[ Joguinho Viciante da Semana ] Doctor Life, um simulador médico!

Photo 2015-03-27, 1 06 00 PM

Doctor Life é um joguinho relativamente velho (lançado originalmente em fevereiro de 2014), mas como fui relapso o bastante para não recomendar naquela época, recomendo agora. E tendo finalmente terminado meu curso de paramedicina (com média geral de 84%, caraio!), é até bastante pertinente falar do jogo agora.

Em Doctor Life, você se torna um médico recém formado montando sua pequena clínica, que vai evoluindo e se transformando num enorme hospital. No começo, como a infraestrutura da sua clínica é simples, você só pode diagnosticar doenças simples, e medicar o paciente com remédios simples também. Ao construir novas instalações (como um laboratório, uma sala de raio X, um consultório oftalmológico), sintomas antes não identificáveis começam a ficar mais claros, e assim você vai podendo tratar uma gama maior de pacientes.

Photo 2015-03-27, 1 11 53 PM

Como você pode ver no screens acima, embora seja um jogo com aparência bonitinha e certamente simplificado no que diz respeito à ciência médica, eles não cartunizaram a coisa ao nível de um Theme Hospital da vida, onde pacientes tinham “DNA alienígena”, “cabelite” ou “invisibilidade”. Em Doctor Life, você constrói um laboratório de urinálise, que te permite começar a detectar níveis de nitrito e células brancas no mijo dos pacientes — o que pode significar infecção urinária.

Antes de construir esse laboratório, esses sintomas apareceriam na ficha do paciente como vários pontos de interrogação, impossibilitando o diagnóstico.

O gameplay funciona da seguinte forma: a cada dia, você abre seu centro médico. Pacientes começam a perambular pelo local, com pequenos balões de fala indicando que tipo de moléstia os aflige — problemas de visão, ou musculatórios, ou das tripa, e por aí vai. Clique num deles, e abre um pequeno relatório como o que você vê acima. Aí é questão de identificar os sintomas e diagnosticar corretamente a doença.

Photo 2015-03-26, 11 33 55 AM

Photo 2015-03-26, 11 16 16 AM

Os sintomas correspondem — de forma simplificada, mas correspondem — com as doenças reais, então se você tem algum background médico, vai ter uma facilidade maior no processo de aprendizado de diagnóstico no Doctor Life. O jogo não te ensina nada; você vai diagnosticar alguns pacientes erroneamente no começo até aprender como algumas doenças se manifestam. Uma vez que você identificou corretamente a doença, você precisa então tratar o paciente.

Photo 2015-03-28, 10 56 28 AM

Nessa etapa, novamente através de tentativa e erro, você vai aprendendo que medicamentos funcionam para quais doenças. Como no mundo real, há mais de uma forma de curar algumas doenças. E se você for como eu, que é burro e esquece de repor o estoque dos seus medicamentos antes de começar mais um dia, aparece um paciente com alguma infecção e você tá sem antibióticos, forçando você a indicar o doente a outro médico e perdendo aquela grana.

A manha do jogo é curar o máximo possível de pacientes durante o horário de trabalho do seu hospital, que começa bem breve e vai aumentando à medida que você constrói instalações que permitam isso (por exemplo, o gerador adiciona 15 segundos a mais ou seu dia; uma galeria de arte faz com que os pacientes passem mais tempo dentro do hospital, antes de perderem a paciência e irem embora).

Ainda não apresentei o jogo pra alguém da área médica que não tenha gostado da mecânica do gameplay.

Vê o jogo funcionando aí:

Tem pra iPhone, Android e PC. No iPhone e PC, custa US$2.99. Android, US$3.33.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

4 comments

  1. Tem pra Androooooid!
    Estava lendo o artigo e pensando: “puta que o pariu, mais um jogo foda queco Izzy indica e não tem pra Android”.
    Quando chego no final, vejo aquele link lindo pro sistema do robô verde

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *