Episódio 19: Ladrões e Maconhas

E aí, malandragem? Foi bom o fim de semana? O meu foi uma bosta, mas a vida é isso aí mesmo.

Izzy e Evandro exploram as notícias malucas com as quais foram bombardeados nas redes sociais nessa semana — um ladrão que interrompeu o andamento do assalto pra pedir dicas pelo telefone, um cachorro que foi parar no veterinário após comer uns bolinhos de maconha (que obviamente não eram do dono né, mas claro que não, seu guarda!), um caso peculiar de bandidos que roubaram uma casa inteira (literalmente) e um sujeito morto com uma flechada. Tá ficando punk mesmo esse Brasil!

►Notícias comentadas

Malandro entra na loja pra aplicar a fita e pede dicas por celular (Enviada pelo @brunobiggle, que uma vez roubou chocolate nas Lojas Americanos usando um walkie talkie)

Cachorro come um bolinho de MARIJUANA e fica loucão (Enviada pelo @felipowsky, que me falou que deu maconha pro seu peixinho e foi mais ou menos isso aí mesmo)

Bandidos roubam uma casa inteira no litoral gaúcho, desmanchando tijolo por tijolo (Enviada pelo @pedrovanzella, que tá anunciando venda de alguns produtos de construção semi-novos no Mercado Livre)

Após discussão com o típico maloqueiro do bairro, homem leva flechada e morre (Enviada pelo @Thomas_RF, que falou que se fosse com ele teria inclinado pra trás igual o Neo, agarrado a flecha no ar e jogado de volta)

https://www.google.com/maps/d/u/0/viewer?mid=12gWqQPy-Pi1wV1dmu4hFZ_-UcQQ

►Links comentados

Casa roubada no Google Maps

►Curtiu o podcast? 

Quer ajudar a nos manter no ar? Financie-nos através do Padrim! Ajudando com qualquer valor, você ganha acesso ao grupo no Telegram e playlist de músicas do programa! Contribuindo com R$10 por mês, você pode até mandar mensagens de áudio pro programa!

Procure-nos no iTunes, PocketCasts, WeCast e diversos apps como “O MELHOR PODCAST DO MUNDO” ou “Izzy Nobre”

Deixe uma resenha, e melhor ainda, recomende a um amigo!

Pra assinar, basta jogar este RSS no seu app favorito de podcasts!

Sugira notícias bizarras pra gente nos comentários da postagem ou pelo Twitter — @izzynobre e @evandrof!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

25 comments

  1. Izzy, aos 12:30, “mandou ela” não está errado. “Mandou-a” ou “a mandou” é mais bonito, mas mandou ela está certo também. Vc viajou nessa regra kkkkk

    1. Errado. Pronome pessoal do caso reto (eu, tu, ela, ele, nós, etc) tem função exclusiva de sujeito de oração. Não pode ser usado como complemento verbal. Pra complemento verbal, como falei no podcast, se usam pronomes oblíquos (o, a, os, as, lhes, te, la, lo, ti, comigo, convosco, etc). Por isso, “mandou ela” tá gramaticalmente errado.

      Se ainda duvida, taqui uma página explicando exatamente o que eu falei no programa http://www2.tvcultura.com.br/aloescola/linguaportuguesa/morfologia/pronomes-usocultoepopular2.htm

  2. Izzo! Tudo beleza?

    Trabalho nas áreas jurisdicas desse meu Brasil de Deus e queria dar uma luz pra uma dúvida que eu sempre vejo vocês comentando e outro assunto que apareceu nesse podcast aqui 😉

    Lembrando que eu sei que vcs não são da área e não tem obrigação nenhuma de manjarem do assunto, então eu n estou aqui cagando na cabeça de vocês e chamando vcs de burros, mas sim querendo passar alguma informação nova pros senhores.

    Seguinte: segundo a nossa constituição ninguém pode ser dado como culpado sem que haja uma SENTENÇA CONDENATÓRIA no caso. Por isso que, mesmo quando o sujeito é pego com um fuzil na mão rodeado de oito cadáveres e doze tijolos de cocaina na mochila os operadores da justiça (delegados, juizes, advogados e etc) chamam o cara de acusado ou suspeito. Da mesma forma os meios de comunicação podem sofrer um processinho caso digam que o cara cometeu o crime é, dez anos depois, quando o processo for julgado, ficar atestado que o sujeito era inocente. Então, pra evitar a fadiga, todo mundo vai se referir ao capiroto lá como acusado, suspeito, investigado e etc…

    Já a segunda coisa é q vcs disseram que pensão não tem fiança e tal, o que não é erro em si, mas o fato é que a prisão é 100% condicionada ao pagamento dos alimentos. Assim sendo, se no ATO da prisão o sujeito sacar um bolo de dinheiro e gritar “TÔ PAGANDO, ME LARGA CARAI” ele pode ser liberado. Da mesma forma, num cenário mais realista, se fizerem o pagamento e juntarem o comprovante no processo no mesmo dia ele vai ser solto da mesma forma. Não existiria fiança porque não foi cometido “crime”.

    Tem mais uns detalhes tecnojuridicos chatos pra caralho mas n vale a pena entrar nessas besteiras.

    De toda forma o programa foi fantárdigo. Ri feito um retardado 😀

  3. Um cara ja deu uma flexada em um muleque nas antigas aqui no meu bairro. Todo domingo tinha um baile funk aqui perto e alguns malucos iam brigar numa praça aqui perto. Ai o cara puto com isso pegou sua besta e deu um tiro ou flechada “pro alto”. Com a intencao de dispersar, mas a besta não faz barulho.logo ele resolveu atirar no meio da galera e atravessou um caboclo. Isso saiu na tv na época, anos 90, e o flechado ta vivo….toda vez que rola um acidente com flechas ou arpão ele é chamado como sobrevivente. O flecheiro, foi preso na epoca. Depois que foi solto eu vi ele brigando, na verdade apanhando de remo(leia se pedaco de pau de 2m).

  4. Sobre a notícia da casa roubada, parece que no sul isso nao é “tao incomum”, pois eu morava em Curitiba e já tinha visto acontecer antes. Uma vez vi uma notícia na tv local de que tinham literalmente roubado uma casa, e por coincidencia era bem no caminho que eu fazia pro trabalho. A princípio também achei insólito, mas no outro dia fui trabalhar e, efetivamente, a casa já não estava mais lá. Eee meu Paranã!

  5. Izzy! Pelo amor de deus! Me coloca no grupo do Telegram por favor! Já te mandei meu username e o link 3 vezes! @Thunderstrucker

  6. Sou mulher e gosto de podcast sim.
    Sou Analista de sistemas de TI e passo todas as horas possíveis de meu dia de trabalho ouvindo podcast. Nem sempre comento no post pois às vezes quando escuto não posso acessar. Escuto via aplicativo de podcast
    Izzi sendo Pasquale só engrandece este podcast.
    Parabéns pelo bom trabalho.

  7. Estão de parabéns pelo programa, muito engraçado e dou varias gargalhadas, mas porra Izzy, para de ser tão chato com o português, não sou expert tb mas sei que tem erro nas noticias, mas as vezes vc perde a piada para criticar a forma de escrita. Abraços

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *