[ Bobagem Internética do Dia ] IT SWIMS HAPPENS BY CHANCE, um desastre de tatuagem

Fazer uma tatuagem é algo sério. Como qualquer decisão de alterar seu corpo permanentemente — num processo que tem lá seus riscos –, é o tipo de coisa que você tem que avaliar seriamente.

É importante saber se o local onde você se tatuará atende os requisitos mínimos de higiene (o tatuador não joga a maquininha num copo de cachaça pra esterelizar as agulhas, por exemplo, e há poucos ou de preferência nenhum rato comendo pedaços de gaze ensanguentados no chão).

Além disso, é importante garantir que o texto que você tatuará está gramaticalmente correto.

Este último passo não foi seguido à risca pela menina abaixo.

IT SWIMS HAPPENS BY CHANCE, diz a tatuagem desta pobre infeliz.

Eis uma pequena explicação do problema: SWIMS em inglês é o verbo NADAR, conjugado como “ELE NADA”. “Happens by chance” significa “acontece por acaso”. Entendeu o que a tatuagem quer dizer, né?

Cabe aqui uma explicação rápida: “It” não significa realmente “ele”; é uma pessoa verbal sem um correspondente direto no português. É geralmente usado para objetos inanimados (“That car? Oh, it’s broken” — “Aquele carro? Ah, ele está quebrado”) ou para verbos impessoais (“It rained last night” — “Choveu ontem à noite”).

Esse segundo uso do “it”, o de um verbo impessoal, que faz a frase ser interpretada como “NADA ACONTECE POR ACASO” em vez de “ELE NADA ACONTECE POR ACASO”. Mais especificamente, a frase pode ser interpretada como (ELE) NADA ACONTECE POR ACASO.

E obviamente, o “nada” da frase original (“nothing”) é um substantivo, e não um verbo.

O que aconteceu aqui é que esta pobre ignorante queria adornar seu corpo permanentemente com uma frase em inglês, sem deter o domínio necessário pra fazer isso de forma não-desastrosa.

Será que alguém já contou a cagada pra ela?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

36 comments

  1. Mais ou menos como o caso que eu conheço, um cara quis tatuar o ideograma japonês de “louco” ou qualquer coisa assim, pra fazer o estilo “v1d4 l0k4”.

    Ao ir para o Japão e tirar a camisa na praia, virou motivo de riso de todos em volta: o ideograma em questão significava “deficiente mental”…

    Já tem tanta gente que escreve bobagens enormes em português, ainda tem quem me inventa de tatuar frases em línguas que nem conhece?? Acho que não custa nada, pelo menos, perguntar pra umas 2 pessoas diferentes que dominem o idioma (pra ter certeza que ninguém tá te zoando)

  2. Lembrei da clássica “All your base are belong to us”.

    Aconteceu um erro parecido numa plataforma da Petrobras. Uma placa devia dizer algo como “terminal do lançador de PIG” virou “terminal de produção de suínos”. Lembrando que PIG é um equipamento.

  3. É foda isso… Nego quer pagar pau pra lingua estrangeira porque é “chique”, mal sabe uma palavra (mentira, sabe falar oumaigódi) e nem ao menos consulta alguém com um domínio básio do idioma. Nâo quero parecer elitista, muito menos xenófobo, moro até mesmo no estrangeiro, mas essa supervalorizaçâo da gringa e desprezo pelo português é realmente um pé np saco…

    Agora imagino se o cuzão do tatuador sabia ou nâo do erro ortográfico (ou gramatical, foda-se) no esboço da tatuagem da mulher…

    1. Você aprendeu inglês onde, Brito? Peça seu dinheiro de volta:

      http://dictionary.reference.com/browse/nothing
      noth·ing [nuhth-ing]
      noun
      1.
      no thing; not anything; naught: to say nothing.

      (NOUN significa substantivo. Talvez você tenha caído num falso cognato?)

      “Nada” em português pode ser um pronome indefinido (nem sempre aliás), obviamente, mas eu não estava falando da palavra NADA. Estava falando da palavra NOTHING. Releia a frase:

      “E obviamente, o “nada” da frase original (“nothing”) é um substantivo, e não um verbo”. Talvez com negrito fique mais claro 🙂

  4. Vai ver ela quis tatuar isso de propósito, tornando ainda mais significante a frase dela! Afinal, “nada acontece por acaso”, talvez nem fazer uma cagada dessas nas costas!
    Se essa não for a verdade, ela pode adotar isso como explicação.

  5. Kid, essa tatuagem ai não tem problema.

    Quem não entende ingles, não vai entender nada.

    E quem sabe ingles também não vai entender nada do mesmo jeito.

    Então tá rox. LOL.

  6. Esses dias recebi uma mensagem de uma colega que trabalhou comigo perguntando seu eu entendia alguma coisa de inglês, respondi que sim e perguntei o por que, ela disse que tinha feito uma tatuagem e que queria saber se podia ser lido da forma que ela imaginou originalmente (possivelmente alguém falou que não fazia sentido e era algo no estilo da foto desse post), fiquei sem jeito de dizer que estava errado e disse somente que alguém que entendesse inglês conseguiria entender o contexto da frase.

    Pois bem, acho que apesar de tudo ela não levou muita fé no que eu disse e resolveu adicionar mais uma palavra no final para tentar melhorar o sentido, e só me falou isso depois de feito, eu disse que tava bom mesmo que essa palavras extra tenha matado completamente o pouco sentido que a frase ainda tinha.

    Detalhe essa mesma pessoa tem outra tatuagem em português dessa vez com esse na grafia de uma das palavras.

  7. Confesso que demorei para entender que o “it swims” significava ‘nada’ de ‘nothing’. Enfim, quero dizer, primeiro eu li a frase, achei completamente sem sentido e não consegui compreender a ‘lógica’ do erro. rs

    Sinto pena, sério mesmo. Será que alguém já a avisou?
    Dias atrás eu estava no metrô e uma moça tinha nas costas a seguinte inscrição “Mãe e Pai, queria que Deus fizesse VOCÊIS eternos”. Olhei várias vezes para confirmar, mas era isso mesmo: voceis.

  8. Já eu achei que a frase seria: “It seems happens by chance”…

    hahahahaha

    Imaginei que a ideia original seria algo do tipo: Parece que acontece por acaso.

    Nunca que eu ia entender o “nada”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *