Mulheres e suas implicâncias

Cadê a mulherada que lê essa porra? Temos pelos menos umas cinco, seis meninas lendo essa porra aqui? Eu acho um tanto improvável já que a temática e a execução dos textos que eu posto aqui nesse blog não é exatamente o tipo de coisa que tipicamente interessa meninas. A despeito disso vou fingir que há um grande público feminino lendo esta porra, e que ao menos UMA de vocês poderá me ajudar a entender um dos milhares de aspecto que tornam conviver com vocês tão desgraçadamente complicado.

UMA PRIVADAIsto é uma privada. A privada é a sua amiga. A privada é o que nos impede de excretar em qualquer lugar em que estejamos, tornando-a uma das poucas coisas que nos separam dos animais (entre as outras coisas estão o programa espacial, computadores, a medicina moderna, o sistema de meteorologia, o controle do fogo, a construção de armas de fogo, o mercado da bolsa de valores, videogames e polegares opositores). Se a privada não existisse, você teria que se expôr à indignidade de cagar atrás de arbustos, tal qual índios ianomames cujo estilo de vida foi abordado por uma matéria do Globo Repórter em 1993, ou atrás de latas de lixo, como alguns dos mendigos que habitam o centro da minha cidade.

A privada é uma verdadeira maravilha da tecnologia moderna. Mas por algum motivo que me elude, homens e mulheres não vêem a privada com os mesmos olhos. Homens vêem uma privada como uma forma de aliviar os intestinos ou a bexiga sem precisar correr pra trás de um carro estacionado na frente da mercearia da esquina e rezar para diversas divindades competidoras pra que seu dono não termine suas compras mais cedo do que o planejado. Mulheres, por outro lado, vêem a privada como mais um instrumento a intermédio de qual possam dar continuidade a um de seus hábitos prediletos – a constante encheção de saco.

Seguinte. Como a maioria dos homens machos do sexo masculino, eu tenho em meu DNA uma sequência de genes que é responsável pelo sexto sentido que nos acorda no meio da madrugada com a única intenção de se dirigir ao banheiro e mijar. Por motivos que meu psicológico nunca pôde explicar satisfatoriamente, tal gene permaneceu latente até meus 11 anos, me tornando uma das poucas pessoas no meu círculo de amizades cujo colchão passava mais tempo do lado de fora secando do que em cima da minha cama. Mas isso é assunto pra um outro post.

Então, bate as duas ou três da madrugada e minha bexiga envia o sinal para o meu cérebro, que passa a produzir quantias relativamente altas de adrenocorticotropina. Sem dúvida você deve até ter engasgado ao tentar pronunciar a palavra. Substitua-a por “aquele hormônio que prepara o seu corpo pra acordar”. Eu me levanto, coço a bunda lentamente enquanto movo a língua ao redor da boca apreciando aquele horroroso sabor que inunda suas papilas gustativas naqueles momentos logo após uma longa noite de sono. Vou ao computador, verifico meus emails, leio comentários do blog, posto em 4 ou 5 fóruns e finalmente lembro que estou com vontade de ir ao banheiro. Dirijo-me ao lavatório pra cuidar do meus negócios.

Essa é a parte que vocês precisam prestar atenção, meninas. Como quase todo homem de descendência não-judaica, minha piroca não foi mutilada momentos após meu nascimento. Meus pais podem ter tomado decisões horríveis sobre minha vida quando eu não tinha ainda o poder de fazer minhas próprias escolhas, mas eles optaram que eu não fosse circuncidado, e por isso eu os agradeço imensamente. Pai, eu sei que você está lendo esse artigo – quem tomou a decisão de não me circuncidade, você ou a mamãe? Me fale aí pra eu eu possa dar um bom presente de Natal pra alma caridosa que me poupou desse sofrimento desnecessário.

Então. O problema de ter um prepúcio é que, após passar horas desacordado, a posição em que essa camada de pele cobre a saída da uretra é absolutamente imprevisível. E, apesar de ter uma piroca por 23 anos, eu ainda não me me programei pra me lembrar, momentos antes de liberar o fluxo da urina, que a posição do prepúcio torna o simples ato de dar a mijadinha da madrugada uma grande confusão.

Às vezes seu membro genital “migra” por baixo da cobertura de pele que o protege, às vezes a umidade faz as bordas do prepúcio aderirem uma a outra. Desconheço a razão que provoca o fenômeno, mas o que importa mesmo é o resultado.

Vamos fazer um breve exercício mental pra entender o fenômeno.

Meninas, vocês já brincaram com uma mangueira. Lembra o que acontecia quando você bloqueava o fluxo da água com o polegar? Então, dependendo do diâmetro da abertura que seu dedo permitia, o jato de água se tornava completamente errático e imprevisível, não é?

A mesma coisa acontece com a gente. Eu sou míope, e muito raramente lembro de pôr os óculos antes de ir ao banheiro. Por causa disso, a baixa definição produzia pelas minhas retinas não me permite perceber que a, digamos, “configuração” do meu membro está bagunçada. Minha piroca executou uma operação ilegal e a limpeza do banheiro será finalizada.

O que acontece é que o jato de mijo, assim como o fluxo de água da mangueira do exemplo acima, se torna totalmente imprevisível. Outro dia mesmo por causa desse problema que afeta todos os homens não-circuncidados, eu mijei a cortina da banheira, a parede adjacente, meus pés, a lata de lixo e os rolos de papel higiênico sobressalentes que ficam convenientemente ao lado da pia.

A solução pra esse problema é levantar o assento da privada, permitindo um alvo mais largo e reduzindo as áreas mijadas não-intencionalmente às bordas de cerâmica da privada. E, como o assento da privada só é necessário pra homens em metade das vezes que vamos ao banheiro, ao contrário das meninas que são mortalmente dependentes do dispositivo, nós temos o costume de deixar o assento lavantado após executarmos nossas tarefas.

Aí que entra a parte que eu não entendo. Mulheres odeiam encontrar o assento levantado e isso todos sabemos. O que eu não sabia até morar com a minha patroa é o MOTIVO de tamanho desgosto. Acho que eu demorei a descobrir porque antes esse era o tipo de fato que eu apenas aceitava sem muita indagação, só recentemente fui exigir uma explicação.

Segundo a namorada, deixar o assento da privada levantado oferece um problema não de conveniência, mas de segurança. Eu sempre achei que as meninas tinham apenas preguiça de levantar o assento, ou talvez nojo de ter que manipular um objeto que potencialmente foi ensopado em urina masculina momentos antes (o que é burrice, afinal o assento está levantado justamente para protege-lo disso). O problema, segundo minha mulher, é mais sério.

De acordo com ela – e com outras garotas que interpelei após ouvir a explicação pra conferir sua veracidade – o problema é que as meninas às vezes vão sentar na privada na esperança de encontrar o assento, e  na sua ausência caem de periquita na gélida e potencialmente pútrida água do sanitário.This could be you

Eu fiquei simplesmente estupefato quando ela me apresentou essa explicação. Então quer dizer que a familiar reclamação feminina sobre o assento da privada não é por preguiça, e sim por burrice mesmo? Como é que você levanta da cama, se dirige até o banheiro, e se posiciona pra sentar na privada sem jamais abrir os olhos e notar que o assento está em posição vertical tal qual bandejas de aeroplanos, que devem ser recolhidas para a decolagem e aterrissagem?

Eu perguntei pra namorada se ela vai até o banheiro de olhos fechados, tateando as paredes até achar o caminho. Perguntei se a posse de dois cromossomos X dotou-as de ecolocalização que permite navegação independente da visão, e pressionei o ponto da minha teoria, elaborando que tal ecolocalização as deveria alertar sobre a posição do assento.

E ela, naturalmente, não soube me dar uma explicação convincente.

Meninas, é sério que vocês correm o risco de serem levadas na descarga se a gente esquece o assento levantado? Rola mesmo isso de cair de bunda na água, potencialmente se entalando no vaso sanitário e ter que recorrer à indignidade de berrar por socorro?

Estou aberto a uma explicação alternativa. Deixem algum comentário que elucide essa questão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

107 comments

  1. soh pra constar, todos os primatas superiores (chimpanzés, orangotandos, gorilas, etc…) também possuem polegares opositores… 🙂

  2. Impressionante que minha namorada dá exatamente a mesma explicação.
    Aliás uma noite dessas que estavámos dormindo acordei com ela entalada no vaso sanitário.

    Supreendente

  3. Ai cazzo, so eu de mina vou comentar essa bagaça?
    Lá vai: EWWWWWwwwwww!
    Dito isso, A minha opinião é que pode deixar a tampa levantada que não tem problema, mas se mijar na cortina e na tampa dorme no banheiro.

  4. HAHAHAHAHA
    Nunca tinha ouvido essa teoria e vou pesquisar mais.

    É foda, mijar de pau duro é tipo dirigir um carro em altíssima velocidade.

  5. hhaha,essa explicação exótica eu nunca tinha ouvido antes.eu sempre achei que era por pura questão de arrumação excessiva

    mas ecolocalização>>>>>>>all

  6. Minha namorada me deu exatamente a mesma desculpa e teoricamente, se dá pra relevar que você não está totalmente acordado enquanto mija, talvez ela não esteja totalmente acordada também.

    PS: que supervalorização do prepúcio é essa? Tipo, não é nada demais. Não dói, seu pau não fica menor e a probabilidade de pegar algum tipo de doença por falta de asseio é bem menor.

  7. Eric
    ” Não dói, seu pau não fica menor e a probabilidade de pegar algum tipo de doença por falta de asseio é bem menor”

    Errado….

    Câncer de pênis

    O câncer de pênis é um tumor raro, com maior incidência em indivíduos a partir dos 50 anos de idade, muito embora tumores malignos do pênis possam ser encontrados em indivíduos jovens. Está relacionado às baixas condições sócio-econômicas e de instrução, à má higiene íntima e a indivíduos não circuncidados.

    Fatores de Risco
    Homens que não foram operados de fimose possuem maior probabilidade de desenvolver este tipo de câncer. A fimose ocorre quando a pele de prepúcio é muito estreita ou pouco elástica, o que impede a exposição da glande (“cabeça” do pênis), dificultando assim uma limpeza adequada.

    Ou seja, e melhor operar o bixinho do que ve lo cair.

    UHAHUAUHAHUAHUAUHAHH

  8. Cara, mulher é tudo igual. Minha namorada deu a mesma explicação, e ainda deu uma crise de madrugada pq caiu na privada destampada.
    Tudo bem, nós temos problemas de mira, mas elas tem problemas de equilíbrio…

  9. Ué, se você pode esperar de sua namorada (e de todas as mulheres do mundo) que, num momento de mijada sonolenta ou de aperto infinito e urgente, lembre-se de abaixar a porra da tábua, ela também tem todo o direito de esperar que você tenha capacidade de se lembrar de levantar a tábua quando for mijar.

    Fora que em cerca de 70% das vezes que o vaso é utilizado, quando você divide o banheiro com uma pessoa do sexo oposto, é com o assento baixo. Isso, claro, considerando-se que você mija mais do que caga -- e, se assim não for, ou você bebe muito pouca água ou tem sérios desarranjos.

    A mim o assento erguido incomoda por questões um tanto supersticiosas -- do tipo, se é por ali que vai tudo o que meu organismo não aproveitou, quer dizer que é por ali que desce tudo o que não presta. Deixo a tampa abaixada porque não quero esse “portal” de energia de refugo aberto o tempo todo. Fora que a faxineira só vem uma vez por semana limpar o banheiro… E ninguém merece cheiro de privada suja espalhando pela casa.

    E puta que pariu, nem é a sensação de quase-queda que me incomoda, até porque nunca senti isso. O problema é levantar da cama quentinha, sentar pra mijar e sentir O GELO da porcelana nas minhas nádegas. Dá vontade de fazer greve de sexo por um mês quando isso acontece ¬¬

  10. Do mesmo modo (sonolento) que vocês não conseguem “mirar” direito, a gente, por impulso sonolento já chega ao banheiro sentando, oras.
    Além do mais, com o aperto, é praticamente impossível se programar para a observação prévia, assim como o kid ainda não me se programou pra lembrar, momentos antes de liberar o fluxo da urina, que a posição do prepúcio torna o simples ato de dar a mijadinha da madrugada uma grande confusão.

    E não é um medo de cair com a bundinha na gélida água e ser sugada pelos canos afora que nos apetrece. É só aquela ligeira sensação de quase-queda…tipo quando você está andando e não percebe que um degrau se aproximou, pisando em falso. É sentar em falso, simples assim.

  11. “(…)o problema é que as meninas às vezes vão sentar na privada na esperança de encontrar o assento, e na sua ausência caem de periquita na gélida e potencialmente pútrida água do sanitário.
    hasdjkhjkashjksadhjkajkha

    Bem, o foda é a gente ter que levantar a tampa, para não mijar nela, e depois baixá-la, um trabalho duplo, enquanto a mulher quer simplesmente entrar no banheiro e encontrar o assento no lugar pronto para sentar e fazer o serviço.
    Direitos iguais para ambos os sexos!

    Faça um teste: Tire o assento depois que ela dormir e veja se a encontra presa na privada na manhã seguinte.
    :doido:

  12. Minha namorada lê o teu blog.

    E, como o assento da privada só é necessário pra homens em metade das vezes que vamos ao banheiro

    Mas tu caga com freqüência, hein? Para mim, esta proporção deve estar em 1/7 ou 1/8.

  13. caralho…q BOSTA de desculpa…até parece q alguem cai mesmo de bunda no vaso…PQP.

    SEGUINTE… tudo que tem uma TAMPA requer ser TAMPADO, porra.

    e a tampa do vaso é para impedir que coisas quaisquer acidentalmente caiam ali dentro (não exatamente uma mulher sonolenta)… outra utilidade da tampa é tambem para pessoas ambientalmente conscientes que não dão descarga após liberar residuos não-sólidos, para economizar água (nesse caso a tampa só impede que o cheiro infeste o banheiro).

  14. A primeira metade do texto foi mais interessante (mostrarei para as fêmeas de casa), a segunda bem mais engraçada.

    Eu tampo totalmente a privada automaticamente após a mijada. Um problema subseqüente é quando eu tô com sono, AINDA tô mijando e fecho a tampa. É bem pior, caras.

  15. Hehehe, eu me tornei “iluminado” com relação à isso (baixar a tampa do vaso) quando fui dormir na casa de uma tinha (que só tem filhas). Engraçado como ser criado em uma casa com outros quatro homens (e a minha mãe, mas ela sempre foi minoria) cria determinadas deficiências na aprendizagem de determinados conceitos…

  16. “Bem, o foda é a gente ter que levantar a tampa, para não mijar nela, e depois baixá-la, um trabalho duplo,enquanto a mulher quer simplesmente entrar no banheiro e encontrar o assento no lugar pronto para sentar e fazer o serviço”

    falou tudo

  17. Sr T leia de novo o que eu escrevi.
    Você disse EXATAMENTE a mesma coisa que eu, com a diferença que disse que eu estava errado.

    O Instituto Universal vai até você.

  18. Não é preguiça nem burrice. É que o tapinha necessário para abaixar a privada parece requerer muito menos esforço quando você já está aliviado do que quando você está cruzando as pernas e morrendo de vontade de mijar.

  19. Eu SEMPRE verifico se está abaixada, mesmo sonolenta, tateio e abaixo. E nem brigo mais com o esposo para abaixar a tampa, caso perdido.

  20. Da mesma forma que vc nao tem capacidade de lembrar que o prepucio vai atrapalhar a sua capacidade de mijar no lugar certo de madrugada, sua namorada tbem pode nao ter a capacidade de lembrar que mora com um ogro que mija o banheiro todo e ainda deixa a tampa levantada…

  21. Bem… eu nunca caí no vaso sanitário, tampouco quando criança e corria risco maior ainda disto acontecer por simplesmente não caber direito no objeto. Mas, de qualquer forma, me incomoda o fato de encontrar o assento sanitário levantado, pois, visto que nós mulheres mijamos sentadas, os respingos de mijo batem diretamente na nossa bunda/coxa. Para evitar ter que tomar banho após cada ida ao banheiro, é muito mais prático abaixar o assento e continuar sequinha.

    Uma possível solução para este problema seria que os dois gentilmente abaixassem/levantassem o assento, conforme a vontade do sexo oposto.

  22. [i]A mim o assento erguido incomoda por questões um tanto supersticiosas -- do tipo, se é por ali que vai tudo o que meu organismo não aproveitou, quer dizer que é por ali que desce tudo o que não presta. Deixo a tampa abaixada porque não quero esse “portal” de energia de refugo aberto o tempo todo. Fora que a faxineira só vem uma vez por semana limpar o banheiro… E ninguém merece cheiro de privada suja espalhando pela casa.[/i]
    uhauhaUHAuauhaHU que doente

  23. A verdade é que nós mulheres somos cheias de merda. Se vc mija tudo a gente reclama também, se vc levanta a tampa a gente reclama também.

    Concordo com a guriah que disse que contanto que vc não mije a porra toda ou o banheiro todo, tá tudo certo.

    De resto, dá um chega na tua namorada, pq a grande verdade é que a gente não resiste hehehe!!!

    Que horror! Merry Xmas by the way, bitch.

  24. Assim como os homens mulheres também acordam no meio da noite com vontade de fazer xixi, pelo menos eu.Já me aconteceu várias vezes cair na privada, o que me dá um baita susto e me faz acordar rapidinho.Tenha a dignidade de abaixar a tampa, a menos que você queira que a sua namorada vá discarga abaixo. xPP

  25. Eu concordo com todos os comentários femininos acima. Leve em consideração TODAS as opiniões dessas mulheres, pois são muito convincentes. A experiência vivida por cada uma deu a elas a credibilidade de falar com certa propriedade sobre o assunto, por esse motivo, não subestime nem caçoe de seus comentários. Hahahahaha… mas que foram muito f* o post e os comentários, isso foi.
    Valeu, Kid… e saiba que somos mulheres que gostamos do seu Blog. (Y)

  26. Kid, sou mulher e leio seu blog com muita freqüência, só não sou de comentar!
    Mas hoje o post requeria um comentário, vai.
    Seguinte, absolutamente TODAS as teorias são válidas… a da ecolocalização, a de cair no vaso (principalmente), a do cheiro, até a das coisas ruins, afinal, vai entender as mulheres mesmo.

  27. naquelas que alguém acho que comentou ali em cima sobre a tampa:
    se ela existe é por um motivo… na hora de dar a descarga é bom tampar antes pra que todas aquelas micro gotículas cheias de cacaca -mijo, merda, sabe-se lá mais o quê- não se espalhem no banheiro inteiro, já que na hora da descarga elas literalmente saem VOANDO.
    é sim uma questão higiênica, pelo menos na minha opinião, já que eu sempre abaixo a tampa na hora de dar descarga.
    beigos :*

  28. Tudo o que já falaram deve ser considerado -- cair, sentar naquela porcelana GELADA do demônio, cheiro de privada, etc. No meu caso, sempre tem a possibilidade de derrubar alguma coisa dentro do vaso -- já aconteceu ò.ó -- então é melhor deixar tampado mesmo. (não é nem uma questão de praticidade injusta, porque nesse caso todo mundo teria que “levantar” tampas…A mulher a de fora, e o homem a outra também, e depois todo mundo baixava tudo =D)

  29. não tô acreditando que a mulherada está mesmo reafirmando a tese de cair no vaso… como vcs fazem qdo rola de ir mijar em banheiro de buteco?
    (detalhe… acho que temos menos equilibrio BEBADAS do que SONOLENTAS)

  30. O mundinho delas, cheio de manias, regras, estatísticas e padrões é incompreensível por nós, meros mortais.

    Admito minha inferioridade, mas convenhamos, somos mais práticos e graças a isso, mais felizes. 😉

  31. 1) É nojento ver resquícios de mijo anterior, ainda mais dos outros;

    2) Tampa pra cima = espaço maior. A não ser que você seja uma baleia, a probabilidade de perder o equilíbrio é grande.

    3) Cerâmica é fria.

  32. Na boa, nós homens as vezes também precisamos sentar no vaso a noite de vez em quando (sim o n° 2) e nunca corri o risco de “despencar” por esquecer de baixar o assento.
    Maaaaas uma dica interessante pras garotas é fazer o que minha mãe faz, ela coloca um tipo de capinha que não permite que assento fique lá em cima parado, ele fica caindo. O problema pra nós homens é que temos que mijar e segurar o assento ao mesmo tempo, tem que ser ninja (ou seja o chão do banheiro corre um risco maior)

  33. vsf, desculpa mais esfarrapada nunca vi huahuahaa

    se eu sempre lembro de levantar pra nao sujar a tampa, pq as mulheres não lembram de abaixar pra nao gelar a bunda?

    E tb tem direitos iguais, nós nao gostamos de encontrar a tampa abaixada, pq podemos esquecer de abaixar e mijar em tudo.

    Portanto, mulheres, levantem a tampa depois de usarem!!!

  34. Kid, sempre leio seu blog e há alguns dias venho reclamando que NÃO CONSIGO ME REGISTRAR NO FÓRUM HBDIA.

    Não me incomodo com assento levantado, nunca entendi bem o porque dessa implicância, me incomodo infinitamente muito mais com tampa mijada. Mas agora que o pessoal falou, parece mesmo mais higiênico abaixar a tampa pra dar descarga

  35. O lance não é cair dentro da privada, óbvio. Mas entrar no banheiro meio dormindo, sentar de uma vez só na privada e levar aquele susto com a porcelana geladaça.

    Abaixem a tampa, seus chatos! Aliás, abaixar inclusive a tampa de cima é mais higiênico e tal.

  36. Eu sempre leio seu blog -- só tenho preguiça de comentar.

    Prefiro acreditar que sua namorada, no desespero de tentar arranjar uma justificativa pra brigar contigo, só conseguiu pensar naquilo. O fato é que bem como os homens tem o gene que acorda no meio da madrugada, as mulheres tem o gene que torna a visão de uma privada com o assento levantado simplesmente insuportável.
    Simples assim.

  37. *todo homem ja mijou sentado*

    da um trabalhinho, abrir bem as pernas pra poder mirar a rola pra baixo, quase batendo no assento. fora que eh moh coisa de viado.

    mas ateh que eh divertido e o risco de respingar eh zero, alem de nao precisar levantar o assento :))

  38. TEm mulheres lendo seu blog sim. Descobri seu blog no orkut por acaso, achei curioso e fui ver o que era. Amei, e venho lendo quase todos os dias. No início minha mãe perguntava o que é que eu tanto ria de frente pro computador ás 02:00h da manhã e eu disse:”só lendo”.Hj ela já se acostumou.
    O lance da privada, apesar de ser mulher não entendo muito,acho frescura, mta frescura. Como o Catito ai comentou: “Se o assento estiver levantado…PORRA ABAIXEM!”
    Parabéns pelo blog, pelas idéias e criatividade. Parte das minhas risadas da madrugada devo á vc
    abçs

  39. Pra quem tem o membro grande privada so da trabalho, por isso que eu digo, viva o mictorio, voce nao mija na parede teto etc e nao arranja briga com a patroa por causa de seja la o que for que aconteceu na privada, a nao ser que voce faça o numero 2 e nao de descarga, mas ae voce eh um lazarento mesmo que nao merece viver com alguma companhia.

  40. Eita kid,

    Ahaha, também não sou circuncidado e sofro os mesmos problemas na hora de mijar. Exatamente igual!
    Gostei do exemplo da mangueira. Se algum dia eu tiver que dá uma explicação igual a esse post, com certeza usarei esse exemplo!

    Volta e meio tento mijar sentado, mas é fodz ¬¬

    Ehe, eu nunca teria coragem de escrever um post sobre isso. Você é o cara 🙂

    Gostei do post, muito bem escrito, SEU BLOG ROCKS 😀

  41. eu sou então parte uma das 5 mulheres que lêem seu blog. que máximo!

    na real eu nunca tinha pensado no fato de que, caso algum homem sem noção deixasse a tampa do vaso levatada eu pudesse cair e talvez até não conseguir voltar sozinha (o que me levaria à uma situação muito constrangedora: pedir à alguém pra me tirar de dentro do vaso.)

    O que eu acho é o seguinte: se vcs não conseguem sequer mirar num buraco com um diametro váárias vezes maior do que sua , hmm, piroca o problema não é nosso. Simplesmente levante a tampa, faça o serviço, e depois à abaixe. Mesmo pq é isso é um caso de saúde pública quase; imagine a quantidade de bactérias e vermes q existe naquela água que, em contato com qualquer parte de qualquer mucosa do corpo humano pode trazer seríssimas doenças com o final -ose, ou -éia. Completely disgusting, don’t u think?

    Bjooo!

  42. Muito bom seu post. Eu costumo ler seu blog mas não comento e não, não sou mulher haha 😛

    E confesso que não conhecia essa teoria da queda na privada, e só acreditei depois de ler os comentários de várias mulheres aqui enfatizando a tal teoria huahau

    E eu, pessoalmente, depois que vou ao banheiro, tanto depois do nº1 como do nº 2 sempre abaixo a tampa da privada mesmo, é mais higiênico e tal e depois que vc acostuma já nem percebe mais.

    Porque segundo o que li uma vez, na hora da descarga as bactérias podem se espalhar pelo ar e caso a sua escova de dentes fique exposta na pia elas podem ir parar lá e horas mais tarde vc vai escovar os dentes com simpáticas bactérias fecais 🙂

  43. Orra…

    Tem muita mulher lendo o blog sm viu???
    Eu leio faz mó tempo mas nunca comentei… ¬¬’

    Ah, a ceramica é fria pra kct..

  44. O pior pra mim não é o assento levantado e sim todo aquele xixi em volta da privada, ou seja, no chão!
    Fim de semana na minha casa é sinônimo de banheiro com cheiro de urina, tipo banheiro de bar…
    A frase que digo sempre pra ele quando vejo o chão todo respingado -> “que saco ter que limpar teu xixi sempre, vê se mira esse pinto dentro do vaso!!!!” 😉 Vlw
    Vou fazer um post no meu blog sobre esse assunto ok!
    Lógico que farei referência ao teu!!!!!

  45. O K-Max: fez um cometário acima dizendo q todo homem já mijou sentado!!!! Será?!!!
    Fiquei curiosa… vou perguntar pro meu namorado se ele já fez tbm… rsrsrs

  46. P.S:
    Sei la… mijar sentado é mó coisa de viado… mas as vezes é necessário o.O

    Sabe…depois do nonagésimo esporro da namorada, e da primeira greve de sexo a gente perde um pouco da noção do ‘viadagem’ pra não perder a noção do sexo…

    Sim, todo homem já mijou sentado… e de joelhos tmb funciona às vezes…

  47. cara eu vou perguntar a minha mãe se ela desce pela privada, porque eu tenho uma suite no quarto e para falar a verdade eu nem tenho tampa de privada xD
    e quanto a bagunça, meu banheiro e cheio de roupa no chão…
    acho que eu me adaptaria fácil ao homem nesse sentido. (porque eu não uma daquelas macho-femea, eu sou hetero! so que um pouco descolada…)

  48. Todo esse problema seria simplismente resolvido se vocês, homens, se sentassem pra mijar. Pense bem: o banheiro continuaria limpo e vocês ainda evitariam a aperreação de ouvir as reclamações femininas. Sem contar que é mais confortável…
    Falando nisso, vocês sabiam que na França já rolou uma campanha para que os homens mijassem sentados? Foi há pouco tempo. E na Suécia há um artigo de lei obrigando o homem a urinar sentado em locais públicos, se não me engano.
    Mas, respondendo a pergunta, acontece sim de a gente cair na privada caso não percebamos que o assento está levantado. Não é burrice. É que, dependendo do modelo da privada, o assento, quando levantado, se confunde com a tampa do vaso e nós, em uma rápida olhadela, não percebemos que ela está levantada. A probabilidade de isso acontecer é 50 vezes maior se estivermos muito apertadas.
    Acontece que nós, pobres mulheres, temos uma capacidade de segurar o xixi bem maior que a dos homens, que têm a bexiga menor. Nós, cientes dessa nossa capacidade, temos o mal hábito de segurar o xixi até a vontade passar. E passa… Mas volta. E quando volta, puta que pariu!

    Hope I’ve answered!

  49. Ah, tá. Esqueci de explicar o principal. Mas é meio óbvio.
    Pois bem. Quando nos sentamos na privada, além de normalmente estarmos afoitas, esperamos encontrar um assento para acomodar nossas bundas. O assento elimina a possibilidade de cairmos na privada. Aliás é por isso que ele é menor que o vaso. Sem o assento, qualquer um pode cair.
    A união entre o desespero de esvasiar a bexiga e a esperança de encontrar o assento abaixado dá nisso. Sacou?

    P.S. Quando eu disse acima : “…o assento, quando levantado, se confunde com a tampa do vaso e nós, em uma rápida olhadela, não percebemos que ela está levantada.” eu quis dizer ele está levantado(o assento), no masculino.

    P.P.S. Desculpe o enorme comentário. É que eu empolguei.

  50. Pra mim eh questão de higiene mesmo
    jah foi comprovado em exdperiencias que se vc der a descarga com a tampa aberta, particulas microscopicas voam e infestam todo o seu banheiro.

    BEM AGRADAVEL SABER Q NA SUA ESCOVA DE DENTE TEM COLIFORMES FECAIS

    por mim não eh pelo assento e por cair, mas eu não quero resquicios di urina e e fezes, na escova de cableo, dente, creme, algodão e etc…

  51. Eu tenho nojo da tampa aberta porque cada vez que a descarga é dada (com a tampa aberta) a contaminação, não só do ar, mas do banheiro todo, incluindo a escovas de dente, é maior… portanto quanto menos tempo de tampa aberta (só o assento não adianta, como acredito que todos tenham concluído) menos contaminação (de bacterias principalmente) melhor! 🙂

  52. “Minha piroca executou uma operação ilegal e a limpeza do banheiro será finalizada.”

    HUAHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAHAUHAUHAUHAHAUAHUAHA

    véi, tipo

    HAUAHUHAUAHUAHUAHUAHUAUAHUAHUAHUAHAUHAUHAUAUHA

    Não sei doque rio mais, da matéria ou dos comentários….[2]

  53. Nunca ouvi falar de garotas que caem na privada UHAuHAuHAU…
    Em casa com criança pequena até é mais facil entender, mas que seja…
    Sempre achei que muitas meninas implicavam apenas pela questão estética mesmo.

  54. kkkkkkkkkkkkkk
    nunk tinha imaginado uma mulher caindo na privada.
    kkkkkkkkkkkkkk
    Achei que morreria sem saber disso se nun fosse o kid.
    kkkkkkkkkkkkkk
    jah imagino elas caindo

  55. Kra post muito instrutivo realmente ampliou horizontes pq tem varias coisas q saum tabus e um foi batido *palmas*

  56. Na maioria das vezes fecho com a tampa, pq acho mais “bonito” “higiênico”, etc. Impede que alguma coisa caia ali dentro.

    Mas não é sempre, uma vez ou outra eu esqueço ou nem faço. Se elas dizem que não tem como se auto-programar pra verificar se o assento esta abaixado na hora do aperto/sono(coisa que eu consigo fazer), não podem reclamar se mijarmos no assento nessa hora tb.

  57. Bem, eu sei que o post é antigo, mas quero comentar. O motivo de eu reclamar tanto, naum é o fato de deixar o assento levantado, até por que isso quer dizer que vc se preocupou em pelo menos, não mijar todo o assento. o Fato é, que depois que o cara vai se aliviar, ele dá a descarga com a tampa levantada! Isso me deixa profundamente irritada! Isso quando ele se importa em da a tal descarga, e quando não faz? A casa fica fedendo a xixi choco! Que nojo! Isso sim, me deixa irritada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *