[ Maravilhas da Mother Russia ] Olha como esse maluco faz wraps em Moscou!

É, o HBD ficou sem atualizações por alguns dias. Podia estar roubando, matando, ou mentindo pros leitores, mas prefiro ser honesto: desta vez nem foi tanto a falta de tempo. Tava sem saco pra escrever mesmo!

Mas vamos ao post de hoje.

A grande maioria de nós, em geral, não se esforça taaaaaanto assim em seus trabalhos. O que há de mais comum na força trabalhista mundial — sim, mundial. Vagabundice não é produto exclusivo de brasileiros — é achar a forma mais fácil ou conveniente de executar suas tarefas, aquela permita cultivar a maior preguiça possível enquanto ainda mantendo o emprego. Uma vez que se encontra este método, o indivíduo passa o resto da vida empregando-o — sem jamais por grande esforço na performance, sem nunca se desafiar.

Este Boris aqui é outra história!

Este sujeito expressa tanto entusiasmo em sua profissão que você imaginaria que ele é o embaixador russo dos vendedores ambulantes ou coisa do tipo. A velocidade com a qual o fazedor de wraps prepara os quitutes é estonteante. Aliás, este combo de rapidez com precisão remete àqueles vídeos de braços robóticos montando microchips ou instalando portas em automóveis na linha de produção.

Você já foi num fast food qualquer e comeu um hamburger tão mal projetado que parece que o rapaz do McDonalds o montou com os cotovelos? E olhe que ele estava dedicando 100% da sua capacidade a montar a porra do lanche, sem firulas ou malabarismos como esse russo aí!

Tem uma hora ali aos 36 segundos que o maluco joga as duas espátulas (sei que não é espátula mas não sei o nome disto em português) na sua mesa de trabalho, e as duas retornam DAREDEVILMENTE às suas mãos de forma LITERALMENTE ninja. Não tenho dúvidas de que este rapaz poderia empregar seus talentos como assassino profissional se a demanda por wraps não fosse tão alta ali na Sibéria onde ele mora.

E quando o sidekick dele coloca os wraps no grill, este incrível artista marcial gourmet pega aquela pexeira de resolver encrenca no Ceará* e começa a fazer as mais acrobáticas firulas.

Deu pena é do pobre ajudante sem talento, que se limita a operar o grill em total humilhação perante o skill de seu chefe.

*Antes que algum desavisado resolva me denunciar pro Ministério Público por xenofobia: eu e minha inteira família somos cearenses, caraio. MONTESE REPRESENT (se bem que morei em todo canto daquela cidade)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

19 comments

  1. A única coisa mais impressionante que a velocidade é o tamanho da pexera que o sujeito faz malabarismo. O potencial de dar merda é GIGANTE.

  2. Mãe Russia mais uma vez provando ser o melhor pais.

    O legal disso é q dá um charme a mais no seu estabelecimento, talvez tenha neguinhos ae q pagaram mais pra ver o show do q pelo wraps.

  3. Rapaz, que sujeito eficiente! Até me imagino tentando usar uma facona dessas aí e o resultado sendo uma visita traumática ao hospital mais próximo.

  4. “E olhe que ele estava dedicando 100% da sua capacidade a montar a porra do lanche, sem firulas ou malabarismos como esse russo aí!”

    Se o DailyVlog fosse feito por um russo, teria firulas?

    Ps: sim, eu sei, sou muito engraçado.

  5. Não se preocupe com o jovem ao lado do mestre dos wraps, Kid. Tenho certeza de que ele não é um sidekick, mas um aprendiz, escolhido a dedo para receber as técnicas ancestrais da preparação de wraps.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *