Imagino que você já passou por isso milhares de vezes. O site americano XPTO tá com uma promoção excelente daquela buginganga eletrônica que você já tá namorando à distância por 3 meses. Cê clica loucamente no BUY NOW, e com total decepção descobre que o site não entrega pro Brasil.

Pra variar.

Felizmente, existe uma solução pra esse problema: a @CarlinhosTroll‘s myVIPbox.

A MyVIPBox é um serviço de redirecionamento de encomedas. Essencialmente, contratando a MyVIPBox você ganha um “endereço virtual” nos Estados Unidos, igual a virtual machine que eu instalei no meu Macbook pra jogar Heroes of Might and Magic 3, que miseravelmente não saiu pra MacOS. Aí, você pode voltar no site da XPTO, comprar lá o iPhone ou Samsung Galaxy ou smartwatch ou drone ou seja lá o que tu tá afim de comprar, preencher o formulário com o endereço que a MyVIPBox te fornece, e pronto — é só esperar o envio do produto.

Aqui um vídeo que explica tudo detalhadamente:

A galera do Loop Infinito mostrou o processo inteiro nesse vídeo:

Viu como é fácil? Agora é só correr pro Amazon/BestBuy e estourar teu FGTS, porque só se vive uma vez, rapaz!

Black Friday.

black-friday

A expressão invoca imediatamente cenas de gente se espremendo pra dentro de Walmarts e Best Buys pra disputar os descontos na base do soco na orelha e chute no pâncreas. Apesar da relativamente recente aderência nacional a esse feriado americano de consumismo, eu tenho a impressão de que ninguém sabe de fato qual é a pegada do Black Friday.

Black Friday é um evento comercial intrinsicamente ligado ao Dia de Ação de Graças, o que me faz pensar que o Brasil importou a tradição só pela metade. De acordo com a lenda, porque afinal de contas sabe-se lá quem escreveu a versão do artigo da wikipédia que eu estou agora tomando como verdade, Black Friday marca o primeiro dia (relativo ao ano fiscal, não o do calendário) em que lojistas americanos começam a finalmente lucrar.

Ou seja, saíram do “vermelho” e entraram no “preto”. Se bem que, quando eu era moleque, o referencial que eu tinha pra algo estar “vermelho” era o boletim, e uma nota não-vermelha era então “azul”, e não “preto”. Enfim.

O que importa é que lá fora, o arranca-rabo por TVs e panelas com preço camarada é infame. Morbidamente, criaram até um site que contabiliza feridos e mortos (temos sete defuntos já inclusive, boa parte deles pisoteados por pessoas que simplesmente não poderiam deixar de economizar uns 30 dólares num PS4). É tenso.

Ainda não tivemos casualidades na Sexta Feira Negra tupiniquim, mas isso se deve mais ao fato de que a célebre malemolência brasileira impede que sequer exista o interesse de ir correndo às lojas. Numa prática que a internet carinhosamente se refere como “TUDO PELA METADE DO DOBRO“, os lojistas brasileiros adotam a Black Friday em nome apenas, manipulando preços na véspera pra simular a aparência de descontos mirabolantes — na esperança que os anúncios de BLACK FRIDAY!!!! em fonte tamanho 12 na homepage do site confunda os visitantes.

E é por isso que em vez de uma multidão tentando invadir a loja e jogar dinheiro na cara dos caixas, no Brasil temos cenas do completo inverso:

É vergonhoso, mas ao mesmo tempo, bem brasileiro.

Ou seja, essas são suas duas opções pro Black Friday — ser pisoteado até a morte, ou ser engambelado por lojistas inescrupulosos.

Ou melhor, essas ERAM as suas duas opções até agora. Conheça o Promobit.

promobit

O Promobit é um site colaborativo pra te ajudar a achar as melhores pechinchas desta nossa internet, e o único que você precisará checar daqui em diante. As promoções que aparecem lá são cadastradas por usuários comuns como eu ou você que encontraram um preço legal e resolveram compartilhar com a comunidade de caçadores de descontos.

Os usuários postam perguntas sobre as promoções, e os outros membros da comunidade as respondem, com a galera do Promobit verificando as promoções, pra separar o joio do trigo, assim dando sua benção as promoções reais — e tirando de lá qualquer coisa com características de “metade do dobro”.

Essencialmente, os caras enxergam os códigos da Matrix dos descontos e repassam este conhecimento pra você. Pra você ter uma noção do que já perdeu por não conhecer o Promobit antes, teve esse iPhone 6S de R$ 2421, quando ele custa geralmente acima de R$ 3000. Nesta outra promoção, comprar três Zenfones saia mais barato que comprar dois.

Caso você seja mais pobre que o Seu Madruga, tem até ofertas grátis lá — jogos no Steam, ebooks, cursos, apps, tudo no 0800. Se você quer economizar tempo e dinheiro, pode dar uma passada na seção TOP, onde vai encontrar as melhores ofertas — ou seja, as ofertas topzeras, faustop ao quadrado mesmo. Olha isso:

topzeiras

A plataforma é 100% brasileira e é a primeira em sua categoria. A curadoria do Promobit é eficiente e por isso você encontrará lá preços melhores do que nos comparadores de preços (estes procuram apenas preços mais baratos entre sites de compra, não necessariamente estando em promoção).

Meu próprio broder Evandro of Fries, participante do 99Vidas e d’O MELHOR PODCAST DO BRASIL, já usou e aprovou o Promobit. No caso, o Fritas comprou Street Fighter 5, que apareceu no Promobit aqui.

No lançamento, o game tava listado por 279 reais. Uma semana depois, a galera do Promobit trouxe SF5 a você por módicos 134 reais.

photo_2016-09-22_14-22-32

Agora é do Evandro

Meu colega podcaster meteu o dedo no botão COMPRAR com tanta força que quebrou seu teclado, e está agora dando reload no Promobit (usando o mouse, coitado) esperando aparecer um teclado em promoção.

Em vez de ficar procurando regateios pela internet afora, fuçando fóruns e ligando pro seu primo que “entende desses negócios de internet”, vá no Promobit!

Se quiser acompanhar os caras pelo Facebook, que é bem mais prático, taí a página deles. Se o Fêice já não é mais a sua praia, tem também apps dedicados pra Android e iOS.

E aqui, um vídeo que fiz sobre os caras:

Aê, cês já ouviram falar do ChatOn? Claro que não, porque eu ainda não falei dele.

O ChatOn é um programa universal de instant message. “Universal” porque, como você vê nesta imagem acima, ele roda em tudo que é aparelho. Assim, você não precisa ficar frustrado por não conseguir mandar iMessage pro seu amigo que usa Blackberry Messenger. Com o ChatOn, todo mundo conversa com todo mundo, entendeu? E esse é o ESPÍRITO da internet, rapaz!

O ChatOn tem todas as firulas que você exige de um programa de IM: mensagens em grupos, emoticons animados, dá até pra criar suas próprias animações desenhando na tela do celular e mandar pros amiguinhos (vê lá o que vocês vão desenhar, ein!). Tem integração com calendário, tem uma área de recados no perfil do seus amiguinhos, tem um sisteminha de recompensas de acordo com seu nível de interatividade (ou seja, mais achievements pros nerds colecionarem). Tem coisa pra caramba lá.

Tá curioso pra ver como é o negócio? Clica aqui pra ver como é o ChatOn!

Como sabemos já faz algum tempo, o Internet Explorer não é visto com os melhores olhos possíveis pela comunidade internética. E a Microsoft, ao lançar a nova versão do browser, faz algo curioso: eles reconhecem a má fama do Internet Explorer e bolaram uma campanha totalmente voltada a tirar onda com o histórico do programa. Eles montaram um tumblr chamado “The browser you loved to hate” (que vi pela primeira vez na semana passada), repleto de vídeos, desenhos, tirinhas e outras dessas galhofas internéticas em que usuários dão uma chance ao novo navegador e se surpreendem.


É interessante ver a marca tentando reverter uma má percepção do público tirando onda de si mesma. Tem até este vídeo em que um usuário com hábito de dar aulinhas sobre navegadores se trata:

Uma das principais features do novo Internet Explorer é a função Fixar Site. Basta arrastar a guia do site para a barra de tarefas do Windows 7, e assim você criar um tipo de mini-aplicativo pra acessar suas páginas favoritas, como o Facebook, Twitter, ou o HBD, só com um clique. E além disso o navegador é mais rápido e seguro.

Dá uma olhadinha lá no Tumblr dos caras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...