[ Hora da Justiça ] Cody, o defensor dos cegos

O HdJ de hoje é igual um GIF pornô — é curtinho mas é sensacional.

hora da justiça

O cenário é uma escola americana. No pátio da tal escola, um embate mortal entre o Ceguinho e o Desgraçadinho — a ser uma cena a ser interrompida dali poucos segundos. Acompanhe o VT:

Então. O curta-metragem começa com um garoto cego sendo socado por um rapaz que, além de ter a vantagem da visão, é notavelmente maior que o garoto deficiente. Ele manda um “get the fuck out of here“, traduzido livremente como “sai saindo, cupade!“, pontuado por mais um murro na orelha.

Vejamos que até o momento não sabemos o contexto da treta — ou seja, o de sempre nesses vídeos –, mas já podemos declarar com alto nível de certeza que o Desgraçadinho é um filho da puta duplamente qualificado. Bater num rapaz menor já é algo revoltante, o cara ainda me faz o favor de bater num CEGO. Se eu tivesse que adivinhar sua agenda baseando-me apenas nesse vídeo, diria que é mais ou menos isso aqui:

EITA

“Se der tempo, espancar um garoto cego na escola. Se não, deixa pra amanhã”

Pois bem. O Desgraçadinho dá o segundo soco no Ceguinho,que seria o seu último. O privilégio da visão não pode o ajudar no momento em seguida, porque um avatar da Justiça chegou possuído pelo espírito de Hamurabi, o sexto rei da Babilônia, que escreveu o Código de Leis que leva seu nome.

Este é o Justiceiro — que de acordo com o diálogo no vídeo se chama “Cody”, e percebemos que a maior injustiça aqui é seus pais não terem lhe dado um nome que faça juz à sua estatura moral. Então vou chama-lo de Justiceiro mesmo.

O Justiceiro chega chegando, com o braço em riste, enfiando o punho cara do Desgraçadinho — que até então aparentemente sabia lutar muito bem, mas que no momento jaz no chão, despido da “coragem” de outrora.

caraio

O que estava na cabeça dele, além do concreto quente do pátio da escola? “Fiz merda”

O Justiceiro, tendo despachado o bully com um único soco bem dado, volta-se para o Ceguinho pra averiguar-se de que ele está de boas. O ceguinho diz “é nois, mano”.

E aí a galera do Falso “Deixa Disso” aparece — amiguinhos do bully, dizendo “ôrra mano que é isso tá loco deixa o cara aí mano”; curiosamente,  segundos atrás eles não pareciam se importar tanto assim com alguém apanhando na sua frente.

O Justiceiro rosna pros amiguinhos do bully, dizendo “rapá, teu broder aí tava batendo num garoto cego, ces tão perdendo a noção do perigo, porra?!”, e os coleguinhas botam a viola no saco e saem mudos e cabisbaixo. Acredito que a piroca de um deles tenha se desconectado da virilha e caído no chão ali mesmo, tamanha foi a desmoralização.

Achando que o recente traumatismo craniano talvez tenha zoado suas idéias, confundido o Desgraçadinho sobre o contexto do que acabou de acontecer e que lição de vida ele deveria ter concluído da experiência, o Justiceiro vem e reforça a mensagem: “SE VOCÊ TOCAR NESSE MOLEQUE DE NOVO EU VOU TE MOER NO BRAÇO SEU FILHO DE UMA PUTA. VÃO TER QUE TRAZER ALGUM TIPO DE ESPECIALISTA CIRURGICO DA SUÉCIA OU ALGO ASSIM PRA TE MONTAR DE VOLTA”.

Escala Capitão América de Justiça: terei que dar um 10/10 perfeito. O rapaz interviu para impedir uma covardia, salvando seu amigo; exibiu a honrosa parcimônia, ou seja, nocauteou o bully e parou ali mesmo com a intervenção de sua mão na cara do outro moleque. E pra garantir que o ato não se repetiria, rugiu como um leão na savana para alertar a todos que o próximo que mexer com o ceguinho vai ganhar inteiramente grátis uma reorganização dentária súbita.

10 de 10 no ECA, algo inédito na Hora da Justiça. E foi merecidíssimo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

25 comments

  1. “O HdJ de hoje é igual um GIF pornô — é curtinho mas é sensacional”. Vou usar isso a minha vida inteira hahahahaha.

    Carai. A porrada que o desgraçadinho levou foi tão boa que ele levou, caiu e ali mesmo ficou. Mas eu não sei quem é mais desgraçado: o desgraçadinho ou os “arautos da pacificação” com sua preocupação seletiva.

    E esse cara não merece palmas, merece o Tocantins inteiro! A parcimônia dele supera qualquer escala criada pra medir esse tipo de coisa. Se fosse qualquer outra pessoa, teria feito carne moída do desgraçado.

  2. Disseram que o garoto cego que estava chamando pra briga, apesar de não terem dito a razão para tal. Mesmo assim, nunca se bate num cego! Mereceu de qualquer forma.

    1. Acho muuuuuito difícil que isso fosse o caso. Não consigo imaginar um cego tentando comprar briga com alguém, a menos que tenha problemas psicológicos que o levem a comportamento auto-destrutivo.

      1. Antes que alguém diga “mas pessoas cegas podem ser babacas!”, o Izzy está dizendo espeficamente em relação a instinto de sobrevivência, chamar pra briga sendo cego é querer apanhar!

      2. Alguém que estava no momento disse isso no Facebook, mas também não disse por que o garoto cego estaria querendo briga. Duvido que foi de graça, principalmente pelo fato desse garoto ter toda a desvantagem possível em brigar.

      3. Sou cego desde meus 9 meses, tenho apenas baixa visão de um olho e sempre sai na porrada com a molecada, poucas foram as vezes em que apanhei.
        Tá que até meus 16 anos eu era muito maior que todo mundo mas…

  3. ” “Cody”, e percebemos que a maior injustiça aqui é seus pais não terem lhe dado um nome que faça juz à sua estatura moral”

    Como não faz juz? O nome é bem apropriado a um justiceiro urbano tendo em vista que Cody é um dos personagens jogáveis no primeiro Final Fight.

  4. Olá IzzY!

    Vc saberia me dizer o que é “maple fever”? Eu estava assistindo o penúltimo episódio do South Park: Where My Country Gone?, que basicamente aborda a posição de alguns americanos e Donald Trump com relação aos imigrantes ilegais nos EUA, quando aos 14min58s do episódio temos o butters jantando com a família canadense de sua recém namoradinha e o pai da menina diz a ele “you´ve got maple fever!” e tanto a garota quanto a mãe da menina se sentem ofendidos.

    Abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *