Hoje eu estava no trabalho (enquanto minha cidade morre alagada na pior enchente das últimas décadas, mandando muito maluco pro meu hospital)… Aliás, peraí, preciso ilustrar melhor a situação pra tu sentir o drama da parada. Se liga nisso aqui:

memorial

Essa é a Memorial Drive, uma das avenidas que leva ao centro da cidade. Ou melhor, ERA, porque atualmente esta bela via pública chama-se Memorial RIVER:

BYTO22m

Pior né nem isso. Aqui em Calgary rola um evento de mais de cem anos de tradição chamado Calgary Stampede. É o maior evento da cidade, aliás, um dos maiores do país — e é tipo uma versão canadense da Festa do Peão de Boiadeiro em Barretos, com pegada cowboy, rodeio, exibições pecuárias, essas coisas.

O Stampede é conhecido mundialmente, e é o grande orgulho da nossa metrópole. Olha uma foto do negócio:

stampede1

Para curtir o Stampede esse ano (que acontece em menos de 2 semanas) você terá que vir de snorkel:

stampede

Se houver rodeio, será de peixe-boi.

Calcule aí o clima emocional da cidade no momento (o clima meteorológico você já sabe qual é, dilúvio bíblico).

Fudeu geral, maluco. 100 mil desabrigados (incluindo inúmeros amigos meus). Uma combinação de derretimento das geleiras por causa do verão + uma chuva pesada que já tá durando mais de uma semana inundou Calgary. Felizmente, nenhuma morte — a infraestrutura de evacuamento e resgate é robusta.

Fecharam tudo quanto é estabelecimento comercial na cidade e inúmeros estão sem trabalhar, até porque seria difícil gerenciar redes ou seja lá o que você faz da vida usando um jetski e pés de pato. Se eu morrer esses dias vocês já sabem porque foi.

Então. Eu tava lá no trabalho e pensando, sei lá por que, numa constante internética comum: a gente, falando de forma bem geral, tem a tendência de se irritar quando ouve alguém falando merda. Aliás, nós todos temos uma certa tendência de falar merda. Só que não percebemos quando nós mesmos falamos, e contraditoriamente nos irritamos quando ouvimos os outros falando merda.

E isso gera muito stress. Quase toda confusão internética que já presenciei ou me envolvi se reduzia, em seu âmago, à insatisfação de alguém por ouvir (ler) outrem falando merda.

E hoje vi algo no meu trabalho que me fez ver esse tipo de coisa sob outra ótica. Se liga no bagulho:

Estava eu lá no hospital quando presenciei um técnico de informática tentando converter um arquivo DOC para PDF pra uma enfermeira. Primeiro o cara tentou baixar um aplicativo; não rodou no Windows XP da máquina da mulher. Depois procurou um conversor online, também não conseguiu. O cara passou uns 15 minutos tentando, frustradamente, converter a porra do .DOC pra .PDF (algo que você faz facilmente no próprio editor de texto, aliás). Até renomear a extensão do arquivo ele tentou, com resultados previsíveis (não funcionou).

E tive uma imensa epifania testemunhando aquela cena: a maioria das pessoas não manja nem o que é OBRIGAÇÃO DELAS MANJAREM — que dirá então assuntos complexos e que confundem os sábios há milênios, como religião, política, ou qualquer outra coisa que não seja aquilo do qual elas dependem diretamente para se alimentarem.

Pense nisso da próxima vez que você ficar PUTÍSSIMO porque ouviu alguém “falando merda”. Pense nas suas funções trabalhística, vasculhe seu baú de conhecimento profissional até achar aquele recanto onde você guarda lacunas sobre sua expertise na sua área de atuação. Sem dúvida deve haver algumas, senão muitas.

Agora pergunte a si mesmo: se tu não domina plenamente nem mesmo aquilo do qual o seu ganha-pão se deriva, por que você se acha apto a discutir coisas fora desse âmbito?

E o mesmo vale pros outros — esse cara que tá aí “falando merda” no seu Facebook sobre os protestos no Brasil e traçando analogias com a situação político/econômica certamente tem as mesmas áreas incompletas de conhecimento de trabalho. Pra que se chatear com ele? Apenas relaxe na verdade inescapável: esse cara não manja 100% nem do que faz pra ganhar a vida. É uma garantia plena o fato de que ele não sabe o que fala sobre qualquer outra coisa.

Chamei isto de TEORIA GERAL DA INCOMPETÊNCIA.

Vá e não se estresse mais.

(E mande esse texto pra alguém que tu acha incompetente e/ou que só fala merda. Confie em mim)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...