[ MARAVILHAS DA MOTHER RUSSIA ] O carro desgovernado

Olá molecada! 2012 tá quase acabando e você aí lendo este blog, ein?

Então turma. O meu ilustre e jurídico amigo @gravz me deu uma sugestão interessante de conteúdo e eu achei que seria válido atender sua sugestão (a dele, não a sua, porque até onde eu sei você não me sugeriu nada).

You see, você já deve ter percebido que existe na internet uma miríade de vídeos de russos cometendo loucuras diversas e infrações de trânsito com resultados às vezes trágicos. Isso acontece (de acordo com uma explicação que li no reddit) porque na Rússia tentar scammear os outros motoristas com acidentes intencionais é um tipo de esporte nacional. Na corrida evolutiva, russos desenvolveram o hábito de acoplar câmeras nos painéis dos carros, para se defender de motoristas corruptos.

O efeito colateral dessa dinâmica entre scammers e cidadãos de bem é que foi permitido ao Ocidente pela primeira vez um pequeno vislumbre da loucura cotidiana que é a vida russa. E o vídeo que vos trago hoje, o primeiro numa longa (se Lúcifre quiser) série entitulada MARAVILHAS DA MOTHER RUSSIA.

Comecemos então com O Carro Desgovernado.

O vídeo abre com a visão em primeira pessoa do interior do carro do Alexei. Alexei, um aparente fã da banda oitentista Eurythmics, dirige tranquilamente (algo incomum para um russo, talvez ele não tomou sua terceira vodka do dia ainda) em direção à fábrica de Ladas onde ele trabalha. De repente, algo acontece ali no canto esquerdo da tela.

Do nada vemos Boris, Piotr, Vladimir e Ivan correndo alucinadamente no meio da rua. À primeira instância, imaginei tratar-se de um equivalente russo da Corrida São Silvestre. Tudo bem que ainda não é o dia da São Silvestre, mas sei lá que tipo de calendário ou fuso horário os Yosefs usam. De repente lá já é dia 31 de dezembro.

Por causa do meu contexto cultural, ao ver gente correndo no meio da rua sem um motivo claro imaginei que alguém teria berrado PEGA LADRÃO, ou o equivalente russo “ловит вора”. Talvez algum gatuno tivesse roubado as batatas de Mikhail, o que o fez invocar uma turba ensandecida em sua perseguição. Mas também não era o caso.

O que ocorreu realmente é que a tecnologia do freio de mão é algo indecifrável para os Ruskies, aparentemente. O carro havia sido largado na rua sem o acionamento do freio, e a gravidade não perdoa ninguém. O carro começa sua jornada ladeira abaixo, NA CONTRAMÃO, e os russos correm desesperados a seu encalço.

Quando uma colisão com um carro branco que vem na direção oposta parece inevitável, um dos malucos pula dentro do carro e o joga pro lado oposto, literalmente no último segundo. E a perseguição se encerra; alguns dos russos continuam correndo, embora em outras direções. Foram salvar outros Ladas errantes? Quem sabe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

23 comments

    1. Que seja uma série longa e próspera!
      Estamos esperando muito mais HORA DA JUSTIÇA e MARAVILHAS DA MOTHER RUSSIA, dentre outras.

  1. Essa tal de tecnologia do freio de mão é incrível e parece me perseguir. Eu sempre deixava meu carro na frente da casa da (ex) patrôa, quando uma bela noite eu resolvo botar pra dentro (falo do carro), o vizinho da frente esquece dessa tal tecnologia e o SUV (do inglês, carro pra quem tem pinto pequeno) desce a garagem arrebenta o portão e a lateral do carro do vizinho do lado, que por sua vez estacionou na “minha” vaga. Claro que não ficou só por isso… Um belo dia eu estaciono em casa, saio do carro, vou pro quarto, tomo um café e de repente, boom! Lá estava mais uma vítima dessa tecnologia, com o seu para-choque e lanterna traseira arrasadas ao irem de encontro com uma árvore. =(

  2. Excelente sugestão do Gravz e parabéns pela análise, Kid.
    Se me permite a pergunta: como reconheceu Vladimir? Depois da 6° cirurgia facial que ele se submeteu na tentativa de tirar as cicatrizes daquela briga com o urso, ele ficou bem diferente.

  3. Uma vez eu estava abastecendo o carro. Quando eu tava no caixa pagando o combustível ele passou por mim. Desde então sempre puxo o freio de mão e deixo a primeira engatada só por garantia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *