HBD temporariamente de férias por motivo de: GTA 5

Eu andei meio semi-aposentado da geração gamer atual. Apesar disso, houve uma época em que tínhamos lá em casa um PS3, um Xbox 360 e um Wii. Era uma sala bonita de se ver, aliás:

sala

Nessa época morávamos juntos eu, meu irmão e minha mulher; por causa disso, muito do que compramos para a casa foi dividido entre as três pessoas — utensilios de cozinha, TV, sofá, e videogames.

Quando eu e minha mulher fomos morar em outro lugar, naturalmente rolou uma partilha de bens estilo divórcio entre nós e meu irmão. Nessa divisão de bens, meu irmão levou o sofá, o Xbox 360 e o PS3. Eu estava bem distraído da cena gamer nesse período — comecei a estudar e tal –, então nem fiz questão de comprar outros consoles. Levamos praticamente todo o resto da mobília da casa.

E fiquei nessa por anos, desconsolado — no sentido literal de “sem console” –, até o recente lançamento de GTA 5.

gta5

A franquia é uma que eu acompanho desde o primeiro jogo, pra PC — era de fato o meu jogo favoritíssimo quando eu era pequeno.

Grand Theft Auto (é o termo pra “roubo de carros” no palavreado jurídico americano, e não “O Grande Roubo de Carros” como muitas revistas da época traduziam) virou o principal assunto da criançada da sétima série no meu colégio. Bom, a criançada nerd de computador, de qualquer forma, que estavam jogando o game em peso. Embora GTA tivesse saído também pro PS1, entre a minha turma era só a galera PCzeira que parecia conhecer o jogo.

Na época, GTA era um game completamente revolucionário. A idéia de uma cidade que você podia explorar, roubando qualquer carro que quisesse, cumprido missões pra zerar o game ou apenas putariando loucamente e peitando a polícia era quase difícil de compreender.

gta

Era foda demais. Mano, até fanfic de GTA eu escrevi quando tinha uns 12-13 anos! Eu e meus amigos Jurandir Filho, Evandro Freitas e Bruno Carvalho falamos bastante sobre minhas experiências com GTA no episódio do 99Vidas sobre a série, que você pode ouvir aqui.

Então. Decidi que considerando meu histórico com o jogo (velho, eu chegava a sentar na frente do computador e jogar a porra daquele jogo por umas 8 ou 9 horas sem parar), não poderia ficar de fora deste capítulo da série.

gta5

Eu simplesmente não poderia ser o único excluído deste EVENTO GAMER que é GTA5, então finalmente comprei um PS3 e exclusivamente pra jogar este jogo.

Não esperem atualizações frequentes do HBD por enquanto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

24 comments

  1. hahaha que lombra ironicamente anteontem estava vendo meus abandowares e resolvi desempacotar meu GTA I e joguei por 5 minutos até enjoar denovo

  2. No frenesi… Eu comprei um PS3 apenas para Last of Us. Curti o jogo mas talvez pela expectativa estar no máximo, ele não me agradou o quanto eu queria. Comprei outros joguinhos, AC4,Sonic All Star Racing, um RPG leve,o Ni No Kuni. Mas nenhum deles conseguiu prender minha atenção por mais de 2 horas seguidas. GTA me levou além de 5 e só parei porque eram quase uma da manhã e eu tinha que trabalhar hoje. De fato, ele merece todo e qualquer prêmio que venha a ganhar.

  3. Cara, joguei MUITO gta no PS2, (Tive ps1, porém o ps2 já era consolidado, e acabei não gostando do GTA I).Joguei muito o San Andreas, ao contrário de muitos fechei ele e o IV. Agora já estou no embalo desta obra prima 😉

    1. Ele tem é sorte de poder ir ali na loja, por o console embaixo do braço, pegar o game, ir pro caixa, pagar 270 doletas e ir pra casa feliz. A gente tem que pagar o dobro de preço no console + uns 200 conto no game. Brasil é foda…

  4. Depois do GTA V, ou seja, daqui alguns meses, compra o The Last Of Us. É super hiper mega fucking sensacional. Tá, nem tanto, mas os gráficos e a história são fodas.

  5. Pra mim GTA morreu no San Andreas. O GTA IV me prendeu por 1 hora, até enjoar.. Muito repetitivo. Imagino que o 5 seja igual, pelos gameplays que eu andei vendo. Ou fui eu que cresci mesmo, e não tenho mais a paciência de 6 anos atrás quando passava literalmente o dia todo no Vice City e San Andreas.

  6. eu acho a série Saints Row muito superior por causa do humor non-sense e maior variedade de missões, e o uso da quebra da quarta parede de maneira genial, como alías eram em muitos jogos da THQ, produtora que se foi e vai deixar saudade ( Destroy All Humans, vou sentir saudade)

  7. Esse jogo ficou muito foda, me prendeu por horas na frente da tela, e confesso que fiz o mesmo, comprei meu PS3 por causa dele e do Gran Turismo 6, não me arrependi por nenhum

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *