Relembrando a vida em 2001

Hoje faz exatamente dez anos que atentados terroristas nos EUA mudaram completa e irreversivelmente a paisagem cultural do nosso planeta. O impacto dos ataques foi tão profundo que mesmo após a morte do mandante do crime, a ameaça extremista continua — e as medidas para combater tal ameaça, por bem ou por mal.

Nunca mais na sua VIDA você poderá embarcar num avião nos EUA como fazia no dia dez de setembro de 2001. Eu estive nos EUA rapidamente neste ano, e tive que passar por esta máquina aqui:

Este aparelho é um scanner de raio X backscatter, a fonte de muita controvérsia nos EUA. Essencialmente é um aparelho que permite os oficiais de segurança no aeroporto ver você peladinho, pra evitar que você esteja portando lâminas ou explosivos. Ou seja, será impossível daqui em diante pisar num avião americano sem que alguém cujo nome você nem conhece veja sua piroca em todo o seu flácido esplendor.

Pelo que tou vendo, todo mundo tá fazendo posts sobre o que eles estavam fazendo no dia do atentado (que por causa da minha “vida canadense”, estou mais acostumado a reconhecer como 9/11 do que como 11/9), então o assunto é manjado — até porque já falei sobre isso em outro post.

Então, tive uma idéia um pouco melhor. Que tal se hoje relembrássemos como era a vida em 2001? Por exemplo, estes eram…

Os celulares que usávamos:

Nokia 9210

Se você era um médico, advogado — duas classes que historicamente sempre foram usuários fiéis de smartphones/PDA — ou apenas tinha MUITO dinheiro, o Nokia 9120 era O smartphone a comprar. Quando fechado era um celular normal, e aberto virava um mini-laptop.

Essa belezinha aí tinha um processador de 66 MHz, tela de 640×200, e microfone e speaker na traseira. Ou seja, você discava um número, e em seguida virava o telefone pro outro lado pra falar com a pessoal, segurando-o com a tela e o teclado voltados pra fora.

Era a Nokia já experimentando com as formas retardadas de fazer ligações que ela aperfeiçoaria com o N-Gage.

NEVER FORGET

Caso você não fosse um jurista ou profissional especialista em salvar vidas, era mais provável que seu celular fosse este:


Ahh, o bom e velho Nokia 3310. Quando os celulares pré-pagos explodiram em popularidade e toda a criançada infantojuvenil se viu subitamente capaz de ligar uns pros outros, este celular dominou.

Aliás, a dominância da Nokia por si só foi outro símbolo dos anos 2000. Não é coincidência que os três celulares que mencionei aqui eram dela.

Câmeras Digitais que usávamos:
Sony Cyber-shot F505V

Esse monstrão aí tirava fotos em incríveis 2.6 megapixels e tinha uma LCD de 2 polegadas.

Caso você tivesse menos grana, tinha também a Kodak DC 4800.

 

3.3 megapixels. Hoje até uma tekpix da vida tem qualidade melhor.

Novelas que assistíamos:

Como entendo menos de novela do que literalmente qualquer outra coisa no mundo, fique só com as aberturas aí:

Filmes que estrearam naquele ano:


Música que ouvíamos:

Vocês hoje reclamam da música pop atual (“mimimi justin bíber”) mas não é de hoje que a parada é deplorável.

Pelo menos tinha…

E a música que eu mais odiei em toda minha vida:

Programas de TV que assistíamos

Caraio, o mundo mudou muito nos últimos dez anos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

61 comments

  1. hahaha LOL @ o pessoal “ô kide, pq vc n gosta de Strokes/Last Nite”?

    pq é RUIM, talvez? 😀 Mas de todas as do Strokes, Last Night é a pior mesmo

    E concordo aí: 10 anos do episódio perdido de DBZ… eu tava na escoa nessa hora, vi a primeira torre em chamas numa farmácia no caminho de volta pra casa, mas minha irmã gravava o DBZ no video cassete pra mim, e nesse dia, perdi 🙁

  2. qual era o nome de 3rd Rock From the Sun aqui no brasil ? não lembro de ter visto isso.

    e Will & Grace passa até hoje aqui no Brasil. hell, SEINFELD passa até hoje aqui no Brasil(mas Seinfeld pode pq era fucking genial)

  3. O dia do atentado ficou bizarramente marcado para mim mais devido a uma nerdice do que qualquer outra coisa. Foi exatamente nessa semana que consegui comprar um glorioso jogo que procurava a tempos, mas não achava mais em nenhuma loja. Era nada mais nada menos do que o clássico adventure Gabriel Knight 2 -- The Beast Within… Descobri que um maluco do colégio tinha, e convenci o mesmo a me vender sua cópia por 30 mangos! Resultado: Cheguei em casa, todo mundo chocado acompanhando via televisão a crise, e eu jogando essa maravilha. Ataque terrorista de cu é rola.

    Abs,
    Raphael

    ps. Bem que os Strokes podiam estar fazendo uma visita ao World Trade Center nesse dia hein?

  4. Caramba, eu era muito novo nesse dia. Tinha 5 anos. Eu tava vendo TV Globinho quando cortaram para falar disso. Eu lembro de que passei o dia todo ouvindo sobre isso, e ficava na inocencia me perguntando o que isso tinha de tão importante. E realmente, as coisas mudaram muito desde aquela epoca

  5. Nossa parece que foi ontem eu que eu vivi e assisti as todas essas coisas. Muito bom o post!
    Gosto muito de recordar essas coisas, lembro da minha infância, cresci vendo isso *__*
    Muito bom (Y)

  6. PC Siqueira tinha uma banda em 2001?

    Saudade dessas séries… 3d Rock então, era foda… mas e Geeks and Freaks? Era muito boa, não sei porque diabos não foi renovada.

  7. Monsters, Inc. pra mim é o TOP da Pixar. Ainda mais os impagáveis “erros de gravação” que aparecem no final. Sempre que posso assisto de novo.

  8. Conheci Strokes agora, e curti… kkkkkkk Qual o problema com a banda?

    No 11 de setembro eu tinha uns 6 anos, tenho poucas lembranças do quão massa eu achei aqueles prédios caindo… hahahaha

  9. e pensar que só fui ver americam pie recentemente

    não sabia que “The Departed” era remake

    Ir pro cinema e n lembrar nada do filme:
    “Saudade desse costume”[2]

    ——————————--

    Das músicas deploráveis:

    n conhecia as 2 primeiras bandas

    desconhecia a música do BSB

    Acho que essa música (Pop) ganhou algum prêmio no VMA.
    E um dos caras do N’sync era boiola

    ————————————--

    Reconheci todas músicas de Rock

    Sou mais Strokes do que Weezer

    ————————————

    já ouvi falar do 1º e do 4º seriado
    mas só assidti o 5º, que passava antes de Seinfeld no Canal 21

  10. Mano!!! Eu não costumo comentar nos seus textos (por mais que goste deles) mas aqui eu TINHA que apontar o quanto você mitou nos seriados! Becker, Spin City! 3rd Rock From The Sun eu baixei inteiro e estou reassistindo… e Just Shoot Me! Nunca conheci alguém que gostasse de Just Shoot Me!

    Parabéns pelo seu trabalho, cara =)

  11. Velho, nessa época eu tinha 8 pra 9 anos (é acho que sou novo perto do resto do seu público) e a única música dessas que me remete àquela idade é a do Gorillaz.

    Lembro também que graças à minha mãe eu ia pra escola cantarolando Titãs e Legião Urbana. Ela me livrou de MUITA bosta na infância/adolescência!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *