[ Bobagem Internética do Dia ] Cansei de Ser Sexy estraçalhando Get Lucky do Daft Punk

Cansei de Ser Sexy, assim como Sakamoto e Neymar, são o tipo de coisa que eu só conheço por ouvir vocês reclamando a respeito no tuíter quase todo dia. Uma das (des)vantagens de morar no exterior é que estamos um pouco desconectados da cultura popular nacional; se não fosse as redes sociais eu realmente não saberia é PORRA NENHUMA do zeitgeist brasileiro atual. Há alguns meses vocês falavam direto dum tal de, como era o nome mesmo do negócio? Temaki ou algo assim. Até hoje penso que é um tipo de arroz.

Então, essa Cansei de Ser Sexy, né. Tudo que sei dos caras é que são uma banda, que cantam algumas músicas em inglês, e que o nome da banda não me parece justificável — já que eles teriam que um dia ter sido sexy para então posteriormente cansar-se disso; no entanto, a aparência dos integrantes da banda está num espectro que varia entre “parecem mendigos” e “não vou zoar porque pode ser doença”. Vai ver eles cansaram de ser sexy muito antes da formação da banda, e vêm exercitando esta nova filosofia de vida já há muito tempo.

Enfim,

Chegou aqui em minhas mãos um link de uma jam session da tal banda, que usa também como identificação a sigla “CSS”. Com vocês, DEIXEI DE SER SEXY:

Vixi maria.

O vídeo não começa tão terrível. A fonética da cantora entrega que inglês não é sua língua nativa, o que geralmente complica a sua vida quando você está interpretando uma música gringa; mas até aí tudo bem. Seu cabelo, ou talvez “peruca molhada que ela achou no beco atrás do estúdio”, combinado à voz que falha às vezes e o olhar morto na cara da vocalista, me faz suspeitar que esta terrível performance se deve ao uso de entorpecentes (que, tradicionalmente, MELHORAM os músicos que você curte. Ou você acha que os Rolling Stones estavam sóbrios quando escreveram Jumpin’ Jack Flash?).

Qualquer esperança que eu tinha nesse vídeo morreu aos 43 segundos, quando a vocalista tenta emular os agudos do Pharrell Williams e erra por umas 4 ou 5 oitavas. Alguns segundos mais tarde, no verso “So let’s raise the bar / And our cups to the stars”, é que a parada, como dizia o poeta, vai pro caralho duma vez por todas.

Além disso, ela ainda erra a porra da letra da música logo em seguida, cantando “She’s up all night ’til the sun/I’m up all night to get some” em vez de “We’re up all night ’til the sun/We’re up all night to get some“, que é o verso correto. Cagou a melodia, cagou a letra, cagou a presença de palco — essa performance é a santíssima trindade das apresentações desastrosas.

Lá pelos 2min28seg, a vocalista (como é o nome dessa desgraçada, aliás? Tenho a suspeita de que é algum nome engraçado) começa a fazer uma voz bizarra, a fim de simular a voz “metalizada” que é comum nas músicas do Daft Punk. E existe um motivo pelo qual a dupla francesa não tenta realizar esse efeito com a voz “nua”: porque o resultado é semelhante às futis tentativas de comunicação de uma vítima de derrame cerebral.

O vídeo vai dessa pra pior. Presenciei rodinhas de violão pós churrasco, com todos os participantes etilicamente calibrados e sofrendo indigestão graças a linguiças mal passadas, com sonoridade melhor do que essa suposta banda profissional.

É de cair o cu da bunda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

58 comments

  1. O nome da dita cuja é Lovefoxxx (não me importo com o nome original esse já é merda o bastante).
    Alguém esqueceu ela na rua por 5 anos e levaram pra essa jam session? Ela tá horrivel!

    (Izzy, quando você vai tomar vergonha nessa sua cara cearense e botar o plugin social ou o disqus no blog?)

  2. “Além disso, ela ainda erra a porra da letra da música logo em seguida, cantando “She’s up all night ’til the sun/I’m up all night to get some” em vez de “We’re up all night ’til the sun/We’re up all night to get some“, que é o verso correto.”

    Não, ela tá certa. Primeiro vem o She/I, só quando repete é que é We.

    Mas enfim, é uma desgraça o vídeo.

      1. Apesar de ta tudo uma porcaria, a letra é cantada de forma correta.
        Primeiro é She’s / I’m … depois We’re…
        EXATAMENTE como eles cantaram!

        1. Por que diabo tanta gente tá argumentando em relação a isso? Hahahaha.

          Assista o video novamente. Na primeira vez que eles cantam o refrão eles NÃO cantam assim (não lembro agora as outras, e não tou com saco pra ver esse vídeo inteiro outra vez, mas se fosse pra apostar eu diria que erraram nas outras também).

          Momento exato do vídeo pra facilitar sua vida: 1min05seg.

          A letra, novamente, é:

          She’s up all night ’til the sun
          I’m up all night to get some
          She’s up all night for good fun
          I’m up all night to get lucky

          Ela canta certo aí.

          Aí o refrão continua:

          We’re up all night ’til the sun (nessa parte ela canta SHE’S)
          We’re up all night to get some (nessa parte ela canta I’M)
          We’re up all night for good fun
          We’re up all night to get lucky

          1. É verdade! aheuahe
            pelo meu erro eu mereci assistir essa parte denovo e, consequentemente, sofrer denovo.
            é muuuuuito ruim =(
            são tão cult/hipsters/qq merda dessas… que nem banho toma =/
            lava esse negócio na cabeça aí, fia!

  3. Sinto desapontar, nobre Izzy, mas essa banda aí não faz parte da cultura popular daqui. Provavelmente para a felicidade da banda e dos fãs, eles só fazem “sucesso” lá fora, naquelas cenas underground que ninguém dá a mínima. Inclusive é o motivo de adotarem a sigla como nome. Acho até que todas as músicas hoje em dia são em inglês. Enfim, só pra esclarecer. A gente tem um monte de bosta rolando por aqui, mas Cansei de Ser Sexy não é uma delas.

  4. Sério mesmo?! Isso é para ser levado a sério? Essa mina não tá com uma cara muito boa não! Parece a Yoko Ono depois de muito LSD e bicho morto na cabeça!!

  5. O CSS é assim mesmo, é o que cativa o publico deles- Procura os clipes para ver.
    O bonde do rôle é bem melhor na minha opinião de merda…

  6. “Uma das (des)vantagens de morar no exterior é que estamos um pouco desconectados da cultura popular nacional”

    Eu moro no Brasil e não sei o que é Sakamoto, Neymar eu só ouço falar e essa é a primeira vez que tô vendo uma imagem do Cansei de Ser Sexy (que eu imagino ser uma banda).

    Não precisa morar fora pra se isolar da cultura nacional, basta não ter Facebook e Twitter. Sem as coisas, basicamente a única forma da cultura nacional chegar até vc é se vc procurar por ela (ligando a TV, por exemplo).

    LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL.

  7. Não aguentei mais do que trinta segundo; amo meus ouvidos e não vou expô-los a tal radioatividade. E porra mano: alguém dê um banho nessa menina aí. Tô sentindo a catinga daqui.

  8. Pelo título achei que você fosse elogiar o vídeo! HAHA
    Já tinha ouvido essa tentativa de cover e é impressionante quão errado essa guria consegue cantar. E eles ainda são uma banda profissional…

  9. Aqui no Brasil tá virando moda curtir essas bandinhas toscas formadas por um monte de gente com cara de fugitivos temporais de woodstock.
    Foda-se o talento, foda-se a técnica, foda-se a afinação, fodam-se as letras, foda-se tudo. Meu cabelo é igual ao do Caetano Veloso nos nos 70, então eu sou artista.

    Só que a galera esquece que arte é trabalho também e que não basta chamar aquela sua amiga descolada pra sacudir uma caixa de fósforo e aquele seu amigo que usa xadrez e tem uma bela barba pra tocar reco-reco. É preciso fazer música, mesmo que seja música RUIM.

    E quando eu falo isso não estou sendo boçal em afirmar que só o que eu escuto é música. Estou, somente, separando músicos e bandas de verdade de brincadeiras de adolescentes de mais de vinte anos. Perto disso aí, e de outro belo exemplo fecal desse tipo de bandinha que é A Banda Mais Bonita da Cidade, até pagode vira música boa. E olha que eu detesto pagode.

    1. concordo 100% com o que tu disse… hoje em dia é difícil encontrar artistas ou bandas novas que além de visual, tenham talento e apresentem coisas novas e de qualidade…

    2. Eu acho que esse é o grande problema da música nacional atual, de um lado temos sertafunk/funkanejo e do outro temos essa galera que tenta posar de neo-Tropicália.
      Claro que temos também muita gente boa por aí, mas a quantidade de merda que faz sucesso é uma lástima.

  10. É a bruxa Baratuxa do Chapolin!
    Talvez seja por eu não usar o twitter, mas eu nunca tinha ouvido falar dessa “banda” antes do seu texto.

    Valeu, Quide.

  11. Kid, meu velho, faz um tempo que não comento aqui(embora leia todas as postagens), mas dessa vez sou obrigado a comentar: PQP, MERMÃO! ESSA FOI A MAIOR MERDA QUE EU JÁ OUVI EM TODA A MINHA VIDA!
    Cara, se tem algo que eu sou conhecido por ser bem tolerante e compreensível é com música. Sempre consigo catar uma ou outra coisinha boa em qualquer música e/ou banda que me apresentam, mas dessa vez não consegui. Na real nem consegui terminar de ouvir o primeiro refrão, meus ouvidos não suportavam mais e tive que fechar a aba do youtube. Que versão horrível!
    Nunca tinha ouvido eles tocando nada, embora conheça muita gente que até recomendem o som deles(PQP, OLHA O NÍVEL DE INSANIDADE DA PESSOA!), mas ouvir essa versão agora foi o suficiente pra eu criar uma repulsa por qualquer coisa que venha deles. Primeira vez na vida que ignoro por completo uma suposta banda… pq, convenhamos, chamar isso de banda é uma ofensa a todas as bandas que existem no mundo!
    Agora fico na dúvida se te agradeço pelo serviço de utilidade pública ao me afastar dessa droga ou se te processo por eventuais traumas que esse pequeno fragmento do vídeo que consegui assistir e ouvir possam me causar…

  12. Eu gostava de CSS mas me senti desiludido ao assistir tal video…
    A lovefoxxx parece uma avó gagá ao tentar simular uma voz robótica…
    triste…

  13. Véi, cê curte Daft Punk, que moral tem pra falar de música? A música tá ruim, a original deve ser pior. Enfim, música feita para fãs, então whatever. Já passei da fase de odiar bandinhas, só não gosto, não ouço e pronto.

  14. Mano, dêem uma olhada nos comentários do vídeo. Tem um suposto ex-integrante da banda esculhambando a formação atual. É entretenimento em dobro kkkkk

  15. O pseudônimo usado por essa nipo-brasileira gorda é Lovefoxxx, pra você ver o nível da coisa. Quem conhece eles mesmo são os gringos e só fizeram sucesso em 2005-2007 com aquela música “Alala” e “Let’s Make Love and Listen to Death from Above”, duas “músicas” que eu recentemente descobri que eles que fizeram. Também tem a tal da “Music Is My Hot Hot Sex” que eu ouço falar há tempos, e só agora escutei. Foi usada num comercial da Apple.
    Pelo jeito eles são muito famosos. Mais do que eu pensei.
    Os caras são muito chatos, e a Lovefoxxx é uma metida. Não gosto.
    A língua inglesa ficou muito popular aqui no Brasil, com muitas pessoas cantando em inglês, com o clássico sotaque brasileiro misturado com americano.
    E sobre o novo álbum do Daft Punk, os que eu prefiro são Homework e Discovery. Esse novo álbum parece ser horrível e a capa é muito feia. “Overrated”, talvez?
    Eu reclamo muito.

  16. Acredita em mim: as músicas do CSS são muito boas.

    As apresentações ao vivo da banda nunca foram grande coisa porque as meninas aí não são exatamente gênios da música, mesmo.

    Mas analisando só o material feito em estúdio, o CSS era muito bom. Isso porque a banda era liderada por um compositor excepcional, um cara que faz melodias incríveis.

    Mas aí esse cara caiu fora, então acho que agora existem poucas chances de a banda fazer algo de bom daqui pra frente. Mas antes era bom. Juro. E as meninas eram bonitinhas quando lavavam o cabelo.

  17. Cansei de Ser Sexy é o tipo de banda que a gente escuta quando quer ouvir algo bizarro. Não sei se da pra considerar ruim, porque o propósito deles nunca foi ser bom!!

  18. Izzy, o nome da tal banda ai de cima, se eu não me engano, originou de uma frase que a cantora Beyoncé pronunciou uma vez e eles/elas acharam engraçado e pá…

  19. O cover e um lixo mesmo.

    Bom mesmo e cantar o refrao como : ” we rub on mexican monkeys”
    Desafio a ouvir de novo e nao cantar desse jeito…
    Hahaha..

  20. Enquanto esse vídeo tocava, fui olhar uma outra aba que chamou minha atenção, daí começou a parte que ela tentar fazer a voz metalizada…. Imediatamente voltei pra aba do vídeo pra ver se tinha acontecido um acidente (vai que o teto cai?). Infelizmente me enganei e percebi que foi proposital.

  21. Eu nunca tinha ouvido falar dessas figuras ate uns anos atras quando ouvi nightcall do kavinsky . A cantora faz a voz feminina na musica e manda bem ate. Quando li que era uma brasileira fiquei surpreso e procurei algumas musicas da banda mas nao curti o que ouvi.

    " rel="nofollow">

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *