O futuro será sensacional

Como vocês bem sabem, sou um grande amante de tecnologia. Como tal, uma das coisas que mais intriga minha mente é o que o futuro nos trará em matéria de gadgets para o dia a dia.

Por exemplo, vejam só. Já mencionei aqui no blog, mas este foi o meu primeiro mp3 player baseado em memória flash:

Ganhei de presente do meu pai em 2004. Ele só tinha 64mb de memória (o que dava pra mais ou menos um álbum inteiro, o que me satisfazia perfeitamente na época), funcionava com uma pilha AAA, não tinha backlight, não tinha suporte a playlists. Era mais ou menos do tamanho de uma caixinha de fósforo. Aliás, caixinhas de fósforo ainda existem?

Era extremamente rudimentar (se você comparar à tecnologia atual), mas esse aparelhinho me fazia feliz como poucas posses minhas fizeram. Naquela época, poder baixar um mp3, plugar o cabo USB no bichinho, transferir a canção — demorava um bocado, porque era USB 1.0 — e sair pela rua ouvindo a música recém-baixada meros minutos atrás era uma total mudança do paradigma da forma que ouvíamos música.

Atualmente, o meu mp3 player é um iPhone 4.

A foto é bem antiga, mas o wallpaper e a disposição dos ícones jamais mudou

O meu iPhone está para quele Lyrazim como uma nave espacial está para um pedaço de pau afiado que os homo erectus usavam pra cortar o cordão umbilical de seus filhos macaquinhos.

A analogia parece exagerada, mas não é. Comparar o popular smartphone — utilizado apenas por pessoas de bom garbo, ao contrário dos celulares Android, preferido por ex-presidiários, charlatões religiosos e pessoas que não pagam a mensalidade da escola dos filhos em dia.

Não bastasse o iPhone ter 4 mil vezes o armazenamento daquele mp3 player…

Obrigado, Wolfram Alpha! Eu sou burro. 

UPDATE: Ih, pelo jeito o WA é burro também. Ele concluiu que o meu “gb” era gigabyte (o que estava correto), mas que o “mb” era megabit. O resultado tá errado, mas note pelos search terms que usei que a culpa não foi minha!

Então, além de ter 500 vezes mais armazenamento que o Lyra — agora parece bem menos impressionante, né? –, o iPhone ainda faz ligações, tira fotos, filma, posta tuítes, cai na minha cara quando estou postando tuítes deitado na cama, roda Sonic, controla meus computadores à distância… é simplesmente dufuturo a porra desse celular.

Só que, tal qual aquele mp3zinho que tanto me satisfazia, um dia sem dúvida o atual iPhone 4 parecerá ridiculamente antiquado em virtude do advento de tecnologia superior.

E eu olho pro meu iPhone e me pergunto o que seria tão avançado que não pareceria uma mera evolução natural do iPhone, mas algo a anos-luz de distância dele.

(Sim, mongolóides, eu sei que anos-luz é unidade de distância e não de tempo. A metáfora significa que o futuro iPhone está distante do atual no sentido de que é muitíssimo melhor)

E hoje eu descobri o que me faria olhar pro meu celular como se ele fosse uma pedra com botões.

Este vídeo é sensacional. Ele mostra um futuro conceitual em que superfícies de vidro agem como método de interface com os vários sistemas eletrônicos na sua casa, carro e bolso.

O celular mostrado no vídeo, em particular, é a parte mais fantasiosa. Sendo quase totalmente transparente, não sobra muito espaço pra componentes e, mais importante, uma bateria. Mas tenho esperança de que um dia, avanços em nanotecnologia permitirão componentes e baterias minúsculos que cabem tranquilamente naquelas bordas não-transparente do celular.

É foda. Eu tenho algumas soluções digitais que facilitam minha vida (boa parte delas orbita ao redor da capacidade de controlar meu PC a distância com o iPhone, (algo que ensinei como fazer aqui), ou de armazenar arquivos na nuvem virtual que pode se acessada de  qualquer lugar, seja computador ou celular.

Aí vejo esse vídeo e me sinto um homem das cavernas esfregando dois pauzinhos pra poder cozinhar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

72 comments

  1. Windows surface já faz mais da metade das coisas vistas neste video.

    A idéia de um vidro que passa imagem já foi apresentada pela LG e samsung.

    Um plástico que transmite imagens e videos também já rola há um tempinho, Epaper.

    Enfim. O video é legal, pelo menos sabemos que eles curtem pacas as idéias do Tony Stark.

  2. Engraçado é que no vídeo, mesmo com toda essa tecnologia, ainda somos nós que cozinhamos, e não uma máquina.

  3. Ainda me lembro de um belo em que fui para a escola e tive meu cerebro transformado em pudim ao ver ao vivo um ipod touch pela primeira vez. Era completamente impossivel para mim que um pedaço de plastico com uma placa de silicio e um visorzinho pudesse apresentar tantas funções de uma forma tao pratica, e hoje em dia aqui estou adando com dois desses no bolso quase que o tempo todo com a maior naturalidade do mundo.
    E ate estranho imaginar no mundo DU FUTURU o quanto o limite da tecnologia estara proximo do limite da Imaginação, e o quao normal isso sera para nos.
    Isso ate me faz sentir falta da epoca que 16 bits e 10 botoes eram os reis da tecnologia e sinonimo de felicidade ^^

  4. Cara, faz tempo que não comento aqui, hein!

    Mas eu sempre leio. Sigo seu RSS.

    Esse vídeo simplesmente arruinou qualquer perspectiva que eu tinha de futuro e ainda achava que era algo avançado. It just blowed my mind. A cada novo dispositivo mostrado mais baba era derramada sobre minha camisa.

    Petacular.

    1. BLOWED!?!??!?!!?!? HUHAUHAUHAUAHUAHAUHAUAUH!!!!

      Tipico leitor do HBD. Pensa que eh norte-americano e nao a “ralé” do Brasil e não sabe nem conjugar um verbo em ingles.

      1. A palavra “é” tem acento e não tem H, a palavra “não” tem acento, “típico” tem acento e “inglês” tem acento. Aprende português antes de falar inglês, amigo.

        1. Por que vai se meter a falar inglês sem motivo algum? Não vi nada que precisasse ser dito em outro idioma ali no comentário.

          1. aqui é um lugar de descontração, você pode dizer o que te vem a mente, assim como tem gente que fala “first” ou outra coisa e apenas ignoram…sem contar com o argumento de que o anfitrião do blog mora no Canadá e fica legal usar termos em inglês, mesmo sem necessidade (por mais que eu não os use)

            sei lá, vou calar a minha boca que vai sobrar pra mim daquiapouco

  5. 0:22 seven a.m. wake up got have my bowl…:D

    um vidro servir de câmera… haja nanotecnologia…

    antes da tecnologia chegar a esse ponto, a nwo jah matou todo mundo e todos chora.

    e vah gostar de vidro assim lah no futuro…

    1. Mas se você pensar bem, vidro é uma das melhores opções que temos em mãos para toda essa flexibilidade. É transparente e capaz de projetar imagens, existe algo melhor? Vidro é só um exemplo de material que conhecemos, poderia ser qualquer outra coisa “vidro-like” que fosse feita de um material totalmente novo que nem podemos imaginar ainda.
      Só me perturba como seria manter todos esses vidros limpos, se as manchas de gordura na tela do meu celular já me incomodam, imagino como lidaríamos com elas espalhadas pela casa inteira. Se bem que, até lá, não teríamos somente produtos capazes de limpar essas manchas como um material que não suje, eu espero.

      1. cara, eu uso um celutar na HTC com windows, a tela dele eh oleofobica ( escrevi certo em portugues? ). Nao tenho problemas com gordura na tela =D

  6. O engraçado é ver tanta tecnologia ‘futura’ em funcionamento e ainda ver neguinho tendo que digitar respostas num teclado virtual…

    1. Também achei essa parte do vídeo fora do contexto DUFUTURO, já que na próxima versão do iOS já teremos speech-to-text… Ok, já existe STT faz bastante tempo, mas como sabemos, sempre que a Apple resolve fazer uma coisa que já existia eles fazem bem feito…

  7. é realmente engraçado como as coisas evoluem rápido na tecnologia, hoje nós não compramos um PC, que dura mais que 2 anos, não que ele não vai da conta daqui a 2 anos, mas daqui a 2 anos os programas, jogos, sites pornôs ou whatever que você faça na internet, ja vão ta exigindo algo totalmente diferente de processamento que é hoje.

    Isso sem falar, que eles seguram muita tecnologia, eles ja tem tecnologia o suficiente pra botar um Celular com camera de 15megapixels sem problemas nenhum, mas eles vão fazendo isso gradativamente, e assim arrancar nosso suado dinheiro, ganhado honestamente (ou não) nesse país de merda (em termos tecnológicos e etc.)

    Ainda não entra na minha cabeça como um fdp, inventa umas paradas irreais como essas que ja temos hoje. pra mim só tem uma explicação: Alienígenas. rss

  8. Será que os videogames vão ser iguais àquela propaganda do Playstation 2 que mostrava um “futurístico” Playstation 9?
    Ou será que o paradigma dos “videogames de mesa” vai deixar de existir?

  9. Bom, considerando que ainda usam touchscreen no video, digo que ele não foi tão longe. A onda mesmo seria ser tudo com reconhecimento de voz e touchless, vide Minority Report (que necessita de um acessório apontador, mas tá valendo), vide Kinect (e hacks), vide o…. Tony Stark do RDJ.
    Po, se estivesse me arrumando e lendo os twits, a ultima coisa que ia querer era ter que esticar meus dedos até a parede p/ dar um reply.

  10. Puts, vai chegar um dia em que as pessoas não vão nem saber como chegar em casa de tanto usarem o GPS do iPhone. Imagina se um dia você sai com pouca bateria e ela acaba, como fazer pra voltar pra casa?

  11. hahahaha, já tinha visto esse vídeo.
    quando comecei a ler sobre tecnologias defasadas lembrei desse video na hora. faz qualquer coisa parecer neandertal..

  12. Tava até pensando nisso ontem por coincidência. Uma coisa que tá defasada PRA cacete é a tal da bateria de gadgets. Tem-se aí uns bons anos que não se evolui nesse sentido. Estacionamos nas baterias de íons de lítio e por aí ficamos.

  13. Eu imagino que coisas impressionantes mesmo surgirão quando conseguirem transmitir energia e dados através de pares de átomos entrelaçados quanticamente (não é technobabble, isso pode ser feito sim). Imaginem as possibilidades…
    Assim seria possível se ter um smartphone transparente, sem bateria, e ainda mais, poder de processamento gigantesco (pois todo o processamento seria feito remotamente em um servidor), velocidades de transmissão de dados colossais, etc.
    Isso sim faria o presente parecer a idade da pedra.

  14. Acho que essa previsão DUFUTURU no que se refere aos celulares esta esquivocada. Até onde eu sei os cels DUFUTURU não usaram mais telas rígidas. E eu espero, do fundo do meu coração, que eles rodem Android 49.2 :trollface:

  15. “Aliás, caixinhas de fósforo ainda existem?”

    Existem, sim, Kid. Aqui nesta pátria-amada-idolatrada-salve-salve são usados nos BANHEIROS para provocar a combustão dos PEIDOS que a galerinha solta, substituindo o cheiro cadavérico proveniente de certos intestinos pelo de… PEIDO QUEIMADO.

    É sério! Seus demais leitores brasileiros podem confirmar isso. Já vi caixinha de fósforo em banheiro de RESTAURANTE!!!

  16. Boa parte dessa tecnologia já está disponível em formatos diferentes. É tudo uma questão de adaptação e trending.

    O que me incomoda é que um futuro desse jeito não funcionaria de forma tão organizada e plena como é demonstrado no video. Uma placa de vidro que reconhece o cliente assim que entra na loja é inviável, logisticamente (provavelmente o cliente precisaria ficar parado durante um tempo, ou acessar manualmente o sistema). Alguns formatos não seria tão fluidos e intuitivos como demonstrados, (pelo menos não TÃO cedo) e uma sociedade só se adaptaria a uma realidade dessas em uma curva de aprendizado muito longa

    Ou seja, grande parte dessa tecnologia está a 5 anos de distância, mas essa realidade está a pelo menos uns 15/20 anos.

    (uma pena, porque esse video é muito foda)

    1. Sem contar que em paízes sobdesenvolvidos como etiopia, nova guiné e brasil isso custaria bilhões de dinheiro o povo la ia roubar de qeum tivese pq vale maios que roubar orgao saca

    2. Concordo plenamente. Aliás, ia dizer algo nesse sentido, mas tu disse melhor do que eu.

      Agora, o sujeito percebe que está ficando velho quando repara mais na arquitetura da casa do que na tecnologia (“nossa, duca, acho que vou arrumar o meu quarto de casal desse jeito!”).

      Só não estou tão velho para deixar de perceber que a atriz é gata! 😉

      1. “…Uma placa de vidro que reconhece o cliente assim que entra na loja é inviável, logisticamente (provavelmente o cliente precisaria ficar parado durante um tempo, ou acessar manualmente o sistema)…”

        li essa parte do seu texto e pensei numa porta giratória feita de vidro, o cliente empurra a porta com a mão e ela lê a impressão digital do cara e identifica quem é o cliente

  17. bem, acho que anos-luz é uma unidade de medida para distancia. mas como o tempo está ligado ao espaço (e alguns diriam que é até a 4ª dimensão), podemos dizer que anos-luz é uma unidade para tempo e distancia juntos.
    Mas tudo isso não passa de uma teoria minha XD

  18. Kid, acho que você esqueceu de terminar a frase aqui:

    “Comparar o popular smartphone — utilizado apenas por pessoas de bom garbo, ao contrário dos celulares Android, preferido por ex-presidiários, charlatões religiosos e pessoas que não pagam a mensalidade da escola dos filhos em dia.”

    Comofas

  19. Isso de esperar pelos capítulos do outro post, torna os posts novos mais frustrantes e desinteressantes. Pense nisso.

  20. Ehhh… parece que no futuro haverão marcas de gordura de dedo por toda parte hehe.

    Acho mais plausível o futuro do filme Idiocracy do que o desse vídeo, mas a esperança é a penúltima que morre então vamos torcer!

  21. O interessante é que a maioria dessas porras ae já existem, faltando apenas um ou outro aperfeiçoamento. Só é caro pra caralho.

    Vidro que muda a opacidade com eletricidade? Check.
    Fogão que usa eletromagnetismo pra aquecer? Check.
    Tela toch-screen? Check.
    Telas semi-transparentes? Se encaminhando para produção em massa.
    Baterias pequenas e que duram? Necas. 😀

  22. Kid, já deu uma olhada no Graphene (Grafeno)? É a nova tecnologia, pelo que apresentaram até agora e se o ritmo dos estudos continuar, em breve estaremos com um aparelho feito de Grafeno. Taca no youtube 😀

  23. “Android, preferido por ex-presidiários, charlatões religiosos e pessoas que não pagam a mensalidade da escola dos filhos em dia.”

    Eu ri, mas tenho android e nao é tão ruim seu FDP!

    1. “Tão ruim”? lol o Kid só esta trollando aleatóriamente na esperança que alguém venha correndo xingar a mãe dele e dizer que o android é a 8a maravilha do mundo…

      “É algo absurdamente errado dito apenas pra angariar correções revoltadas.” [sic]

  24. O mais legal é saber que o futuro não vai ter absolutamente nada a ver com esse vídeo.

    Esses visões do futuro praticamente nunca acertam. Eles só servem pra gente ter certeza do que não vai acontecer.

  25. Meu primeiro player de musica tinha 256Mb de Memoria e usava uma pilha AAA,conexão USB,só que na epoca eu não tinha computador,ai tinha que ficar pedindo para o visinho colocar musicas.Hoje em dia meu smartphone tem 16GB de Memoria e eu baixo as musicas por ele mesmo.

  26. An an, a mulher incentivando o desperdício de água, no final do batente não tem sexo.. que futuro de merda é esse? UAHUASH

  27. E se existir um limite físico pro aprimoramento das tecnologias?

    Usar todos os eletronicos em vidro é tão patético quanto nossos ancestrais (20 anos atrás) pensavam que hoje teriamos carros voadores…

  28. É caro Kid … Ontem recebi um toque sobre um “carro anti-gravitacional” da Audi. E o projeto parece algo assim como um veículo espacial quase como esses que a gente chama de “Não-Identificados”, futuro do futuro mesmo. Mas, cara, tem algo importante a dizer aqui pra esse pessoal que visita seu site:

    “Quando enclausuraram o conhecimento humano em mosteiros (quando foi minada a sapiência dos sábios), o acervo da sabedoria foi mirrado e depois esparramado como misticismo e crenças. Os que culminavam a ciência foram lesados, e fanfarrões míticos ajoelharam-se compactuados com imperadores soberbos e imprestáveis, com o fito de impor domínio civil e escravidão. Aos tropeços a humanidade capengou até nossos dias; e de 1970/80 para cá ao invés de fulgurar a realidade de um novo recomeço da Civilização, as corjas de parasitas impetraram um cêrco civil de pavor e terror; separando tudo e a todos de todo jeito. E a Sociedade com fenomenaís alcances da Tecnologia viu-se a chafurdar na ignorância, sem ter noção do que está a lidar, fazendo de si própria agente do efeito-reverso do que se transformou por suas próprias mãos.”
    De postagem-repúdio no Clube Natureza Gleam.
    Em congratulação com as consciências civis do Diário Ateísta e do Que Treta e do Hoje É Um Bom Dia.
    Vamos lançar o site com o mesmo nome do blog acima para tratar de uma tal impactante amostragem de fatos que estão sendo boicotados pela vigente liderança teo-socio-política, confusa e já extremamente desonesta e criminosa para conosco. Detemos agora, documentos irrefutáveis da insânia dessa liderança, ao mirar LASERS para a atmosfera dissipando sem responsabilidade alguma calor na atmosfera, numa belicosidade que extrapolou já o mero assassínio contumaz de nossos infantes para seus sacrifícios de fidelidade. Nós estamos a um fio de sermos responsabilizados por nossa covardia do “foi com os outros”, por estarmos distraídos com nossos bibelôs-cachorrinhos--de-nosso-feliz-cativeiro enquanto deixamos que toda nossa Civilização seja tida como um só bando de criminosos irresponsáveis, diante do alcance da consciência que devíamos exercer com brio civil; porque não só nos chafurdamos na bestialidade de vigiar e matar crianças a sangue frio, a mando desse e daquele hipócrita-mandante escorada em ladainhas de divindades. Nos desencontramos do Sublime, que é honrar a sutileza e maravilha que a Natureza dá à uma flor, e descambamos para a vaidade estúpida de interesses açulados sem limites de contas e dignidade. Ameaçamos vidas externas à bizonhice de nossa mediocridade civil no solo desta nossa localização espacial. Agora, num instante que devíamos estar a recepcionar os que trafegam próximos à nossa atmosfera (toda a comunidade científica, NASA, empresas sérias de pesquisas espaciais, sabem disso), nos atiramos com pés e mãos e cabeça, na vergonha e na covardia beligerante, a ponto de já estarmos sendo vistos como não sendo dignos de pisar e usufruir e nos chamarmos de vida neste Planeta.”

  29. Porra Izzy tudo bem que vc não morre de amores pelo android mas dizer que apenas :”ex-presidiários, charlatões religiosos e pessoas que não pagam a mensalidade da escola dos filhos em dia.” usam o sistema do Google é foda eu uso android é porque não tenho o dinheiro pra um Iphone.

  30. acho massa tudo isso ,mas a medida que a tecnologia avanca pra melhor ,algumas coisas pioram cada vez mais….com celulares e mp3 cada vez menores ,fica mais facil de perde-los (ja perdi 3 ipods lavando roupa) ,isso sem falar nos cartoes de mini sd

  31. Gente eu uso Android e não sou ex-presidiário, charlatões religioso e pessoa que não pagam a mensalidade da escola dos filhos em dia. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *