PAREM COM ESTA PORRA: uma carta de amor aos hipsters gastronômicos

Eu saio do Brasil por apenas 10 anos e vocês permitem que toda uma raça maldita se instale em nosso país: os hipsters gastronômicos.

De uns tempos pra cá eu tenho notado uma onda de idolatria das comidinhas que se vê em filmes. Nenhuma rede social refletiu melhor o fenômeno do que instagram, que é populado quase inteiramente por fotos de copos de Starbucks, cupcakes, kitkat e coisas semelhantes. Faz bastante sentido, né — aquela é a rede social dos hipsters, afinal de contas.

Há mais fotos de cupcake no Instagram do que cupcakes no mundo

Toda essa idolatria de trivialidade me deixa intrigado. Sim, trivialidade — você acha que alguém aqui realmente venera cupcake e Starbucks como vocês o fazem aí? Sinto informar que não.

Eu não entendo essa necessidade de elevar a comida gringa a um status de divindade culinária porque temos, em nosso amado solo nacional salve salve a pátria amada, comidas que põe todas essas merdas aí que vocês não cansam de comprar pra pôr foto no Facebook.

Cheddar, por exemplo. Não sei se estou nos círculos errados mas alguns parecem se referir a cheddar como se fosse a cura pro bicho-de-pé. Enchem a boca pra pronunciar o nome da parada. XÉDAR. Anunciam que um tal sanduíche “vem com queijo cheddar” como se isso fosse objetivamente superior.

Mano, cheddar é a porcaria mais processada e cheia de gororobas industriais e sabor artificial que EXISTE. A lista de ingredientes do queijo cheddar deve parecer mais uma parte da tabela periódica do que uma receita de comida. Me admira que os habitantes de um país que criou o queijo minas veneram esta porcaria insossa.

O que dizer de Nutella, então? Se o mercado financeiro fosse regido pelos caprichos de hipsters dessa internet que começo a nem gostar mais, o grama de Nutella valeria mais que o do ouro e seria comercializado na bolsa de valores. Entretanto, esquece-se que temos em nosso país aquele delicioso doce de leite que vem na lata metálica, com aqueles pedacinhos crocantes dentro. Infinitamente mais saboroso, nutritivo, e muito mais barato. É superior em todos os aspectos.

Bacon é outro negócio cuja idolatria já começa a me encher o saco. Deixa eu explicar algo pra vocês: sabe o Epic Meal Time? Sabe a forma como eles tratam bacon como se fosse o avatar terreno de uma divindade? Aquilo é uma paródia do estilo de vida sedentário mal-alimentado do norte-americano padrão. Ou vocês acham que eles normalmente comem pizzas cobertas de hamburgers?

Aquilo não é um exemplo a se seguir, seus desgraçados do caralho. É uma sátira hiperbolizada do estilo de vida  gastronomicamente auto-destrutivo que a gringa em geral segue. Quando você papagueia “RSRSRS BACON MANO MTO BOM AI MEU DEUS BACON” com sinceridade, você está “perdendo o ponto” completamente.

E o pior: em nossa bela terra onde canta o sabiá, temos TORRESMO, que é infinitamente superior. Torresmo do bom, aquele que ainda tem até os pelinhos do porco. Manja coé?

 Esse tal cupcake, por exemplo. Um bolinho de merda coberto de um glacê açucarado tosco. Eu quero entender porque isso virou guloseima-ápice quando vocês tem acesso fácil e barato a COCADA. Mano, uma cocadinha sensacional que aqueles pivete vendem na praia dentro do que parece ser um estojo escolar (abraço, turma de Fortaleza!) supera cupcakes em qualquer quesito, custa muito menos, e seu comércio sustenta uma humilde família cearense.

E Subway? Como tudo que chegou no Brasil recentemente da gringa, vocês não param de falar dessa porra. O que eu não compreendo é como é que você ignora o fato de que por metade do preço de um sanduíche no Subway, você pode comprar um deliciosíssimo pastel de queijo com orégano nos mais respeitados estabelecimentos ambulantes do centro da sua cidade.

Nem me fale de Kitkat. Outrora uma regalia de intercambistas que tiram foto comendo neve pra por no orkut e turistas brasileiros que orbitam ao redor de outlets na Flórida mas gostam de pagar de finos cosmopolitas, Kitkat chegou finalmente no Brasil. Como era algo que a maioria só via antes nos filmes, obviamente elevarama parada a status de oitava maravilha — ignorando o fato de que o chocolate do Kitkat tem gosto aproximado de vômito de gato diabético.

Temos o Bis, que é definitivamente a maior realização culinária da raça humana, ou a goiabada, ou a mariola, e vocês aí idolatrando essa porra.

Eu não entendo vocês. Depois EU que sou o paga pau de americano que se acha gringo porque mora fora.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

124 comments

  1. Concordo em gênero número e grau com 99% que vc disse, menos que bis é melhor que kit kat, hahaha, abraços quide.

  2. Esqueceu do brigadeiro, do quindim, da feijoada, da moqueca, do arroz doce, da galinhada e de diversas comidas que colocam os americanos no chinelo

  3. lol Ser hipster paga-pau-de-gringo e hipster patriota não é muito diferente né? É só mudar de extremo.

    A única coisa realmente boa que você disse daqui é cocada, e mesmo assim ainda perde pra doces feitos com chocolate. Qualquer um. Cupcakes são overrated mesmo, mas ainda gostosos. Nutella é realmente delicioso.

    Doce de leite = cocô. Kiktat = ok (ainda é chocolate). Carne de porco = meh.

    E mesmo com Starbucks, Subways e afins, aqui a lanchonete mais famosa é uma pastelaria de bairro, agora presente em vários bairros. Nem tudo é 8 ou 80.

  4. Concordo e gênero, número e grau!
    Ai seus paga pau…enfia a Nutella no cú! Eu sei que é bom…mas não vamos exagerar…

  5. Izzy,

    Concordo com você em praticamente tudo, mas o do Kit Kat tem um ponto que torna a história meio diferente do resto.

    A nestlé comercializava o chocolate aqui no meio dos anos 90 e simplesmente resolveu parar de vender. Eu lembro que sempre que comprava ele vinha meio derretido, fazia uma meleca enorme, mas valia a pena, por achar bem gostoso!

    Do nada, sumiu do mercado, deixando uma boa quantidade de fãs. Accabou voltando apenas em 2009, vindo importado da Europa, na base de R$ 5,00 à R$ 7,50. Pouco antes do meio de 2010, a Nestlé e o Wal-Mart resolveram voltar com o produto aqui, tornando ele mais acessível, Na faixa de R$ 2,50 porque na moral por mais que eu seja muito fã de Kit-Kat, pagar mais de 3 reais num chocolate não rola.

    PS: Subway dá caganeira!

  6. Kide, e quem tira fotos de costela ao molho barbecue quando vai ao restaurante? Se encaixa no perfil?
    Perguntando porquê no mercadinho de bairro aqui perto de casa eu compro costela assada no bafo por menos de R$20 o quilo …

    1. Nunca tive a oportunidade de comer Oreo, mas falando de equivalentes, não é a mesma coisa que Negresco?
      (Não sei, sempre quis saber a diferença dos dois.)

  7. Desde os primórdios da história a nação brasileira tem como modus operandis incorporar a cultura de outras nações à nossa própria, por que o espanto Kid?

  8. Eu nunca comi essas “maravilhas” que os seus ditos “hipsters gastronômicos” tanto veneram, e sinceramente, não tenho a menor vontade. Cupcake me parece ser mais um bolinho qualquer. Mas como eu disse, não comi então não posso dizer muita coisa.

    Sobre o Bacon, eu realmente falo que é a melhor coisa, mas de zueira, mas tem gente que leva muito a sério isso. Eu concordo com você, aquele torresmo que ainda tem os pelos do porco é muito bom! xD

    Eu vi seu blog ontem cara, e achei muito foda, mais um seguidor dele ae! \o

  9. Cara, se tu não gosta de cheedar, subway ou nutella, problema é teu, tem gente que gosta aqui.
    Agora, se idolatrar por causa disso já é babaquice.

  10. Eu não gosto de bacon, não sou muito chagada em Nutella mas algumas coisas dessas aí eu até gosto, só não venero como se fosse algum tipo de deus. Meus amigos veneradores de comida estrangeira ficam, Como você pode não comer bacon? Todo mundo gosta de bacon!!!! Eu digo, do mesmo jeito que eu não vou ter um AVC quando vc tiver…

  11. Cheddar parece manteiga, só tem gosto de gordura.
    Kitkat perde muito feio pro Bis como já foi amplamente explicitado.
    Gosto de Subway mas cocada realmente barra qualquer cupcake. Comi uma em Ilhéus que pqp! Fantástica!
    Bacon eu também gosto, acho que não compete com torresmo. Eu não comeria torresmo num sanduíche e quem colocar bacon numa feijoada merece a morte!

    Em tempo, acho que na afobação do post faltou algo nessa oração: “comidas que põe todas essas merdas aí que vocês não cansam de comprar pra pôr foto no Facebook.” (no chinelo?)

  12. Queijo Minas >>>> Cheddar
    Doce de Leite >> Nutella
    Bacon >>>>>> Torresmo
    BIS >>>>>>>>>> Kit Kat

    E comparar cupcake (que é um bolo) com cocada (que é um doce) não dá.

  13. Esqueceu da paçoca. Ou do picolé de amendoim (essencialmente é uma paçoca congelada).

    Acarajé também é foda \o/

  14. Cara concordo com muita coisa q você falou, as vezes chega a dar asco d quem idolatra nutella, principalmente pq moro em MG, terra do melhor doce da humanidade, o doce de leite, principalmete aquele q você compra de “quitandeiras” tradicionais.

    Com relação ao cheddar é verdade, aquilo tem gosto de comida industrial, ou melhor ele não tem gosto.

    Só não concordo com o bacon, aquilo é muito bom, bem elhor q torresmo, na minha opinião. Bacon aqui sempre existiu, só q com o nome de toucinho, “toicim”. Muita gente inclusive coloca no meio do feijão, o que fica muito bom.

    Abç.

    1. Concordo com tudo, menos com o argumento da nutela, essa porra é muito boa, porém concordo que o preço é abusivo, mas há os “genéricos” que tem o mesmo por um preço melhor. Mas doce de leite não tem comparação mesmo.

    2. Doce de leite, diga-se, invenção ARGENTINA. Assim como tango e um negócio de caridiologia lá que eles também se orgulham de ter criado.

  15. Realmente, Kit Kat é overgraded.

    VocÊs já foram nas Lojas Americanas (sim, sou fudido e compro comida nas Americanas…me processe e tente achar algum dinheiro meu pra levar…vamos, eu o desafio !) ver o preço dessa droga ?

    A barra grande deve estar na cas dos oito reais. OITO REAIS !!! Duas barras de Kit Kat dao um combo no MacDonald´s e ainda levo um brinquedo pro meu filho ! Se eu pegar uma prmoçao boa, é o equivalente a três caixas de Bis. E, nao sei se a memória me trai, mas eu lembro de Kit Kat ser, antigamente, um tsunami de chocolate envolvendo uma lembrança de wafler crocante…hoje em dia é uma marola de algo vagamente semelhante ao chocolate, emvolvendo uma tonelada de compensado. Sim, porque aquilo nao pode ser wafler, tem que ser resto de compensado, que nem a indùstria noveleria quis usar.

    Te contar…no meu tempo, viu !

    Boa caçada.

    J.J.

  16. Nutella e KitKat não entram na minha cabeça no gênero “comida brasileira”. Uma geleia caseira e Bis (como vc disse Kid) são bem melhores. Esses hipsters não conhecem a comida brasileira do interior do país. Arroz, feijão e farinha bate qualquer comida gringa.

  17. Poxa Izzy, pra que esse ódio todo? eu tambem não curto quase tudo que voce citou de hipsteragem( só gosto do Cheddar ), eu simplesmente ignoro essas coisas.

    1. Marcus, esse ódio todo é em parte por que realmente o Brasil é recheado de maravilhas gastronômicas que só esta terra tropical pode oferecer e em parte é por que o Kid realmente precisa ter algo a escrever…

  18. Todas estas comidas brasileiras que vc citou são boas, mas perde a graça pq da para comer todo dia! Enjoy seu kitkat ai e pare com a inveja! Hahaha!

  19. Bom o texto… mas tem um equivoco ai. O queijo cheddar a que voce se refere eh o queijo cheddar processado (que normalmente ja vem em fatias quadradas embaladas individualmente), o que que eh realmente uma receita infalivel para um heart attack fulminante (ou na melhor das hipoteses um cancer ou um derrame).

    O queijo cheddar de verdade eh um queijo relativamente bom, a nivel do mussarela. Sim, eh o queijo mais barato que ha no Canada, mas ainda assim nao eh uma merda conforme descrita por voce.

    De resto, concordo com voce. Todo o LIXO produzido na america do norte chega ao Brazil como se fosse coisa boa, de primeira linha. Isso nao se limita a alimentacao. Se estende a roupas, automoveis, ferramentas, joias/relogios, e por ai vai.

    Infelizmente nao posso fazer o paralelo dizendo que o Brasil fabrica coisas dessas categorias de uma melhor qualidade. Mas o fato eh que o que realmente ha de bom e do melhor disponivel para nos que moramos na America do Norte nem chega ao Brasil, porque sao coisas que custam caro. O que vai pro Brasil sao coisas que aqui custam baratinho, e infelizmente chegal la custando carissimo.

  20. Brasileiro sofre muito da Síndrome d’A Grama do Vizinho É Mais Verde, e não dão valor às coisas maravilhosas que temos por aqui.
    Mas prefiro Nutella a doce de leite, deve ser porque eu comi muito doce de leite já, e muito pouco Nutella. Mas acho que Nutella todo dia deve ser enjoativo mesmo.
    E pão de queijo Kid! Se tem uma coisa que eu sentiria falta se eu me mudasse para o exterior seria isso.

  21. “Esse tal cupcake, por exemplo. Um bolinho de merda coberto de um glacê açucarado tosco. Eu quero entender porque isso virou guloseima-ápice quando vocês tem acesso fácil e barato a COCADA” KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK genial

  22. Gosto de Nutella e de doce de leite, mas esse prefiro em formato “sólido” , igual minha finada vovó fazia.

    Concordo com lance do Bacon.

    Só faltou falar do melhor doce por aqui : PUDIM. Bate qualquer merda dessa.

    PS: Nunca comi um cupcake e o café do starbucks é caríssimo, prefiro tomar um pingado na padaria.

  23. Vômito de Gato Diabético! Valeu Izzy! Nunca enxergarei KitKat da mesma maneira agora! hehehe

    Concordo com você em quase tudo. O brasileiro tem a mania de achar que tudo que vem de fora é melhor, num sintoma claro da “Síndrome de Vira-Lata Brasileira”. Brasileiro acha que postar foto de KitKat no Instagram e Twitter é ter status.

    O Brasil tem com certeza (e nisso não to sendo nacionalista, também me baseio em opiniões gringas) uma das melhores culinárias do mundo, incluindo refeições e os quitutes aí citados.

    Não entendo, por exemplo, o culto ao Bacon. Tem um pessoal, incluindo bloqueiros top brasileiros, que o elevam a uma das maravilhas do mundo, quase que uma religião. O negócio é bom, mas porque idolatrar uma comida, que apesar de saborosa, só nos faz lembrar de GORDURA!

    Texto excelente, e que é um tapa na cara da comunidade hipster blogueira brasileira.

  24. Duvido trazerem algo dos gringos que supere o bom e velho cuscuz. tou pra ver algo melhor que comida de milho meu amigo! e cuscuz é a melhor das comidas de milho hehehe

    1. kkkkkkkkkkkkkk, falou e disse,meu chapa.
      Nada melhor que uma farofinha de cuscuz, com bastante carne seca, ovo e temperos.

      BTW: Kitkat é um COCÔZÃO,BEM GRANDE !

  25. Boa Izzy.
    Agora falando sério:
    Gente, cada um come o que quer. O problema é o oversharing. Quer comer cupcake (até o nome é afrescalhado), beber café no starbucks, comer torresmo ou couve, faça. Mas pelamor de (insira aqui sua divindade preferida) não precisa postar a foto dessa merda na internet o tempo todo.

  26. Me impressiona muito, nessa era globalizada que pessoas ainda discutam que comida é melhor que a outra… PORRA JA OUVIU FALAR EM GOSTO KID?
    serio amo pastel bem mais q subway mc donalds e toda esta porralhada como na ferra da rua de casa todas as terças! mas ai que ta isso é MEU gosto ja não suporto queijo minas so bem mais mussarela ou gorgonzola assim como não gosto de chedar mas nem por isso fico reclamando de quem gosta!

    Concordo com vc que no brasil temos comidas divinas mas vc não esta endeusando elas de mais apenas por morar fora? goiabada é bom é mas coma goiabada com queijo minas todos os dias e veja se não enjoa! o fato de ter comidas boas aqui não desmerece comidas boas de fora!

    agora… comparar bacon com torresmo é foda… ja fez torresmo em casa? é foda! bacon fazemos em 5 minutos e somos felizes enquanto que torresmo so comprando de um restaurante ou coisa assim não vale apena fazer em casa!

    kid gosto do seu blog. considero ele o segundo melhor da blogosfera mas acho que asvezes vc tem uns surtos muito desrespeitosos com o gosto pessoal de cada um.

  27. Acho bastante errado comparar as comidas assim, pois pizza, hamburguer, café, milho, açúcar não tem no brasil e continuam no hype ;D Gosto é que nem cu, cada um tem um e todos fedem, endeusar qualquer alimento é uma palhaçada, mas dizer que uma é melhor que a outra também está errado.

  28. Concordo contigo. O povo tem mania de achar que tudo que é nacional é de segunda categoria, e que qualquer coisa que vem de fora é melhor. Quanto à Starbucks sempre ouvia falar, mas não temos nenhuma franquia da tão falada cafeteria aqui nos pagos rio grandenses então, na minha última viagem a São Paulo resolvi ver do que se tratava e, honestamente, achei um cafézinho bem meia boca. Tem muita cafeteria brasileira que pões a Starbucks no chinelo.
    Só uma ressalva quanto ao Kit Kat. Ele não é novidade no Brasil, ele já foi vendido por aqui há muitos anos, mas deixou de ser comercializado em 1994 porque não era suficientemente popular pra valer a pena fabricar (há fontes que afirmam que teve a ver com alguma campanha do Greenpeace em relação ao óleo usado na fabricação, mas não lembro de nada disso, então não posso confirmar). Ele voltou a ser comercializado recentemente por causa de uma campanha na internet. Eu gostava quando era pirralha, mas hoje não acho lá essas coisas. Não sei quem mudou, se foi o chocolate ou se fui eu.

  29. O problema nao é comer o problema é a necessidade de mostrar isso pra todo mundo, super normal que algo que seja gostoso faça sucesso nutela e afins fazem sucesso em todo lugat nao só no Brasil o problema é que aqui tem muita gente sem senso.

  30. PORRA Izzy. Não falou nada sobre o guaraná. Decepção cara. Primeiro tira cidadania canadense, agora isso. Não merece seu sangue braso-cearence. Favor retratar-se com nossa patria.

    1. Não sei baseado em que você faz essa afirmação, visto que eu ODEIO coca cola. Imagino que foi um argumento na base do chute; você deve ter pensado “sem dúvida ele gosta de coca cola (afinal, todo mundo gosta); coca cola é gringa, logo, morrem os argumentos dele”.

      O problema é, como expliquei, o fato de que eu odeio coca cola.

  31. Concordo com a parte do Kit Kat e do Bis. Mas de todas as pessoas você que foi morar no exterior tem que entender que é natural querermos experimentar coisas que ainda não comemos porque a natureza do ser humano é ser curioso. O que teríamos atualmente se alguém não tivesse descoberto a infinidade de coisas que pode-se fazer com a eletricidade? Você obviamente não teria o deu amado iPhone, nem os outros amados gadgets. Concordo contigo na parte de idolatrar uma coisa só porque ela vem de outro país. Acho isso meio hipócrita sim, mas cada um faz o que quer da própria vida. Valeu, Kid. Abraços.

  32. Concordo que tem pessoas que endeusam essas comidas so pelo fato de serem importadas, e isso, é realmente exagerado e bem, é uma modinha. Por outro lado, acho que vc se empolgou ao longo do post, pois não entender as prefêrencias é meio dramático, afinal, fora os hipsters mais fanáticos, digamos assim, existem pessoas que realmente preferem essas opções, modinha ou não, vai depender do gosto da pessoa. No meu caso por exemplo, de todas as comidas brasileiras que voce disse, eu não gosto de nenhuma.. pra mim não há fast food nesse mundo que substitua um escondidinho de carne seca, mas eu troco um queijo minas por um brie sem pestanejar..

  33. aqui na frança, como kit kat na falta do bis. Quando tenho tempo fabrico meu proprio bis com uma receita da internet

    desculpa ai qlqer coisa

    1. A tapioca (ou biju como minha vó chama) por si só é uma coisa de louco.
      Tem um lugar aqui que bota uns recheios simples como carne moida -- apesar de conter mais partes incomíveis do que a linguiça, ainda é boa -- com queijo e aí fica uma comida impagável.
      E o pastel então, tem um que é literalmente gigante com tudo que pensar (ou quase), do palmito a orégano, frango, carne moida…
      Tchau, to indo lá agora mesmo.

  34. Ri bastante com o texto, mas discordo em várias partes.

    Izzy, vc “idolatra” as comidas brasileiras porque mora no Canadá, onde Bacon, Cheddar e Nutella devem ser as coisas mais comuns do mundo!

    Um exemplo prático: Eu moro no Japão há mais de 13 anos. Sinto uma saudade IMENSA de Fandangos, Bolachas Passatempo e entre outras gostosuras. Gosto muito das comidas no Japão, mas justamente por serem tão presentes na minha vida, não fico “idolatrando” as. Porém, uma coisa é certa: quando eu voltar pro BR, sentirei falta das coisas do Japão e me acostumarei com as coisas do Brasil. Simples assim!

    Abraços!

    1. ESSE é o ponto.

      Eu gosto de todas essas coisas, aqui do Brasil, que você (Izzy) diz serem infinitamente superiores.
      Mas nem por isso seria mais sensato, ou coerente, ficar postando fotos de cocada ou pastel de queijo.
      O problema não é a comida… tem o lance do gosto pessoal, da novidade, da curiosidade…
      O problema mesmo é o rumo mongolóide que a “internet” está tomando… em TODOS os aspectos!

  35. Porra!!! Que foda esse texto!!! Assino em baixo. Fora a paçoca, a carne de sol… Aliás paçoca que pra quem mora no sul/sudeste do brasil é 1 merdinha lá com amendoim. Pqp, magina esses kras comendo a carne seca, tostada ao sol na grelha com brasa, como manda o figurino, com farinha moída no pilão…

  36. Voce esqueceu da coxinha de frango com catupiry e do pao de queijo, os melhores lanches ja produzidos pela humanidade.

    1. Obrigado pelo comentario cara, to com fome e nao sabia o que fazer, to saindo de casa as 19h33 pra comprar coxinha e pao de queijo.

  37. Olá Izzy!
    Gosto dos seus posts,
    mas vamos as minhas criticas:
    Sei que o texto reflete uma opinião pessoal, e meu objetivo de forma alguma é dizer se você está certo ou errado, mas na minha opinião sua atitude é um tanto quanto radical, Criticar a idolatria ao Cupcake é complexo, já que ele ( o bolo ) é fortemente atrelado a um “estilo de vida”, e eu nem ousaria comparar o sabor do bolinho ( que é horrível ) já que o objetivo dele é ser apenas “fofis” se agente for criticar as garotas por gostar de coisas fofis … vai ser complicado.

    Alguns dos itens que você cita, como Cheddar tem toda uma idolatria, porque não é algo natural dessas terras, logo é tipico do ser humano achar que coisas diferentes podem ser melhores em detrimento aos produtos locais ( minha opinião pessoal: adoro cheddar, independete dos produtos quimicos, afinal, a um tempo atrás descobriram que usinas de leite usavam produtos extremamente toxicos pra manter o leite UHT “de caixinha” comestível por mais tempo). O mesmo pode ser válido para a comparação entre Doce de Leite e a Nutella, ambos são gostosos ( eu ainda prefiro o creme de avelã )mas compara los é a mesma coisa que comprar pastel e hamburguer, somente porque ambos são salgados, e um “veio de fora”, ou seja são coisas completamente diferentes!!
    Voltando ao ponto, em que esses produtos vem de fora, creio que em todo o mundo, as pessoas sempre vão tender a achar que o que vem de fora é melhor, é a velha história da grama do vizinho.
    O ponto do Kitkat, pegando o exemplo do intercambista, talvez ele ache o Kitkat melhor que o Biss, por que o primeiro lhe trás a tona uma série de lembranças da viagem, e isso conta muito!

    Bom é isso, o comentário ficou enorme!
    Mas é essa é minha opinião.
    parabéns pela cidadania!
    Continue com o site, gosto muito dos seus posts!
    Faça logo um vlog sobre Airsoft!

    Bacon nunca vai ser inferior a pururuca, sorry!

  38. Olha, eu concordo que esse lance de falar que algo é bom só porque é gringo é escroto, mas calmaí. Me explica como funciona essa crítica aí: cheddar é ruim porque é industrializado e cheio de porcaria. Mas o pastel de queijo, algo que toma literalmente um banho na gordura até criar bolhas com queijo dentro, é preferível ao subway, que tem 0 frituras.

    Inconsistente, no final acabou transformando o texto em mais uma crítica semi-infundada pra pagar de diferentão e parecer que tem uma opinião sagaz e bem formulada, livre de influências.

  39. Cara, falou tudo!
    Eu comi o Kit Kat apenas para experimentar, porque TODO MUNDO fala como se fosse o chocolate perfeito. Não achei nada de mais… O Baton da Garoto por exemplo é 10000000000 vezes melhor, até outros como chokito, serenata, prestígio…
    Até coloquei no meu instagram uma foto “irônica” do Kit Kat..

  40. Nego tá definindo em 3 palavras né? Eu defino em uma: TAPIOCA!

    Entupidora perfeita de artérias, com um monte de leite condensado. E nego ainda paga pau pra cupcake.

    Não tem gringo que produza queijo melhor que o mineiro, e nem chocolate suíço melhor que os de gramado. Aliás, chocolate suíço nada mais é do que um chocolate de gramado cheio de grife, e arrisco dizer que o de gramado tem mais sabor!

    Finalizo este comentário dizendo que Subway de anus é estrovenga, e que um x-calafrango do carrinho de origem duvidosa é bem melhor.

  41. não idolatro nenhuma porcaria dessas. nuttela é ruim pra diabo, kitkat e cupcake pura idiotice, bacon lá de vez em quando. agora cheddar deixa muito sanduíche mais saboroso e subway é bom pra caralho, mas nenhum tem motivo pra ser idolatrado

  42. Kid,

    Concordo com você, porém em partes. Realmente, os cupcakes e qualquer bosta que se veja em filmes e seriados americanos são idolatrados pela classe média de 15~30 anos do nosso país. Todavia, acredito que o efeito literalmente inverso aconteceu com você. Pelo mesmo motivo do brasileiro idolatrar os tão overrated cupcakes, ou seja, por ser algo de uma cultura diferente e distante da realidade do indivíduo, acredito que você está idolatrando nossos doces, levantando-os a um patamar superior ao que merecem, gerado talvez por um sentimento de nostalgia ou qualquer merda do tipo gerada pelo fato de você estar geograficamente afastado da cultura brasileira.

    Sim, cupcakes são somente bolos, que por serem bonitinhos e serem vendidos no Starbucks, possuem uma gross margin de 400% em cima de seu real valor. Porém, cocadas e torresmos também não são a oitava maravilha do mundo. A cocada é só mais barata, não é superior em nenhum sentido. O torresmo é só mais letal.

    Basicamente, acho que é tudo a mesma merda.

    Mas vale muito a reflexão!

  43. Francamente, não sei como alguém consegue engolir o “café” da Starbucks. O sabor é nada menos que terrível, eu, aqui em casa com minha boa cafeteira e um tanto de imaginação desenfreada, faço coisa melhor.

    O Subway tem uns sanduíches bons, e quebra o galho muito bem, especialmente quando o comércio normal já fechou; hmmm… frango defumado com cream cheese…

    Cupcake é realmente sem graça, prefiro mil vezes comer uma Cuca (não, não a do Sítio do Picapau Amarelo; tire a sua mente da sarjeta e pesquise esse delicioso doce gaúcho).

    E, Kid, tente encontrar queijo Cheddar verdadeiro; essa coisa amarela fatiada que vendem em supermercados (que já vi rotuladas como “American Slices”-ou seja, não têm queijo sequer no nome) não tem semelhança alguma com o verdadeiro artigo inglês.

  44. Alguém dá um calmante pra esse cara! Okay, algumas coisas fazem sentido, de fato, do tipo KitKat e Bis que são ambos produtos de chocolate industralizados e baratos, com a diferença que um é nacional e o outro não.

    Mas outros casos o cara não apresenta um argumento, ou parece esquecer completamente como são as coisas. Doce de leite é muito bom, mas primeiro que os melhores nem são os brasileiros, mas os argentinos, e segundo que é um troço bom em quantidades bem pequenas, visto o quão açúcarado que ele é. É delicioso para completar e dar um “plus” em algumas sobremesas, mas tente comer duas torradas de pão com doce de leite, e no final vc não vai querer nem ver a cor do negócio.

    Essa parado do bacon. Pô, tu acha que tudo isso é pelo Epic Meal? Lógico que não! O troço é bom pra caramba mesmo, principalmente tem a vantagem de poder complementar bem quase qualquer prato salgado!

    Enfim, concordo que existe um exagero dessa molecada porque as comidas são de gringos, mas penso o seguinte:

    1) Isso é coisa de moleque mesmo, não adianta. Você tem que ter a maturidade de entender que essa fase vem e passa, ontem xingavam os emos, depois os coloridos, hj os hipster. Deixem de ser criança como aqueles que vc xingam e tenham maturidade.

    2) Pra falar bem de coisas brasileiras não precisa idolatria e patriotismo quase ufanista.

    3) Cada coisa tem sua hora e lugar. Todas as comidas que você citou são boas e acho que a gente tem tempo na vida pra aproveitar todas…o problema depois é só o tempo de academia pra se desfazer disso tudo xD

  45. Assino em baixo. Nego esquece das maravilhas culinárias daqui da terrinha pra ficar pagando pau pros lixos importados, tão “maravilhosos”. Se for para entupir as artérias com gordura venenosa, que se faça com dignidade!

  46. Nos temos churrascaria rodízio, ponto final. O pessoal tinha que colocar no istagram eram fotos de deliciosas picanhas e costelas.

  47. Já que isto são apenas opiniões pessoais sem embasamento aí vão as minhas.

    Queijo Prato >>> Chedar
    Doce de Leite >>> NUtella
    Bacon >>>>>>>>>>>>>>>>>>> Torresmo (ainda mais torresmo cabeludo)
    Qualquer coisa (incluindo merda de cachorro) >>>>>>>>>> Pastel de vento (aka pastel de queijo)
    KitKat ainda não provei, mas acredito ser muito parecido com o BIS, que por sinal é marromenos.
    Goiabada (principalmente com queijo) é um orgasmo culinário.

    Sério, qualquer pastel (a menos que tu faça em casa) é uma merda sem recheio, com a massa estragando ao sol e lambida por moscas frita em óleo sujo coado no bombril (você com certeza faz a troca de óleo do seu carro com mais regularidade do que a tia bigoduda que frita teus pastéis). E tu ainda quer dizer que isso é melhor que um sanduba do subway?

    Mas desconsiderando tudo isso, a suprema iguaria culinária é uma coxinha de galinha mesmo. Ou um tipo de salgado existente apenas na região norte e Bolívia, chamada “Saltenha”, a base de frango desfiado, batatas, azeitonas e mais alguns temperos recheando uma massa frita crocante.

  48. Belo texto, mas é uma pena que as iguarias nacionais não lhe tenham seduzido o suficiente para continuar sendo apenas cidadão brasileiro ou morar aqui.

    1. Ah, então o argumento dele só procede se ele voltar a morar no Brasil?

      Agora porque o cara mora fora, todo o argumento sobre a comida, não procede? Cê é coerente pra p*rra.
      Quando se está longe é que se vê como algumas coisas brasileiras são boas.

      1. Ao meu ver ele apenas lastimou que as iguarias brasileiras nao fizeram o kide querer continuar aqui. Ele nunca disse nada sobre argumentos invalidos e outras coisas que voce disse. Acho que quem ta sendo incoerente aqui nao eh o Gabao e sim voce Belle

  49. O dia que qualquer uma das comparações que vc fez ali procederem, seu diâmetro anal mínimo estará acima de 10cm.
    (desconsiderando kit-kat x bis, realmente bis ganha de longe!)

  50. Concorde sem tirar uam vírgula. Brasileiro não tem orgulho pra as coisas que deveria ter, e tem um orgulho enorme pra coisas que não deveria ter, até pq elas são fakes. Tipo a inclusão digital. Nego reclama o tempo todo, mas foi só o Izzy falar que no Brasil a grande maioria não deve saber o que é Macbook pra geral sair hostilizando ele.

  51. Se bem que a pagação de pau do brasileiro com o cupcake é foda mesmo. Varias fotinhas de amiga minha do facebook querendo ser cool.

  52. Kitkat é passável, e já teve no Brasil uns anos atrás (me lembro do comercial com o urso panda no zoológico) antes dessa onda hipster.

    O resto, concordo, é tudo uma merda.
    AInda bem que eu encosto a minha barriga no balcão do bar, todo o dia as 9h, e tomo um café com leite enquanto como um pastel de carne. Coisa bem boa. Mas não duvido que daqui uns tempos isso também não vire coisa de hipster, algo como o buteco-hipster.

  53. Cara, cheguei nessa postagem sem querer, via facebook de um amigo, mas gostei do que tu escreveu.
    Discordo do torresmo, não gosto de torresmo, mas não sou fã de bacon também, então acho que não é um desacordo de opinião, e sim, um desgosto pela comida em geral.
    Quanto aos cupcakes, eu acho que a popularização se deu pela imagem. É uma comida que é pra ser vista, e não necessariamente saboreada. Sou muito mais meu bolo formigueiro batido a mão, que enche a minha casa com cheiro de comida caseira, que faz o café da tarde da minha família ser muito mais feliz, simplesmente porque estamos todos sentados à mesa juntos.
    Outra coisa que me irrita é o fato de todo bolinho que tu faz em formas tipo “cupcake” ser chamado como tal. Faço bolo comum, de chocolate, de limão, de canela, nessas forminhas por PRATICIDADE, mas por favor, não chame meus bolinhos de cupcake, baita ofensa para um bolo caseiro.

    Um beijo pra ti.

  54. Os imbecis daqui simplesmente copiam os de lá. Aqui tem esses hipsters, mas só é atingido diretamente quem segue um deles nessas redes… pior que tava vendo que na americana FOX LIFE não há UM, mas sim DOIS programas sobre bolos decorativos e cupcakes, o “Ace of Cakes” e o “DC Cupcakes”. Sim, um deles programa que fala APENAS sobre cupcakes. Bizarro.

  55. Eu tenho 18 anos e tô nessa flor da idade de comer porcarias americanizadas, nem vou ser hipócrita de negar. Mas acho esse negócio de idolatria por coisa gringa uma grande merda sem sentido. Gosto de Subway, mas também gosto de pastel, ué. Nem por isso tiro foto do pastel feito uma idiota e posto no Instagram. Tem uma mulher aqui perto de casa que vende pastel com 3 sabores diferentes, dá pra fazer uma mistureba deliciosa. E vou confessar que AMO Nutella, mas o preço é absurdo, não é uma coisa que eu compro com frequência. E discordo que o doce de leite seja melhor. É muito açucarado, enjoa rápido, e a Natulla é justamente o oposto -- dá vontade de comer mais. Pelo menos pra mim né… vai do gosto de cada um. xD

    Mas toda essa sua idolatria pela comida brasileira só tem uma palavra, amigo: SAUDADE. Um cara que tá há 10 anos morando longe do país obviamente vai sentir falta das nossas iguarias, ainda mais sendo nordestino, uma região que possui uma culinária maravilhosa. Além do mais, uma coisa: BRIGADEIRO supera qualquer cupcake da face da Terra. Quero ver esses hipsters escrotinhos passarem um tempo vivendo fora, sem arroz com feijão, sem brigadeiro, guaraná, coxinha de frango, churrasco, pão de queijo… só a base de coca-cola e hambúrguer. Aí eu queria ver!

  56. Acho que o povo Brasileiro já não é muito patriota a muito tempo, elevando desde a musica até a gastronomia acima da nossa. Devo dizer que há muita coisa que vem do exterior que gosto bastante, as vezes até mais que algumas coisas do Brasil, mas acho que gostar mais de algo é normal. O ruim é quando as pessoas elevam isso a um nível totalmente diferente, chegando a ser doentio.
    Se alguem me perguntar se eu gosto de nutella, bacon, cupcake e outros queridinhos dos hipsters, com certeza eu vou dizer que sim. Como e com gosto, e repito sempre que possível, porém não coloco nenhum deles acima de um doce de leite com morango (água na boca aqui).
    Acho que algumas coisas acabaram virando “essa coca-cola toda” simplesmente por modinha: “se todo mundo tá postando foto também vou comprar e postar” “se todo mundo tá falando que é melhor, também vou falar pra entrar no assunto, e algumas como o cupcake simplesmente por ser “bonitinho”.

  57. Concordo Izzy,eu moro aqui em Calgary mais precisamente em Mount Royal,e eu não aguento mais starbucks,coca-cola,quando eu morava em Berlim aguentava,mais agora não aguento mais,prefiro uma colher de doce de leite que um pote de nutella

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *