normal, transitam normal, seja próximo da polícia ou não. Os imigrantes vão normal ao médico, milhares de mulheres tem seus filhos aqui, TRANQUILAMENTE, fazem o pré-natal, parto e tudo mais normalmente. Ninguém vive com medo, se você por alguma razão for parado pela polícia, vão te tratar normal, não existe esse negócio de ir na policia e já ter imigração e já ser deportado. Claro que existem casos assim, principalmente para aqueles que por alguma razão já tem carta de deportação emitida, seja por algum algum crime que cometeu, seja por ter sido pelo na fronteira do México (que é o mais comum). Imigrante não vive uma vida de merda, imigrantes podem abrir conta em bancos, alugar casas, ter cartão de crédito, ter um Tax ID e assim pagar as taxas, construir crédito, financiar carros, financiar imóveis, ter convênio médico, abrir empresa e um monte de outras coisas. Claro que isso vai depender de cada um, mas quem tem força de vontade e rala para aprender o inglês e aqueles te são um pouquinho empreendedores, tudo isso ai acontece.
    O único fato mesmo no qual concordo com você é de não poder ir visitar a família, mas ai tem solução, é só a família ir visitá-lo.

    Abraços.

    Carol

    1. Sim, existem dois lados de tudo. Nem TODO imigrante ilegal vive na merda. Porém, vários vivem — eu sinceramente diria que a maioria. O que é de se esperar de um grupo de pessoas sem direitos trabalhistas e que tem que se submeter a muitas coisas calados.

      E pela necessidade de se rodear de outros brasileiros (já que é mais fácil arrumar empregos com outros brasileiros), acabam com domínio rudimentar da língua, sem socialização com americanos, sem absorver a cultura, limitados a pequenos “guetos” de brasileiros, frequentemente sendo passado a perna um pelo outro. Isso é endêmico nessas comunidades e eu sei que você sabe disso.

      É raríssimo ver imigrante ilegal se dando bem MESMO na vida (com um 401(k), bom plano de saúde, ou de aposentadoria, ou com formado por uma instituição americana, por exemplo) porque os empregos que você pode ter como não-documentado são limitados às funções mais “blue collar”, trabalhos braçais e tal. E muito do mundo financeiro nos EUA depende do SIN. Tax ID é uma gambiarra burocrática que, por não terem AINDA fechado completamente o acesso a ilegais, muitos (como o próprio Albertinho) inventam a narrativa fictícia de que “na real os EUA querem você aqui, por que deixariam você tirar Tax ID então?”, que é extremamente antiético quando você está tentando ganhar dinheiro convencendo as pessoas a irem pros EUA. Uma coisa é você ter essa “teoria” pra você mesmo, outra coisa é tentar ganhar dinheiro doutrinando outras pessoas com ela.

      Tax ID é permitido por ilegais porque alguns turistas precisam pagar tarifas nos EUA, não porque eles estão implicitamente sendo coniventes com imigração ilegal. Se você realmente acredita nisso, bate lá na porta da ICE e fala que você é nÃo-documentada pra ver o quão coniventes eles são…

      O ponto do texto não é cagar em cima de imigrantes ilegais. O problema aqui é quando a pessoa está te vendendo uma solução ilegal, mente sobre os pormenores, cria confusão intencional sobre a questão jurídica da coisa (perceba como ele insiste que se você “estiver lá ilegal, ele mesmo liga pra ICE”, só que o que ele quer MESMO dizer é “se você tiver entrado aqui sem visto, pelo México”, sendo que tanto o mexicano que pulou a cerca e o brasileiro que trabalha com visto B1/B2 são igualmente ilegais e são igualmente deportados quando são pegos). Mas ele faz parecer que um é de boa enquanto o outro ele mesmo deportaria pra dar aos clientes a IMPRESSÃO de que ele está fazendo um serviço plenamente legal e idôneo.

      Entende a safadeza?

      A pressa com a qual ele e os amigos deletaram os canais deixa isso plenamente visível, assim como o vídeo que ele fez em resposta à minha acusação — me xingando como uma criança de 12 anos. A desculpa dele é que não quer “expor os clientes”, só que curiosamente até agora ele os expunha alegremente (nos vídeos ele fala animado que vai pedir pros novos “clientes” pra mostra-los nos vídeos e tal) porque isso rendia mais negócio pra ele.

      Se eu faço algo e alguém me acusa de estar cometendo ilegalidade, eu apenas provo que não estou fazendo nada errado. Se eu corresse pra apagar as “provas”… bem.

      E entra a outra parada. O Albertinho está agindo como um predador no círculo evangélico. Note a fúria cega com a qual seus fiéis me atacaram. Tenho um problema sério com pessoas que abusam da proximidade com membros de fé semelhante pra tirar grana.

      Meu problema não é com você ou com qualquer outra pessoa que more nos EUA ilegalmente. Tenho raiva é de racistas que além disso ainda são aproveitadores desonestos, como o Albertinho.

      1. Entendi tudo, ainda sim acredito que viver ilegal nos EUA ainda sim é melhor do que viver no Brasil nos tempos de hoje. E sobre o Albertinho, sim ele é um pilantra e tem pavor da rejeição, tanto que conheço uma pessoa que o recebeu em sua casa em uma visita do Albertinho ao Brasil que disse que ele não pode ficar sequer 10 minutos sem internet, que ele pira, ele tem que saber o que se passa nos comentários, principalmente nos do facebook, porque os do YT são moderados.

      1. Velho, esse cara do vídeo é Olavette. Nem se mete com isso senão vai os seguidores do velho gagá igual um vespeiro em cima de vc.

  30. Izzy, o que custa você mesmo ligar para o FBI e denunciá-lo de uma vez, em vez de ficar nessa putaria, as provas são mais que abundantes.

  31. Ele é bem incoerente,eu questionei ele uma 3x,porque não diz nada aos seus eleitores sobre esquerdista obama e só fala da merda da dilma e o PT… começa por ai… ai ele me excluiu as minhas mensagem…. mostra quem ele é… Se tem brasileiro q vai para miami e americano estão lotando sul da espanha fugindo do clima ruim nos USA,vem com familia e tudo para espanha… antes ele vivia amaldiçoando e condenando gay nos seus videos no seu canal e agora diz q é favor do casamento gay ,apos suprema corte americana aprovar….. “Eu direi quem tu andar,eu direi quem tu es”

  32. Department of Immigration, please read this: This guy, the Albertinho Gazio, illegal aid (people only a tourist visa) to open a bank account, rent home and work. It is racist and homophobic. Some US government organ should give special attention to the subject. He encourages people to leave Brazil to live in the USA. Of course, he charges for it!Have video on youtube that it acts in bad faith and prejudice against a black lady, he mocks, calls the monkey lady (“macaca”), all in a public agency, if I remember correctly he had not gone withdraw portfolio driver. Grateful for the attention.

    Esse cara, o Albertinho Gazio, ajuda ilegais (pessoas só com visto de turista) a abrir conta em banco, alugar casa e trabalho. Ele é racista e homofóbico. Algum órgao do governo dos EUA deveria dar uma atenção especial no assunto. Ele incentiva as pessoas a deixar o Brasil para morar nos EUA. Claro, ele cobra por isso! Tem video no youtube que ele age de má fé e com preconceito com uma senhora negra, faz piada, chama a senhora de monkey (“macaca”), tudo isso em um órgão público, se eu não me engano ele tinha ido retirar a carteira de motorista. Grato pela atenção.

  33. Izzy, pelo que observei na suas dezenas de postagens, com certeza voce é uma pessoa fracassada no Brasil, casou por interesse com uma canadense.

    Sinto vergonha de ver na mídia brasileiro ‘hipocrita’ igual voce, ainda bem que nosso povo ja é conhecido e respeitado no mundo todo.

    Qualquer pessoa que assiste meia duzia de videos teus percebe como eu percebi a tua HIPOCRISIA.

    Se cuida bundao.

    1. Aê Paulo, beleza?

      Sinto muito por destruir sua teoria, mas eu me tornei cidadão canadense antes de me casar (isso está inclusive registrado no YouTube, caso você ache que estou inventando isso agora). E eu já era PR (permanent resident, ou seja, o equivalente canadense de green card) desde 2006. Como você pode ver naquele vídeo, me casei em 2012 — uma semana depois de me tornar cidadão), e lembrando que processo de cidadania demora PRA CARALHO pra ser completado. O meu já estava correndo desde 2010.

      Ou seja, a menos que você acredite que eu tenha uma máquina do tempo, não, eu não me casei pra ficar no Canadá ou coisa do tipo. Estou aqui por mérito, e legalmente desde que cheguei — ao contrário de certos YouTubers coiotes, que viveram ilegais por anos, se escondendo da “La Migra”, vivendo no submundo dos guetos brasileiros, sobrevivendo às custas de subempregos e sendo explorado a todo momento, como ele mesmo admite.

      E que está atualmente legalizado por pura sorte (a polêmica anistia generalizada a imigrantes no governo Clinton), coisa que ele não pode prometer a seus “clientes” que tem mais chances de serem deportados do que de qualquer outra coisa.

      Mas uma coisa você acertou, eu me casei por interesse, sim — o interesse de passar o resto da vida com minha mulher.

      Obrigado por comentar no site, e volte sempre!

  34. Cara, sinceramente eu acho q ele como bom brasileiro, conhece a pré disposição de alguns de seus conterrâneos para tentar se dar bem na malandragem, e a única coisa que faz é instigar o pilantra a se revelar e querer ir pra la tbm.

    Nao tenha tenham pena dessas vitimas dele pq de vitimas nao tem nada, sao verdadeiros oportunistas q nem ele…

  35. O Albertinho não está totalmente errado, o PT acabou com o Brasil e certamente é um dos motivos de muitos por aqui destilarem seu ódio contra ele
    É

  36. Hoje o Albertonho postou um video no youtube descendo a lenha num tal de Phelipe Santos.
    Esse Phelipe Santos postou um video dizendo que só mulher bonita, nova e gostosa consegue emprego nos EUA.
    Albertinho mais uma vez postou um video dizendo poucas e boas para o Phelipe, só que para não perder o costume, ele deletou o video logo em seguida. Esse Albertonho……

  37. Cara, considero que falta da sua parte muita informação sobre o “fora de status” nos EUA, concordo contigo quando você diz sobre esse sujeito, ele definitivamente é um mau caráter, mas voltando pra outro ponto da discussão.

    Primeiramente, viver “fora de status” nos EUA não se constitui um crime federal, é uma penalidade, a pessoa que vive nessas condições, inclusive, tem seus direitos e deveres como o cidadão americano, ele paga impostos como o cidadão americano, pode procurar a polícia pra reportar qualquer tipo de problema como o cidadão americano dentre outras coisas, a única penalidade está em não poder sair do país.

    Uma coisa que aprendi pesquisando sobre o assunto é exatamente esse ponto de saber distinguir uma coisa da outra, as pessoas são doutrinadas à acreditar que uma pessoa que entra no país e fica fora de status é um criminoso, mas saiba que:

    A pessoa fora de status tem direito à educação normalmente, direito à saúde, dependendo do Estado pode tirar habilitação, tem direito à requerer o TaxID, pode pagar seus impostos como se fosse um cidadão, pode abrir empresa nos EUA legalmente, enfim… A única penalidade é não poder sair do país.

    Observe que, lá no fundo, é praticamente a mesma coisa que um estudante que mudou de status de lá de dentro, quando você solicita mudança de status de turista para estudante de dentro dos EUA, vc exatamente da mesma forma, não tem direito à deixar o país.

    Tive o privilégio de conversar com uma agente consular aqui no Brasil, em off, e sabe o que acontece. Eles realmente não se importam com a pessoa fora de status, eles não colocam isso na mídia pq senão teria caravanas de pessoas indo para os EUA, mas eles inclusive precisam desse pessoal, e precisam muito.

    Só gostaria de compartilhar esse ponto contigo pois conversei com muita gente que vive lá fora de status e essa coisa de ser um criminoso não existe, essas pessoas podem, inclusive, comprar casa, comprar carro, fazer financiamentos grandes lá (desde que tenha score), ter cartão de crédito, enfim… Levam uma vida normal. Quando o fora de status tem uma especialidade, as próprias empresas americanas que querem te contratar e não querem te patrocinar para o H1B, eles te ajudam a abrir uma empresa lá pra virar um Prestador de Serviços (como o PJ aqui no Brasil).

    Agora, tudo isso se aplica ao cara que está FORA DE STATUS, ou seja, entrou no país de forma legal, teve seu passaporte carimbado, porém, não saiu na data limite determinada.

    O sujeito que atravessa a fronteira pelo México, esse fantasma pras autoridades, esse sim está cometendo um crime, esse sim não tem direito à nada do que citei nesse textão acima e esse corre risco de deportação o tempo todo. Agora, um fora de status pra ser deportado, ele tem que ter feito uma merda muito grande, muito grande mesmo, até pq, existem inúmeros casos de pessoas que, mesmo fora de status, tiveram q ir pr corte por problemas no trânsito, casos de pensão, quando tem um filho nascido nos EUA, e o juiz federal não se preocupou com o status da pessoa e sim com o problema em si.

    Fica ai um pitaco das minhas pesquisas e conversas com pessoas que vivem nessa situação.

    Sobre o Albertinho, de fato, esse cara não vale nada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *