Puta que pariu, como nego é burro

E aí, como foram suas viradas? A minha foi bacana. Fui à casa dum chegado (aquele mesmo que se casou recentemente e tal), a galera bebeu e dançou enquanto vídeos engraçados do youtube tocavam na TV de 56″ dele,  setando o clima da noite.

É clichê, eu sei, mas tais vídeos engraçados são ainda mais engraçados depois da terceira garrafa de daiquiri de morango.

Mas o post não é sobre isso.

O post, como você viu no título, é sobre algo que muito me incomoda na nossa raça — burrice.

Não apenas qualquer burrice, aliás. Não me refiro à burrice trivial do dia a dia, do tipo quando você fala pro seu amigo que o jogo tá 1 a 1 e ele pergunta “pra quem?“. A estupidez a que me refiro é a burrice convicta, irreversível, do tipo que resiste até mesmo à lógica mais clara.

Explicarei do começo.

Como moro na região Oeste do Canadá, (GMT -7), estou permanentemente preso ao passado. Durante o horário de verão de vocês, a diferença é de cinco horas. Quando aqui é meio dia, aí são cinco da tarde (esse negócio de “17 horas” é meio imbecil, parem de usar isso).

Então, ontem eu ainda estava no trabalho quando vocês aí embaixo começavam a comemorar a chegada do novo ano. E tavam comemorando outra coisa, também.

Esta é uma representação gráfica aproximada da minha reação ao ler estes (e os tantos outros) tweets celebrando a “nova década”:

A marca da mão tá na minha cara ainda

Existem duas formas de explicar a essas pessoas o erro elementar delas — a forma simples, e a forma completa.

A forma simples é uma técnica que se usa no primário pra ensinar crianças de colo a colocar as pecinhas quadradas no buraco quadrado e as redondas no buraco redondo: comparar e contrastar. Até mesmo cérebros pouco desenvolvidos tais quais os de bebês são capazes de executar reconhecimento de padrões, uma habilidade ímpar para o desenvolvimento humano.

Em outras palavras, até mesmo gente que ainda caga nas calças e acha que você deixou de existir se você cobre os olhos dela dispõe do aparato cognitivo requerido pra comparar e constrastar padrões. É assim que eles descobrem que se a peça redonda encaixa no buraco redondo, a pecinha triangular deve ser colocada no buraco no formato de triângulo.

E como se faz isso? Simples.

Vá a wikipédia (qualquer wikipédia, em qualquer língua) e procure os artigos sobre as décadas (novamente, qualquer década). Vamos escolher uma aleatória — wikipédia em italiano, artigo sobre a década de 50:

Gli anni 1950, comunemente chiamati anni cinquanta, sono il decennio che comprende gli anni tra il 1950 e il 1959.

Veja bem, meu italiano é tão bom quanto meu javanês. Entretanto, números praticamente não precisam de tradução. O artigo fala sobre os “anos cinquenta”, o “decênio” (termo menos comum pra “década”) entre os anos 1950 e 1959.

1950 e 1959. Certo. Vamos procurar um outro exemplo pra traçar a tal comparação e contraste que eu mencionei antes.

Wikipédia em alemão, o que você me diz dos anos 80?

Agora fodeu porque eu não falo absolutamente NADA de alemão. Não sei nem como cheguei nessa página, meu contato com a língua germânica limita-se ao Fuhrer gritando naquele trecho de Downfall que foi parodiado à exaustão nos youtubes, e as meninas do GGG se bezuntando com fluidos corporais em vídeos que eu assisti apenas pra fazer uma pesquisa de critério científico.

Felizmente, fluência em alemão não é necessário — note que no topo do artigo há uma lista de datas que compreende de 1980 até 1989.

1980 e 1989. Se você tem neurônios e sinapses funcionais, compreensão numérica e um QI superior a 14, você deve estar começando a notar um certo padrão.

Vamos cortar a lenga lenga. Wikipédia em inglês, o que você tem a dizer sobre os anos 2000s?

The 2000s was a decade that started on January 1, 2000 and ended on December 31, 2009

Não fala inglês? Ok, Wikipédia em brasileiro, ajude esses incultos?

década de 2000, é o período de tempo compreendido entre 2000 e 2009. É a primeira década do século XXI.

Pra maioria das pessoas, isso teria sido suficiente pra convence-las de que não, primeiro de janeiro de 2011 não é uma nova década. A “nova” decada de 10 (soa estranho, eu sei) começou em 2010 — assim como a década de 70 começou em 1970, a de 90 em 1990, etc.

Comparar e contrastar. Se Décadas começam num ano 19X0 e terminam em 19X9, é dolorosamente claro e evidente que a década 00 começou em 2000 e terminou em 2009.

Parece absurdamente óbvio, né? Entretanto, como falei antes, a burrice convicta não se dobra diante de coisas tolas como “lógica” e “registro histórico”. Uma multidão de pessoas estava firmemente convencida de que primeiro de Janeiro de 2011 é o começo de uma nova década.

Ignore por um instante que isso implica em dizer que 1970 pertenceu à década de 60, algo patentemente absurdo. Vamos à raíz do problema: o ano zero — que não existiu.

Como boa parte das pessoas com educação superior ao jardim de infância sabe, não existiu ano zero. O registro histórico pula de 1 BC (Before Christ, ou “Before Common/Current Era” como estão adotando ultimamente) pra 1 AD (Anno Domini originalmente, mas agora virou “Common/Current Era”).

Isso significa que pra períodos que se relacionam diretamente com o início da contagem dos anos da era atual (ou seja, séculos e milênios), a contagem começa em 1. O primeiro século, portanto, começou no ano 1 e foi até o ano 100. O primeiro milênio, do ano 1 ao ano 1000.

Entretanto, décadas são períodos diferentes de séculos e milênios. Eu me sinto idiota tendo que explicar algo tão básico mas acredite — tem gente que não compreende a diferença cultural entre esses sistemas de registro de passagem de tempo.

Séculos e milênios são ferramentas de contagem de tempo que fogem da duração de vida de um ser humano comum. Não experimentamos nem um nem outro, usamo-os apenas pra contar o tempo desde o começo da Era Comum, ou seja, o Ano 1.

Décadas, por outro lado, são períodos menoroes que nós seres humanos experimentamos pessoalmente. Por isso, quando se fala de década de 40, não há ambiguidade — ninguém pensa que você está se referindo a 1540; todos comprendemos que o período a que você se refere é entre 1940 e 1949.

Aí está a diferença. Enquanto séculos e milênios não têm um “ano zero”, décadas sim. O “ano zero” da década de 80 foi 1980, não 1981.

Essa é a diferença. Séculos e milênios são períodos maiores que se relacionam diretamente com o início da Era Atual, que começou no ano 1. Já décadas são o período mais recente, e estes sim tiveram um “ano zero”.

Parece extremamente simples, mas acredite se quiser — tem MUITA GENTE BURRA que recusava a explicação e até mesmo as evidências do erro conforme vistas na wikipédia ou outros artigos que apontavam o engano.

Quando a gente perguntava “seu protozoário, quer dizer então que 1950 pertenceu aos anos 40?”, o energúmeno respondia “sim!”. Imagine o meu desgosto.

Gente com cara de pau tão grande quanto a indisposição pra admitir um simples erro recusavam tanto a explicação quanto os artigos da wikipédia, mandando falsa indignação acadêmica a respeito do uso da enciclopédia virtual pra resolver impasses.

Como se o rigor bibliográfico deles fosse tão pristino que eles se recusam a jamais usar a wikipédia pra buscar informação sobre um assunto qualquer. Até parece.

Meta sua presunção no rabo, meu amigo. Você é um técnico em informática sem ensino superior, não um PhD participante do painel do prêmio Nobel. Se você não fosse tão absurdamente ignorante, não teria nem sido necessário buscar ajuda na wikipédia.

Teve também quem falasse “mimimimi mas se fosse assim a ‘primeira década’ teria apenas 9 anos, de 1 AD a 9 AD!”.

Exatamente, seu porífero.

Gente que não consegue compreender algo tão simples é como uma criança retardada que insiste em enfiar a peça quadrada no buraco em formato de coração.

Puta que pariu, teve retardado que falou inclusive que de 2000 a 2009 só há 9 anos, o que resultou em alguns de meus seguidores aconselhando-os a contar os anos nos dedos.

Feliz 2011.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

114 comments

  1. Fora isso, caso o lorde canadence não saiba, uma DECADA tem 10 anos, não 9, como o sr. repetitivamente disse ontem a noite em vosso tuimter.

  2. Algo tão simples e óbvio, mas que as pessoas teimam em não aprender.
    É mais ou menos a diferença entre as palavras “mas e mais”, que MUITA gente erra e mesmo assim não tomam um jeito, acham que continuar escrevendo errado ainda sim está certo (isso foi mencionado no vídeo do Felipe Neto, aliás).

    Kid, eu ainda questionei um rapaz que estava te contrariando, e ele veio com OFENSAS DE ADOLESCENTE. Aquelas ofensas que o cara acha que está te afetando, mas que, na verdade, você não está dando a mínima e ele está falando sozinho.
    Nem discuti. Afinal: se você é burro, tire sua dúvida na Wikipédia.
    Se você não quer tirar sua dúvida, continue sendo burro.

    Hahaha! Tomara que com a sua explicação o pessoal pare de bater sempre na mesma tecla.
    Abraço! 🙂

  3. wikipédia em brasileiro é minha unica objeção btw …

    e comparem e constatem comigo que o brasil é mais avançado que o tal canadá uma vez que está na futuru …

    abs

  4. Olha, devo dizer que concordo em tudo.
    Eu também sempre tenho que ficar explicando isso pra algumas pessoas, e muitas insistem em dizer que hoje (01/01/11) começou uma nova década.
    Vou passar a enviar o link desse post para as pessoas, assim evito gastar saliva hehehe.

  5. Acho que essa frase “a burrice convicta não se dobra diante de coisas tolas como “lógica” ” resume o texto por completo.
    Ri demais desse texto.
    Feliz 2011

  6. “esse negócio de “17 horas” é meio imbecil, parem de usar isso..”
    Blz, agora diga é imbecil usar Celcius pois Farenheit é mais esperto ou milhas ao invés de KM, ou mesmo polegadas para dizer a altura de alguem….

    Não tivemos primeira década ou primeira década é a dos anos 10 a 19?

    O primeiro século só tem 9 décadas?

    Como disse alguém ai, você está errado.. lide com isso! 🙂

  7. Zuera, mas rolou essa discussão ontem aqui em casa. É um conceito fácil de entender, mas também fácil de confundir, não é burrice ~aqueles tentando amenizar a parada

  8. Tá certo em quase tudo…

    Quase, porque, ao contrário do que você disse no texto o primeiro século começa em 1 e termina em 100, o primeiro dia do ano 101 já pertence ao segundo século…

    Regrinha que ensino aos meus aluninhos de 5ª série… Depois de cristo, século começa em ano 01 e termina em ano 00…

    01 -- 100
    101 -- 200, etc, etc, etc…

    A confusão ai se deu porque terminou em 31/12/2010 a primeira década do século que estamos (primeiro período de 10 anos), que começou no primeiro dia do atual século 01/01/2001.

    Mas décadas não contamos no mesmo instante que iniciamos a contagem de séculos, nem de milênios.

    No caso de décadas contamos apenas um período de tempo que tem terminação parecida, ou seja, exatamente como você explicou: 2010, faz parte da década de 10 (2010-2019), mas pertence ainda ao primeiro período de 10 anos do século XXI.

    Provavelmente essa revolta toda seja do pessoal que levou owned pq comemorou em 2000 o “novo milênio” sendo que ainda faltava um ano. 😉

    (depois desse texto todo não sei se ajudei ou atrapalhei…)

  9. Beleza, na verdade até eu não me ligava nisso, mas concordo com a parada.
    O unico lance é um erro básico no seu texto amigo, Os séculos e milenios terminam em 0: Sec XIX terminou em 1900, Sex XX terminou em 2000; e não em 1991 e 2001 como vc disse.

  10. Brilhante colocação sábio Kid.

    Mas vou te dizer, o mimimi no twitter foi o que menos me chamou atenção, já era esperado.

    Incrível foi ver a maior emissora brasileira fazendo coro para essa ignorância coletiva e anunciando 2011 com o início da década de ouro. Eles se referem ao fato de ser a década em que sediaremos Copa do Mundo e Jogos Olímpicos.

    Apenas não foram capazes de informar à pobre massa cega que tal década já começou faz tempo e que estamos no segundo ano dela.

    Uma pena, e vergonhoso ao mesmo tempo.

  11. Embora seja o correto, eu não compreendo uma coisa:

    Se a primeira década teve apenas 9 anos, pq raios o primeiro século não seguiu o mesmo padrão e terminou com 99 anos?

  12. Sábias palavras, de verdade.

    O que é mais foda é que nêgo clica no link, vê o post, e continua insistindo no mesmo argumento, sabendo que está errado.

    Caralho, de que adianta você clicar no link, ler todo o texto, e não aprender nada, continuar insistindo no ERRO?

    Meu Deus, como esse povo é ignorante.
    Estamos perdidos. E se continuar dessa maneira, não vamos chegar nem em 2012.

  13. @Lucas Hingis

    Porque você é o tipo de burro que o kid está falando..

    Kid, se é dificil para as pessoas entenderem isso, imagina tentar explicar que power balance é um engodo e enquanto você está gastando uma fortuna (Se não me engano custa uns R$150 por aqui) o criador dessa merda está nadando em dinheiro rindo da sua cara… é complicado mesmo.

  14. Nem cheguei na metade do post e parei de ler, já pensei ihhh o idiota vai começar a explicar a merda em todos os idiomas possíveis…

  15. Seu texto está incorreto, todos sabem que os anos 70 pertencem sim à década de 60, sendo esse um tema discutido pela comunidade científica e até publicado na revista Science. Não se trata de um fator cultural, mas sim de um sistema de magnetismo temporal descoberto por John Floster em meados de 1987. Logo, a década começa em 2011.

    Perguntas?

  16. Entendo perfeitamente que seu intuito é humorístico e trollístico, quibe.
    Mas não acho engraçado (nem um grande atestado de burrice) nego confundir como começa o século com como começa a década. Entretanto, como já diria minha vó, persistir no erro é burrice. Aí sim o negócio fica imperdoável.

  17. Kid, meu querido…

    Eu pensei que, ontem, você tivesse entendido…
    Não existe década de 9 anos. A primeira, aliás, não foi AD. A não ser que você só conte os anos depois do JC.

    Vou explicar de novo. E pedir pra você contar de novo. De novo.

    Vamos lá. De novo. Do começo.
    Vamos fingir que a primeira década foi de 1a 9 AD, que sei lá por que é de sua preferência.
    O ano é o tempo que passou, já que o tempo que virá é do próximo. Guarde essa informação, que será importantíssima.
    O ano 1 teve quantos meses? Vamos fingir que foram 12. Só de farra. O ano começou no dia, sei lá, vamos chamar de dia primeiro. Parece um bom nome, dia primeiro. No mês… janeiro! Vamos chamar o primeiro mês de janeiro. Então do primeiro dia do primeiro mês ao último dia do último mês (que eu vou chamar, arbitrariamente, de 31 de dezembro), temos 1 ano. O primeiro ano. Agora, vamos fingir que todos os anos seguem essa modinha. Guarde essa informação, também.

    Então, o ano 1 foi 1 ano. Ou seja, 1 ano teve que passar pra termos o ano 1. Repetitivo, mas acho que necessário.

    Passou 1 ano pra termos o ano 2. Pro 3. Pro 4. Acho que já pegamos a deixa, pois não? Então.

    Chegamos ao 9. Como vimos, passou-se 1 ano, que foi de 8 a 9, pra chegarmos ao 9. Se duvida, vamos voltar ao começo. É chato, mas como você bem notou, estamos lidando com gente burra, aqui. O ano 1 teve 12 meses. O 2, idem. O 3, o 4…
    Quando chegarmos ao ano 9, teremos 108 meses. Pega o seu IPhone ou IPad e divida 108 (número de meses) por 12 (os meses contidos em um ano). Surprise, surprise, temos 9, que é o total de anos. MAS, ANTES do ano 10, temos mais 12 meses pela frente.

    De novo, pegue seu IPhone/IPad e some 9 (o número de anos que já tínhamos) a 1(esses 12 meses que ainda temos).

    A resposta é: uma década tem 10 anos, ou, em termos leigos, não existiu nenhuma década de 9 anos, nem a, vá lá, primeira.

    Pra quem ainda não entendeu: o ano 10 começa no primeiro momento do primeiro dia de janeiro do ano dez. Antes disso, já havia passado 10 anos.

    Eu sei que é difícil de entender, como disse o Izzy, se você é técnico em informática ou, sei lá, lojista (por mais divertidos que sejam os produtos de sua loja, diga-se de passagem).

    Sobre o verbete da Wikipédia. Muito divertido. Achei até que você tivesse escrito pra trollar os poríferos.
    Este verbete explica bem porque a Wikipédia não pode ser usada como base para pesquisa séria, já que qualquer porífero pode escrever qualquer barbaridade. Vou explicar aos demais:
    Os anos antes do nascimento de JC são contados “pra trás”, por exemplo: se eu morri no ano de nascimento de Cristo aos 50 anos, eu nasci no ano 50 antes de Cristo. Se eu tinha um filho de 25 anos quando morri, ele nasceu no ano 25 antes de Cristo. Só pro povo se situar.

    Assim sendo, contando os anos PARA TRÁS, o ano 1 teve 12 meses igual a todos os outros, como é elementar. E dessa forma a primeira década teve 10 anos com todas as demais.

    Algum porífero escreveu aquele verbete pra deleite de outros tantos. Divertidíssimo.

    Abraços poríferos e um beijão na Becca.
    E concordo com você. Tem muita gente burra por aí.

  18. Vamos lá. O conceito de década que utilizamos hoje em dia é uma invenção muito recente. Ela vem principalmente do século XIX mas se tornou mais usual na segunda metade do século passado. Isso se deu devido a uma crescente aceleração na percepção da passagem do tempo. Séculos atras gerações inteiras transcorriam sem grandes alterações em seus padrões de vida. Um camponês que seja poderia imaginar que seu filho, seu neto e seu bisneto manteria os mesmo padrão cultural que o seu. Atualmente tudo acontece tão rápido que precisamos situar os fatos em intervalos menores de tempo.
    Toda essa explanação e para dizer que nos acostumamos a enquadrar a cultura pop dentro de gavetas chamadas décadas. Tal estilo musical só pode ter surgido na década tal ou os anos tal foram incríveis/uma merda. Dessa forma seria estranho imaginar que o ano zero de uma década vai pertencer a década posterior.
    Década e um período arbitrário de dez anos que pode ter inicio em qualquer ponto. Aqueles que querem um conceito seguro para poder encaixar qualquer manifestação cultural na “gaveta” correta com certeza preferira o marco inicial como sendo o ano zero.
    Particularmente nao me incomoda a afirmação de que hoje e o primeiro dia da segunda década do século XXI.

  19. Essa década de zero com nove anos achei bem cara de jeitinho brasileiro =P Pq o primeiro século então não teve 99 anos?

    Mas meu senso de organização não tolera essa sua visão dos fatos, pra mim década tem que estar de acordo com as outras medidas como século, milênio etc. Essa desculpa que a contagem é diferente pq o ser humano vive várias décadas e não muitos milênios é bem esfarrapada.

  20. “bla bla bla, desse jeito a primeira década teve 9 anos!”, exatamente. Pode procurar na wikipedia (em qualquer língua). Mas esse período de 9 anos não é considerado década, sendo assim, a primeira década é de 10-19.

    Problem?

  21. Ótimo posts! Fiquei puto vendo seus RTs e mentions sobre o fato no twitter.
    Agora só uma coisa: acho que você deveria colocar em negrito ou sublinhar a parte em que você fala “ser humano comum”, se referindo à longevidade humana, porque daqui a pouco aparecerão pessoas (provavelmente as mesmas que comemoraram a chegada da nova década) dizendo que ha pessoas que vivem 100 anos, insistindo para você procurar no google por “Oscar Niemeyer”…

  22. É uma mera convenção. Não faz sentido achar inferior quem não concorda com ela.

    O pilar do seu argumento é: “Décadas [quando comparadas a séculos, por exemplo] são períodos menores que nós seres humanos experimentamos pessoalmente” … PORTANTO … “décadas devem ser tratadas de modo diferente”.

    Por si só, a premissa já é altamente subjetiva e xingar quem não concorda com ela não faz sentido. A implicação (o “PORTANTO”) também é algo bem subjetivo.

    Pra mim a melhor solução (já feita a cagada de omitir o ano 0, pois agora é tarde tentar consertar isso) seria considerar (i) a primeira década com tendo apenas 9 anos, (ii) o primeiro século com 99 anos, (iii) o primeiro milênio com 999 anos, e assim por diante.

    A convenção adotada pelo mundo, como você expôs no post, é aceitar (i), mas rejeitar (ii) e (iii).

    Essa convenção NÃO segue da lógica, como você afirmou no post. Se pra você apenas (i) faz sentido porque “década é ‘sentida’ pelo ser humano enquanto século não é”, tudo bem. Mas a partir daí chamar de burro quem não concorda com (ou desconhece) essa convenção, é outro coisa.

    Obs: Lembre-se que o conceito de “década” não existe só para os séculos XX ou XXI (veja por exemplo http://en.wikipedia.org/wiki/1740s)

  23. @Hugo Petrucci: O que você disse até que tem lógica, mas, se é que está tecnicamente [quase] certo, acho uma complicação desnecessária. Você pode até dizer que 1991-2000 foi o, sei lá, “Déculo 200”, mas a expressão “Anos 90” (assim como “Década de 90”), hoje em dia, claramente significa os anos [mil novecentos e] noventa e tanto (1990-1999).

  24. Adicionalmente: Seguindo a lógica do “não existe ano 0, portanto as décadas terminam nos anos de fim 0”, a “Década de 90” seriam os anos de 81 a 90.
    Boa sorte com isso.

  25. Isso é muito simples de resolver.

    Pra quem acredita que em 2010 começou uma nova década : Ok vc está de boa.

    Pra que não acredita: Vá no poupa tempo e mude sua idade para idade +1 , pois você foi registrado no ano do calendário gregoriano.(o qual vc não acredita).
    R$20 reais , vc tira a foto pro seu novo RG , paga a condução e de quebra manda um chirrasquinho grego pra dentro.

  26. Na verdade não é burrice mas falta de informação de apenas… UMA CONVENÇÃO.

    Mas caso você leia sobre o Año 0 na wkpd em espanhol terá a informação adicional que tem em outras línguas que a década 0 tem-se o ano 1AC como parte dessa década.

    Creio que chamar uma pessoa de burra por tal coisa tão insignificante como uma convenção de datas óbvia porém com algumas coisas que possam mudar seu significado seja… burrice.

  27. É realmente impressionante a como o ser humano pode ser tão ignorante e inflexivel a algumas coisas ridiculamente simples.

    Parabéns por nos mostrar essas caracteristicas, espero que seus leitores usem com sabedoria o resultado dessas esperiéncias.

  28. Desculpa Kid, mas nessa vc erro. Não totalmente mas ao chamar quem falou que entramos numa nova década de burros e idiotas.

    Citando a Wikipedia em inglês:

    “Since the common calendar starts from the year 1, its first full decade contained the years from 1 to 10, the second decade from 11 to 20, and so on.So while the “1960s” comprises the years 1960 to 1969, the “197th decade” spans 1961 to 1970.”

    O problema vem da expressão em inglês “The 19X0s” ou em português “Os anos XX” Esse sim se refere a uma década (período de tempo de 10 anos) que abrange por exemplo de 1980 até 1989. Mas essa contagem é apenas “popular”.

    Já a contagem “oficial” da década é sim de 2001 até 2010 e de 2011 até 2020. Pois não importa se é a contagem começou a 2000 anos atrás ou à 5000 anos, a contagem sempre começa a partir do ano 1 e segue essa lógica pra décadas, séculos, milênios e qualquer outra medida.

    É a mesma coisa que aconteceu na virada de 1999 pra 2000 as pessoas comemorando a virada de milênio. Só que nesse caso você esta fazendo o contrario simplesmente porque é uma contagem de tempo de menor duração.

    1. Existe uma diferença entre “a 197th década” e “Anos 70” — a diferença é que NINGUÉM USA O PRIMEIRO. Ninguém. Nem mesmo você, que está fazendo tal argumento JAMAIS se referiu aos “anos 90” como “A 199a. década”. Isso acontece porque não se contam décadas da mesma forma que séculos.

      Algo que eu EXPLIQUEI NO TEXTO, amigo porífero.

  29. Rá, e tem os que mesmo assim querem discutir. Sinto muito, mas meus professores de história me ensinaram algo muito simples. 1950 é década de 50(até 59 :P). 1500 é século XV. 1501 soma-se 1: séc. XVI

    E meus professores estão certos. euheuheuhehe

  30. É engraçado que você também comete alguns erros ignorantes, achando que um simples erro de estimulo possa medir a habilidade cognitiva de alguem.

    Muito bom kibê, sempre rio com seus paradoxos.

  31. Anos 70 = Década de 70 != 70ª Década (onde != quer dizer diferente de)
    … A conversa todinha é só pra dizer isso…

  32. Realmente a ignorância da maioria dos Brasileiro é impressionante deve ser algo cultural. Impossível inserir educação e lógica nos pobres infelizes. Louvados eleitores da Dilma. Ó Israel! Fugirei para o Canadá, abençoada seja a terra nerd!

  33. já que é trollagem serious business, então vamos ter que aceitar que “anos X0” é diferente de “década de X0”.
    deal with it.

  34. abrir um topico desse tamanho pra falar desse assunto q o povo tem o cerebelo tetraplegico foi vacilo. pensei q era historia de algum gabiru no yorgute

  35. É meu amigo, pensando melhor você vacilou muito. Por mais que seus argumentos sejam válidos são errados.

    Não importa se foi mudado, o que importa é que sua conta foi feita do jeito que desse o resultado certo para vc pois só no final do ano 1000, na passagem para o ano 1001 no caso, é que temos um milênio. O mesmo se vale para década.

    Mais atenção na próxima vez 😉

  36. Pingback: E começa a nova década… wait, WÛT? « Blog LevelUP! – Que tal dar um LevelUP no seu dia?
  37. uahsuahsuahsuhasuhasuhuash, ta certo que existe muita gente ignorante nesse mundo…

    mas usar a wikipedia como base cientifica é ridiculo, queria ver o izzy fazendo trabalhos de faculdade, citando a wikipedia como fonte

  38. Pingback: E começa a nova década… wait, WÛT? « Blog LevelUP! – Que tal dar um LevelUP no seu dia?
  39. Cara assim como tivemos a primeira década com “9 Anos” agora tivemos um década de “11 anos” para normalizar tudo!

    Agora a Próxima década eu aposto que será 2010-2019 pode anotar ai e conferir daqui a 8 anos se não vou estar certo…

  40. Kid, falei que seu erro não foi falar que a década começou ano passado, e sim ao falar que quem estava comemorando a nova década é burro.

    Realmente quando eu falo “Os anos 50” estou me referindo ao período de tempo de 50 à 59. E nunca vou falar “A centésima nonagésima quinta década foi a melhor na minha opinião…” porque simplesmente não faz sentido numa conversa.

    Tomando como partida que década é um período de tempo de 10 anos. Ano que vem vai ser o começo de uma nova década, de 2012-2021. Se alguém usar essa medida ela não vai ser compreendida, MAS teoricamente, errada ela não está, apenas não é convencional. E se fomos filosofar mais ainda, podemos dizer (e isso agora é só trollagem) que ao chamar uma pessoa não convencional de burra é preconceito.

    Huahuahuahuahua.

    Como você mesmo sempre diz, não levá-lo-emos a sério por que não há nada pra se levar a sério. Minha critica desde o início foi o fato de você chamar de burro quem estava comemorando a nova década. Mas como eu chamei de burro quem comemorou o milênio em 1999-2000, que se foda…

  41. Ainda não entendi o porífero. Foi só uma maneira de me chamar de burro ou tem alguma piada escondida que eu não entendi?

  42. Vamos la, de uma forma simples para que todos entenderem!

    Vcs nao contam o ano do inicio da decada como um ano valido?
    Acho que é isso que vcs estao errando ;D

    1960 -- 1 ano
    1961 -- 2 ano
    1962 -- 3 ano
    1963 -- 4 ano
    1964 -- 5 ano
    1965 -- 6 ano
    1966 -- 7 ano
    1967 -- 8 ano
    1968 -- 9 ano
    1969 -- 10 anos

    Fim, 1 decada!

    E pro jumento que ainda nao entendeu, a decada começa do ano 0 entao é impossivel se ter apenas 9 anos, se ela começasse pelo ano 1, sim, ai sim teriam 9 anos! =)

    nunca tinha encontrado esse blog antes, mas ja me identifiquei com ele haha xD

  43. Um detalhe escapa nesta discussão: os calendários juliano (adotado em 45 a.C) e gregoriano (este último sendo o calendário que seguimos, adotado a partir de 1582) fazem CONVENÇÃO.

    Vale lembrar que há países que não seguem nenhum destes dois calendários.

    Explicação simples para o ano 0:
    “Nunca existiu um ano zero, pois o zero não era conhecido na época em que os calendários foram criados”.
    fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Calend%C3%A1rio_juliano

    Nesta CONVENÇÃO, não existe o ano 0.

    É isso que ocasiona as confusões para contagem de milênios, séculos e décadas.

    Entretanto, prestem atenção no detalhe que escapa à discussão.

    Ninguém aqui nasceu com 1 ano de idade.
    Todos nascem, completam 1 mês de vida, 2 meses de vida e assim por diante, até completarem 12 meses de vida, ocasião na qual é comemorado o aniversário de 1 (UM) ano de vida.
    Este período, do momento do nascimento até completar 12 meses seria o ano 0.
    Ou seja, no segundo seguinte ao segundo equivalente de 12 meses atrás, esta pessoa tem 1 ano de idade.

    Mas por CONVENÇÃO ninguém tem 0 anos de idade, ressalto.
    Apenas não se convenciona dizer que uma pessoa tem 0 anos de vida, mas sim que tem 5 meses, 7 meses, até completar 1 ano.

    É obviamente curioso, mas do momento do nascimento até o fim do ano 9, esta pessoa já tem uma década de vida.
    Quando completar 10 anos, esta pessoa estará começando sua segunda década.

    Na questão das décadas, levamos em conta o “ano 0”, por exemplo 1920, 1930, 1940.
    Portanto, fazendo a matemática básica, de 1º de janeiro de 1920 a 1º de janeiro de 1929, temos dez anos, temos a décade de 20.
    O ano 0 (no caso, 1920) foi levado em conta.

    Mas, seguindo a CONVENÇÃO do calendário juliano (e mais tarde, do gregoriano), a primeira “década” teve apenas 9 anos (de 1 a 9), o que realmente gera problemas de entendimento.

    Mas novamente, estamos falando de CONVENÇÃO.
    E portanto, há convenções diferentes em um mesmo calendário para milênios e séculos (que não levam em conta o ano 0) assim como para décadas (que leva em conta o ano 0).

    A confusão tem origem básica, porque, ao iniciar qualquer contagem, geralmente começamos contando a partir de 1, ou seja: 1, 2, 3, 4…
    É pouco comum contar a partir de 0: 0, 1, 2, 3…
    Novamente, isso se dá porque 0 era um conceito desconhecido; contava-se o existente, sem levar em conta o “nada” (zero).

    Recomendo leituras sobre os calendários juliano e gregoriano, ajudarão a elucidar esta questão.

  44. a definição dos períodos foi acochambrada para as pessoas não se confundirem…

    “ah, o que é mais fácil, transformar décadas em sub-unidades de séculos e milênios, ou falar que a sétima década começa em 70?”. adivinha qual foi a decisão… não contavam que não existe modificações que superem a disposição das pessoas para cometer engano.

  45. Acho que a gente pode entender que séculos e milênios são períodos “oficiais” de tempo, facilmente encontrados em contexto científico, enquanto décadas são usadas de maneira mais “informal”. Acho que assim fica mais fácil de aceitar essa diferença referente ao ano zero.

  46. Pochete já era, calça boca de sino já era, macacão alça ímpar já era.
    Mas a burrice parece que nunca sai de moda.
    Usem mais a Wikipedia.

  47. Bom, meio tarde, mas o texto tá certo, os motivos da confusão que precisam ser explicados.

    Na verdade a confusão se dá porque se costuma ter o conceito de DÉCADA como algo absoluto, sendo que pode ter os dois sentidos. Uma nova Década começa todo ano. Veja bem, os períodos de tempo são contados de forma ABSOLUTA e RELATIVA. Você pode dizer “O período estudado foi a década de 1945 a 1955” Ok, um período de 10 anos. Mas também pode se referir aos “anos 40” como “década de 40” que envolve de 1940 a 1949. Não é difícil conceber.

    Vamos usar outro exemplo: se você fizer uma consultoria de uma empresa fundada em 1996, pra calcular o faturamento dela na primeira década de existência, vai calcular de 1996 até 1999 ou de 1996 até 2005? Nesse caso, novamente, o conceito relativo de década.

    Sim, por um lado o pessoal tá certo dizendo que tá começando uma nova década, tá sim, a década de 2011-2020, ano que vem uma nova década, de 2012 até 2021. Mas tão errados em dizer que tá começando a década de 10. Nisso você tá certo, a década de 10 começou em, pasmem, 2010.

    A mesma coisa vale pras outras convenções de contagem de tempo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *