Internet – Sendo levada a sério desde 1995

Quem me conhece sabe que se tem um comportamento internético que me aborrece é essa onda de levar o meio virtual a sério.

Levar a internet a sério não é nada novo; qualquer pessoa que tenha participado de uma BBS no comecinho dos anos 90 deve lembrar o quanto era fácil ver gente perdendo as estribeiras por causa de um comentário maldoso de um estranho qualquer. Foi apenas recentemente, com a mainstreamização da internet e a facilidade de identificar internautas no mundo real, que as coisas começaram a descambar pra um nível mais tangível.

Começou com a idéia de processar alguém por causa de uma opinião proferida no meio virtual. Lembram do Japa de Lantejoulas? Pra quem não tá afim de ler o texto, o negócio foi mais ou menos assim: O maluco (que ainda se encontra no orkut, e que ainda mantém aquele site fan clube dedicado a ele mesmo) foi ofendido/ameaçado por algum fanfarrão internético, e resolveu levar a ofensa às últimas consequências -o sujeito processou o cara.

Eu o critiquei por mobilizar o sistema judiciário como único propósito de extrair vingança pessoal, ele se ouriçou, eu ri um pouco mais quando ele percebeu que não poderia fazer o mesmo comigo, e ficou por isso mesmo.

Se eu já achava aquele cara um retardado, imagina minha estupefação quando a Tina apareceu. Enquanto o japinha apenas se injuriava contra as galhofas internéticas, cuspia ameaças de processo e se auto-ostracizava nas profundezas da internet pra nunca mais retornar, a Tina tentava fazer amizades com as mesmas pessoas que ela hostilizava com suas ameaças jurídicas e insistia em se tornar popular.

Numa demonstração impressionante de falta de amor próprio, ela brigou comigo por MESES pelo direito de acessar um fórum em que ninguém gostava dela.

E perseguiu ativamente até mesmo familiares dos foristas que fizeram gracinhas com a cara dela. Meus pais por exemplo receberam mais de uma ligação da véia, porque internautas adolescentes a xingavam no meu fórum.

A moral da história é que pra algumas pessoas, nada é mais importante e merecedor de proteção do que o ego delas. E blogueiros são provavelmente os maiores ególatras do mundo atual (não excluo minha parte da culpa).

O caso a qual me refiro não chegou às últimas consequências; até onde sei, ninguém fala sobre processar ninguém. Mas a confusão generalizada resultante a uma simples crítica (que nem era TÃO ofensiva assim, vá lá!) de um blogueiro aí me lembra das reações afetadas do Japinha e da Tina.

A história é a seguinte. O BlueBus, um site horrível de notícias/fofocas (acho que é isso, não tive paciência pra ler o bastante do negócio pra classifica-lo melhor), reportou a ação recente da Coca Cola de enviar geladeirinhas USB como parte do esforço publicitário da nova bebida da empresa. A notícia, a primeira vista idônea, parece ter sido escrita de forma provocar sutilmente a turminha de blogueiros que vez ou outra ganha pra escrever os tais “posts patrocinados”. O autor do site chamou-os, em duas ocasiões distintas, de “blogueiros de aluguel”.

Não é preciso um diploma do Jep Propulsion Laboratory da NASA pra entender que o motivo da chacota foi justamente provocar os pro-bloggers, que INEVITAVELMENTE escreveriam posts/twits revoltados se defendendo da acusação (como se “blog de aluguel” fosse aquele tipo de calúnia tão contundente que exige réplica imediata). Polêmica é a forma mais fácil de obter visibilidade, e o BlueBus atingiu exatamente aquilo que tinha como alvo – o frágil ego do blogueiro brasileiro.

Hoje de manhã no twitter não se falava em outra coisa a não ser o tal dramalhão BlueBus versus blogosfera. Como nunca tinha ouvido falar do site, resolvi me informar, e agora que sei o que aconteceu, preferia nem saber.

A blogosfera está em polvorosa. Além do apedrejamento público do Blue Bus, a essa altura já existem dezenas de posts sobre o caso, alguns de gente que eu admiro, outros de gente que eu não conheço, mas cujo site eu já havia visitado, e alguns de gente que eu nunca vi mais gorda.

Não consigo acreditar que sou o único que não vê o propósito em tamanha confusão. É como assistir briga de primário; por mais que um lado realmente tenha razão acima do outro, os “argumentos” de ambos os lados (“mimimi vocês são vendidos”, “mimimi INVEJA!”) fazem você desejar que ambos apenas parem coma gritaria, dêem as costas uns pros outros e voltem a se ignorar. Alguns se sentem tão ofendidos por serem chamados de “blogs de aluguel” e escrevem longas explicações vaticinando o conceito “serious business” de suas participações na internet.

Acho que o que me deixa mais surpreso com a confusão toda é – como é que alguém consegue se ofender TANTO por alguma coisa postada em um site como o BlueBus? A acidez das réplicas contra o site fazem parecer que o negócio é uma espécie de grande autoridade internética, cujas críticas devem ser respondidas imediatamente e com muita verbosidade, caso contrário se firmará como verdade absoluta diante os olhos públicos.

À primeira vista eu teria concluído que é um site escrito por uma criança de 15 anos que aprendeu HTML ontem. Por que tanta importância é dada pro que o autor do BlueBus pensa ou deixa de pensar de vocês?

O ego de vocês não é tão frágil assim, vai. Quando foi que esse negócio de blogar passou a se levar tão a sério?

Depois nego não entende por que eu prefiro me manter longe desse negócio de bloguismo corporativismo. Tenho problemas demais pra me preocupar nessa vida, não preciso adicionar “revolta diante uma provocação na internet” à lista.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

88 comments

  1. Pingback: Tatiana
  2. O problema é que aquela bosta com ar de 1995 TEM bastante peso entre formadores de opinião, principalmente fora do mundo online (soa estranho mas é isso mesmo).

    Apenas ignorar pode parecer magnânimo, mas no final é apenas dar razão ao caluniador.

    Não, não rolou o chamado “post patrocinado”. Ninguém ganhou nada com condição de escrever sobre o assunto.

    A Coca-Cola mandou uma amostra do produto dentro de uma geladeirinha miniatura para alguns blogs, só isso.

    Ele usou o termo “Blogs de Aluguel”, como se tivessem escrito para os blogs dizendo “faça um post e ganhe uma geladeira”.

  3. hbdia ainda consta nos meus rss pela falta de post patrocinados
    adicione a isto tudo a ultima tirinha dos malvados, muito boa

  4. Pois é. Aquele site é um lixo.
    Quando eu fiz cursinho de Dreamweaver me mil novecentos e *cof cof*, eu já fazia sites melhores do que aquilo.

    Não consigo nem ler aquela joça, é tudo bagunçado, cortado, FEIO e mesmo assim o pessoal tá arrancando os cabelos.

    De qualquer forma, é aproveitar pra botar lenha na fogueira, tem que aproveitar que estamos em julho ;D

  5. A propósito, gostaria de avisar que meu blog está aberto a oferta de resenhas de produtos de qualquer espécie.

    Tendo interesse, basta mandar um email para mim, com nome do produto e o cachê, que será respondido o mais breve possível XD

  6. XXX

    Billy, não tem jeito, tem muita gente que leva essa Blogosfera muito a serio.

    Eu ja tinha visto o Busão Azul, mas sempre com noticias fracas, que nunca tive paciencia para ssina-la.

    Você viu na epoca da briga Pedro Doria X Cardososfera ?

  7. @Cardoso

    Tou sacando que o caso das geladeirinhas não foi patrocinado. Eu quis dizer que a crítica do BlueBus é direcionada à galera que geralmente faz posts patrocinados, por isso o tal “aluguel”.

  8. Cara -- Cheguei no seu blog através da pauta do dia na web (bb x #9). Mais cara seu Blog é legal para caralho. vc é hilário. Adorei as Faq. Tai vou adicionar vc na minha lista de favoritos. Só que não vou ler todo dia não! Ou vc acha que eu sou um viciado igual a vc que não desgruda da NET!

    Abraço e Parabéns pelo HBD

  9. Um grande escritor, cujo nome eu esqueci, e por pura preguiça continuarei sem saber disse a VALIOSÍSSIMA frase: “Tudo que em mim (se referindo a todos nós) emana, vem do desejo de ser importante.”
    Freud também dizia isso, mas com outras palavras, e incluindo a sexualidade no meio, só pra variar :$

  10. O pior é que como o Kid disse as coisas dita na net, principalmente quando são calúnias, são levadas a sério como se fossem ditas por pessoas conceituadas e idôneas. Aqui em Fortaleza e no Brasil o que virou moda agora é as torcidas se ofenderem pela internet, mas precisamente pelo orkut e não raro a gente vê um caso de morte relacionado a essa baboseira.

  11. eu acho tudo isso ótimo. trabalho no marketing do yahoo! e essa polêmica toda só deu mais visibilidade para o nosso banner, que está rolando a semana toda no blue bus. =D

  12. aehuoehoe!

    eu achei q tinha sido alguma coisa grave! XD

    “Blogueiros de aluguel”, tem q ter muito ódio no coração pra ficar tão nervoso por uma bestera dessas XD

  13. So tenho uma duvida nessas ocasiões…
    Em que pagina do google os caras tiveram que chegar pra achar uma “ofensazinha” em um site tão mal feito?
    Assim como o Kid falou:
    “O ego de vocês não é tão frágil assim, vai.”
    Pra mim, nessa historia teve alguém que colocou lenha na fogueira, pois me nego à acreditar que só o termo “blog de aluguel” tenha os ofendidos.

  14. Exato, Kibe! Hoje em dia, qualquer um que escreva algo não-legal sobre um blog, ganha mais atenção ao mundo internértico inteiro.
    Talvez o egocentrismo dos blogueiros mais “famosos” faça-os se sentirem no direito de se sentir ofendido, afinal, se milhares de pessoas acessam o blog dele, é impossível que alguém não goste, certo?

    Pensemos da seguinte forma:
    Você tem seus leitores. O BlueBlus tem os dele. Ele fala merda. Os leitores dele vão te odiar. Os teus vão odiá-lo.
    Não vai mudar NADA na tua vida, só vai causar ódio alheio. Então pra que tornar a história séria? De onde eu venho isso se chama viadagem

  15. AF, que exagero.Como você mesmo disse, nem é um super site.
    “À primeira vista eu teria concluído que é um site escrito por uma criança de 15 anos que aprendeu HTML ontem.”
    Putz, eu tenho 13.Mas pelo menos eu não saio falando merda.
    Na maioria das vezes.

  16. internet is serious business,já dizia…alguém.

    eu fico meio pasmo com isso…uma coisa seria ficar injuriado com uma ofensa proferida por alguém na sua face,na lata,e outra coisa muito mais ridícula é se ofender porque um usuário random da internerd te “ofendeu”

    patético apenas XD

  17. Exato, Kibe! Hoje em dia, qualquer um que escreva algo não-legal sobre um blog, ganha mais atenção ao mundo internértico inteiro.
    Talvez o egocentrismo dos blogueiros mais “famosos” faça-os se sentirem no direito de se sentir ofendido, afinal, se milhares de pessoas acessam o blog dele, é impossível que alguém não goste, certo?

    Pensemos da seguinte forma:
    Você tem seus leitores. O BlueBlus tem os dele. Ele fala merda. Os leitores dele vão te odiar. Os teus vão odiá-lo.
    Não vai mudar NADA na tua vida, só vai causar ódio alheio. Então pra que tornar a história séria? De onde eu venho isso se chama viadagem …

  18. eu ja pensei em ter um blogue…pra postar as pérolas q recebo no trampo (sou designer)….mas aih fiquei com preguiça….alguns meses dpois descubro o Piores Briefings do Mundo….então desencanei de vez =P

  19. Pingback: Blog de Aluguel? Foi Esse o Nome que Rolou Nessa Sexta | Rodrigo D. Parobé
  20. mazzza, finalmente um blog que falou algo decente em vez de ficar puxando saco dos “pro-blogger” e malhando o BB, pra quem sabe no final, levar um linkzinho…

  21. Que site horrível aquele com cara de 1995. Tem um pessoal que não sabe notar quando tu é sarcástico, engraçado, sério ou sei lá. Alguém tem obrigação de levar blogs a sério? Pra que?

    Vamos nos divertir pessoal!! Cara, abraço.

  22. @Diogo
    AUehaueuauh certeza xP
    hj em dia tudo é viral xD
    inclusive acho q Stallone Cobra é viral do Shelby Cobra 0.o

    tá..parei

  23. Tomá no cu, o moleque do Blue Blus nem escrever sabe. Tão procurando chifre em cabeça de piolho esses caras, porque não sei que motivo eles encontraram pra se ofender TANTO por essa bostinha de texto.

  24. Não acredito em blogues como uma forma seria de ganhar dinheiro. Por isso nunca tive interesse em colocar nenhum tipo de Add-on no meu.

    Até porque com a minha média de visitação não ia dar grana mesmo.

  25. Verdade pura blogueiristas tem egos enormes, tanto que tem uns que tem até cinco egos…

    Sei nem o que dizer do assunto, pensei em comentar, mas daí eu lembro que parei de tomar partido em casos polêmicos da internet desde o caso do “Cachorro de Schrodinger”. Eu vou é falar das minhas coisas…

    Mas uma coisa é certa: INTERNETS IS SERIOUS BUSINESSSSSS!

  26. “Não é preciso um diploma do Jep Propulsion Laboratory da NASA pra entender que o motivo da chacota foi justamente provocar os pro-bloggers…”

    “Não é preciso um diploma do Jep Propulsion Laboratory da NASA…”

    “…diploma do Jep Propulsion Laboratory…”

    “Jep Propulsion Laboratory…”

  27. na minha opinião isso deve ser uma forma de “ética enrustida”, os caras que se ofenderam devem ter feito o marketing pra coca, e depois ficaram meio que assim por darem vasão a uma taxação de vendido.
    que host você usa?

  28. Boa kid, só alguém que faz questão de se excluir da blogosfera pode postar sobre o caso com tamanha sensatez. Vista de fora, foi mesmo ridícula a reação de todos os envolvidos e de fato, só serviu pra mostrar o quão frágil é o super-ego dos blogueiros brazucas.

    E tem até gente insinuando que, ironicamente, o simviral caiu no maior viral da historia da blogosfera ao morder a isca do Bluebus. Ou será que foi armado com ele também? (pouco provavel).

    Bom, teorica de conspiração pouca é bobagem, né?

    []’s

  29. A coca-cola é que deve tá feliz, ninguém nem sabia dessa nova bebida e zum-zum-zum que isso tá dando, para ela tá ótimo.

    E para esse blueblus deu alguns minutos de fama, mas na boa, quando isso passar, quem vai ler aquela m….. ? Ou melhor QUEM (além das pessoas que o Cardoso falou) lê aquela coisa?

  30. @Tiago Mesquita

    PQP!

    Que curso tu fazia lá, cara? Eu queria entrar em contato com a galera da minha sala, mas não tinha ninguém próximo a eles. Tu ainda tá lá?

  31. Post Script: porra sou muito burro, claro que você não está mais lá. Eu saí do Brasil há cinco anos, dá tempo de concluir quase 3 cursos técnicos consecutivos hahahaha.

  32. Quide, rapá, eu te encontei por acaso depois de anos! Eu sou aquele cara que chegou pra ti e falou “hoje é um bom dia, né?” lá no CEFET há mil anos atrás enquanto tu curtia uma partidazinha de xadrez quando algum professor faltava pela milésima vez, hehe! Lembra que isso até rendeu um post na época? E por falar em post, eu ri pra caramba lendo uns mil posts teus antigos. Sucesso cara!

  33. Cara …simplesmente ridículo essa parada toda ..é o mesmo que falar sobre blogs ‘monetizados’ que mantém uma boa média de visitas ..é simplesmente inveja na tudo isso ..chega a dar dó ..

  34. Kid tá fora dessa porque o adsense dele foi retirado, por violar regras do sistema. Simples assim. Aí, óbvio, só resta reclamar de quem usa. Anos atrás, era entusiasta da monetização dos blogs e vivia exibindo a merreca que faturava com os anúncios do Google. É o cara que mais leva internet a sério -- nerd como ele só -- e faz pose de quem tá pouco ligando. Reparem na ira que irei despertar nele com este comentário.

    Por essas e outras, consegue justificar o uso do apelido até hoje.

  35. Ahahah pequeno kid que me mandou foto da época que ainda era magrelo.. Você não sabe de nada meu querido.

    Participa uma semana (mas compra um kit com aqueles sacos de vômito para aeroporto antes) da lista blogosfera / monetização que AI SIM você vai ver o bixo pegar. Lá TUDO é motivo de nego achar que é o dono da verdade e você vai lá comenta sobre qualquer coisa que fica fora das “regras” deles, você já é esfaqueado..

    Tudo bem, participo ativamente das listas nos tópicos que me interessam como quando os caras discutem otimizações e outras coisinhas, mas mesmo assim é uma proporção de mensagens na casa do 10/1.

    E tenho dito. Eu monetizo meu blog, NUNCA recebi um email falando que eu era um vendido fdp e tal por causa disso, e vários ainda dão maior apoio me avisando quando algo está com problema. A opção de não monetizar seu blog foi sua e você mesmo sabe que sempre fico te perturbando no MSN para colocar uns banerzinhos por ai, mas não se torne um blogueiro “aiii, falaram de mim, vou no meu blog fazer um postzinho porque fiquei ofendidinho mimimimi”. Não que eu esteja dizendo que esse post é um desse tipo, mas não abrace o slogan “internet: serious bussiness”.

    E por fim, a máxima que provavelmente foi dita por seu madruga em alguma parte de sua vida: Brigar na internet é como participar de uma olimpíada para deficientes: Mesmo ganhando, você continua sendo um retardado.

  36. Renan, teria sido melhor pra você ficar calado e sair de fininho após aquele comment do Kid. Ele rebateu TODOS os seus ataques infantis, e te desafiou a re-estrutura-los, e o máximo que tu consegue fazer é aparecer e tentar pagar de vencedor do debate?

  37. ahahah esse renan é uma figura.

    Véi, você acusou o cara de mil coisas, e ele provou que você tava falando se baseando simplesmente em despeito e invejinha. Ao invés de admitir o vacilo, ou ao menos ficar calado, tu volta a falar merda?

  38. Não fez nada além de (…) e confirmar o que eu disse.

    Err… não olhe agora Renan, mas o Quide rebateu todos as suas críticas, e ainda por cima com links que provam que você não sabe do que tá falando.

    Sem querer pagar pau do moleque nem nada, mas você brought a knife to a gun fight. O Quide é argumentador internético profissional, pra brigar com ele no nível tu vai ter que comer muito feijão.

    Faça como os outros recomendaram e arraste-se pra fora do HBD. Você = FAIL

  39. Nossa, esses baba ovo do kid sao nojentos…
    “Faça como os outros recomendaram e arraste-se pra fora do HBD. Você = FAIL”
    Vai chupar um pau, zé ruela.

  40. @Renan

    Seu comentário é visivelmente lotado de dois sentimentos -- ignorância e despeito. Posso te ajudar com esse primeiro. Aqui vão algumas informações que te ajudarão a, no futuro, não fazer esse tipo de ataque mimizento com pouca ou nenhuma base em argumentos reais.

    Kid tá fora dessa porque o adsense dele foi retirado, por violar regras do sistema.

    Errado.

    Fui banido do adsense porque em 2005 (se não me falha a memória) o pessoal do fórum Doentes.net iniciou um tópico ensinando como criar uma macro que bombasse meus banner com cliques.

    No mesmo dia eu notei a atividade estranha, achei o tópico, mandei um email pra galera do google. TRÊS DIAS DEPOIS minha conta foi cancelada.

    Ademais, você sabe quantos convites pra participar de campanhas publicitárias eu recebo POR SEMANA? Pelo menos 3 emails. E todos recebem a mesma resposta -- “desculpe, não estou interessado. Obrigado”. Cheguei até a comentar sobre tais convites nesse post.

    Minha posição nesse assunto é tão firme que eu adicionei isso como item no FAQ, pra apenas linka-lo pros interessados em “parcerias publieditoriais”, como eles chamam.

    Não tenho interesse em transformar o HBD em uma fonte de renda. Aliás, saí do AOE Blogs NO MESMO DIA QUE NOTEI QUE ESSA ERA A TENDÊNCIA DOS CARAS. Quando começou o papo de media kit, de rendimento mensal e sei lá o que, eu respeitosamente me exclui do grupo. O marcus não me deixa mentir; ele presenciou tudo e até discutimos por email em seguida.

    Resumindo -- estou fora do “sistema” por livre e espontânea vontade, a despeito do assédio das empresas de marketing de guerrilha.

    Aí, óbvio, só resta reclamar de quem usa.

    Sua capacidade de compreensão de texto é similar àquela de uma criança bastante confusa. O que é lamentável, porque quando alguém me ataca em espero que seja ao menos um desafio responder as críticas da pessoa. Com essa retórica afetadinha, você não tá conseguindo muita coisa.

    Em lugar algum nesse texto (ou em nenhum outro) você encontrará menção minha “reclamando” de quem monetiza seus bloguinhos. O texto é sobre o frágil ego do blogueiro brasileiro.

    Não vejo nada errado em tentar arrecadar algum rendimento com um site (que custa dinheiro pra manter no ar).

    Sim, é uma pena que ultimamente blogs se tornaram apenas uma forma de atrair atenção de marketeiros, mas fazer o que. O negócio da turminha é fazer propaganda de um produto X qualquer se esforçando ao máximo pra não parecer propaganda; se você não vê algo eticamente errado nisso, temos valores diferentes.

    Anos atrás, era entusiasta da monetização dos blogs

    Por favor me mostre ao menos UM texto meu que me caracterize como “entusiasta da monetização dos blogs”. A área de busca tá ali em cima do menu direito, vai lá que eu aguardo aqui.

    e vivia exibindo a merreca que faturava com os anúncios do Google.

    Houve apenas um post no HBD mostrando um cheque que recebi do Adsense.

    QUANDO EU NÃO TRABALHAVA, sim, me preocupava em arrumar uma forma deste site servir como uma fonte de renda. Felizmente, tiro meu sustento do mundo real e não preciso mais depender da umbigosfera.

    Reparem na ira que irei despertar nele com este comentário.

    A tática pre-escolar de fazer psicologia reversa, como você pode ver, falhou miseravelmente. Assim como todos os outros pontos que você levantou.

    Vá lá, dê um passeio pelos arquivos do blog e arrume uns argumentos melhores.

    Wow, que comentário longo.

  41. Como o cardoso comentou lááá atrás, BlueBus é formadora antiga de opinião de publicitários e comunicólogos desde a década de 90. Tanto que o layout NÃO SAIU DESSA ÉPOCA (reparem a falta de acentuação digna de um mac véio de guerra).

    A briga acaba sendo isso, no final das contas. São os blogueiros, crias do próprio negócio, atacando a criação.

    Queria ver que blogueiro aí foi homem de admitir que o próprio blog é um produto e ele vende isso mesmo. Ser vendido só é ruim se o que você ou o que você vende é uma merda.

    Amirite?

  42. Quem não deve não se revolta com uma besteira dessa, ou seja, quem ficou puto com o comentário foi pq teve o blog comprado mesmo. OWNED. LOL.

  43. kkkkk… bando de crianças hehe… acho muito massa essas briguinhas na internet, tem é que incentivar, botar lenha na fogueira pra mostrar o quao ridiculos sao tais blogs…
    Decepcionante… blogosfera humm… sei sei… bando de trouxa que so se aparecer.

  44. BlueBus: Vocês são blogueiros de aluguel.

    Blogueiros: Veja bem, nós aceitamos dinheiro em troca de posts publicitários, isso é muito diferente de aluguel.

  45. Acho essa guerrinha de pro-bloggers ahn, imbecil. Sei lá, eu já saí do primário faz uns anos, né? Aliás, quando li a história da geladeira, achei que pelo menos fosse uma geladeira -- uma parada que custa uns 2 barão. Quando descobri que é uma coisica onde mal cabe uma garrafinha de bebida… Pô… neguinho brigou tanto por ISSO? Ah, que tédio! Quero o tempo da pornografia de volta!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *