The times, they are a-changin

Janeiro, 2009

Abril, 2009

Conversando com o Eden, percebi que há um grande componente de autorealização. O usuário de scripts para aumentar sua troupe de seguidores no Twitter é imune a críticas, ele não quer ver o ser visto, nem quer ser reconhecido. Seu maior alvo a impressionar é o espelho.

E não há nada de errado com isso. Todo mundo que já fez algo relevante no mundo o fez para se sentir bem, por mais abnegado que o sujeito seja, no fundo ele se orgulha internamente do que está fazendo. O problema é que os anos passam, as pessoas se tornam mais medíocres e os feitos necessários para que sintam esse sentimento de realização se tornam igualmente medíocres.

(…)

Então, Script Kiddies, escutem Tio Cardoso: Não tenho problemas com os MEIOS que vocês usam para atingir seus objetivos. Só por favor sejam menos medíocres e sonhem mais alto.

Se eu entendi bem a mensagem do post do Cardoso – e por favor me corrijam se eu não entendi -, ela trazia a idéia de que, a despeito dos métodos usados pelos script kiddies pra inflar o seu número de seguidores, esse objetivo em si (angariar mais números internéticos) é medíocre. Extrapolando, eu imagino que a mensagem do blogueiro é que a importância dada aos tais números é algo retardado.

E eu não podia concordar mais. Concluo, portanto, que o Cardoso compartilha da mesma opinião que eu – que essa importância exacerbada que alguns parecem dar aos próprios méritos virtuais (e também aos números virtuais que eles usam como medidores da própria relevância) é coisa de gente medíocre, rasteira, com baixas ambições.

Achei curiosa essa mudança de ideologia, praticamente beirando à dissonância cognitiva. Há muito pouco tempo atrás, a doutrina vigente era “fulano não vale tanto quanto eu, visto que tem menos de um décimo dos meus followers. Este número define minha importância na internet, algo de valor incomensurável que provoca inveja nos meus desafetos”. Bastou os vira-latas se verem de posse dos mesmos números, e a coisa mudou pra “estou acima dessa estima exagerada que a plebe tem por números intangiveis na internet”.

Bom, ao menos nós concordamos nesse ponto – qualquer pessoa que acha validação pessoal em números virtuais e uma auto-declarada importância internética é um retardado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

67 comments

  1. Previsível, ainda mais vindo de alguém que outrora foi responsável por cunhar a expressão mais patética e hilária do ano em toda a blogsfera.

    E percebam que muito provavelmente ele considera válido o uso do script APENAS PORQUE seus amigos @Interney e @Rosana fizeram uso do mesmo. Senão a choradeira seria a mesma que fez no caso da trapaça no ranking do Blogblogs.

    E o que afinal é sonhar alto pra ele? Tranformar seu blog num outdoor? Ser mula de marketeiros? Ganhar passeio no barco DOS OUTROS enquanto segura um papel escrito “diretoria” e posa fumando um charuto pagado? Ganhar mil e poucos reais beirando os 40 anos e ainda morar com a mãe?

    Ah, mas esses pró-bloggers viu…

  2. Concordo, se eu fosse, me preocupar com seguidores, ou quem visita meu blog, ou com quantos amigos, e quantas fotos, ou comentários delas eu recebo no meu orkut, eu já teria me matado, o nível de humilhação que as pessoas as vezes se jogam, para conseguir seus 15 minutos de fama na net, beira o ridículo, não leio um blog pelos frufrus que os blogueiros colocam, ou por serem pop ou não, leio por que gosto do que o cara venha a escrever, aliás, sei disso por que conheço um cara desses, e ele faz o mesmo curso que eu (não tá na mesma turma), e vive fazendo, ou mesmo dizendo coisas na comunidade do curso no orkut, que só irritam, e demais, bem desculpa o desabafo hehe!

  3. De novo essa merda de blogueiros estrelas e o caralho?
    Porra, tu tem síndrome de pinto pequeno, só pode.

    Deixa de ser mané e veja que você é mais ridículo do que aquilo que ridiculariza.

    BORING.

    Cria um par de bolas aí, amigão.

  4. Oq resta é rir mesmo desses caras se acham a ˜internet no brasil”, essa panelinha de blogsfera e outras bobagens.

    Cada dia fica mais evidente a inveja, desespero, medo, chamem do quiser desses caras. Todo dia vc vê uma dessas figuras dando um ataque no twitter. Oq resta é rir desses caras. Antes se orgulhavam de um ranking no twitter huahau. Agora já criticam que os “humoristas” são os lideres, se sentem atacados por ter menos seguidores do que os caras. Dos “humoristas” terem invadido a diversão, o mundinho deles. Se consideram os pensadores, gurus, as grandes estrelas da internet no brasil. É muito engraçado a forma que muito deles “falam”, se relacionam.

    Aquela “campanha” que muitos deles fizeram para parar de seguir o Marcelo Tas foi patética. Um despeito sem tamanho por não terem sido eles o influente escolhido pela telefônica para popularizar seus serviços, produtos no twitter. Ah se um deles tivesse sido o escolhido… hauhaua. E não foram escolhidos pq eles simplesmente não são influentes como pensam que são.

    E não uso e nem vejo sentido em usar um script desses. Mas usa quem quer, cada um tem a sua visão do twitter e de outras serviços, como e pq usá-los. Acho uma tempestade no copo d’água oq esse pessoal tá fazendo. Se pode ou não pode usar isso no Twitter, cabe ao Twitter decidir.

    Até pq números na internet e bosta é a mesma coisa. Basta lembrar o caso clássico que na internet Maradona foi eleito melhor que Pelé hauhaua.

  5. pois é… concordo
    mas também não é idiota esse hype todo com relação aos caras que ficam inflando twitter?
    whatever se estão inflando seus twitter, p/ q ficar se preocupando? p/ q fazer um post sobre isso?
    acho que tem coisa bem melhor p/ se preocupar 😀

  6. Cara não é necessario um post desses e muito menos como a do cardoso pra concluir que a internet é e sempre será dominada pela importancia dos n°s de scripts, scraps, e etc.
    A idéia de se alegrar com seus números maiores do que os outros é algo que todo homem defende (não que eu me identifique). Pensando de outra maneira quem nunca, no tempo em que orkut era aquela coisa decente, se orgulhou de ter alguns recados? Normalmente no decorrer do tempo esses números para a maioria das pessoas percebem que issu nem é tão importante e assim começam a ignora esses n°. Agora há uma minoria (que tende a converter certas ideologias para seu proprio agrado) que permanece nessa de superioridade atráves dos n°… coitados se eles tivessem ao menos 2 testiculos antes de pensar em 100 scripts.

  7. Pô Kid, esse treco de falar da blogosfera já encheu o saco… deixa os caras acharem que são algo, uma hora eles caem na real.
    E que se foda o twitter, não tenho e nem pretendo, nunca vi utilidade nesse treco, a não ser inflar o ego por ter mais seguidores que outra pessoas.

  8. Kid, essa porra de blogsfera e internet tá bem chato mesmo. Você fica ridularizando que eles só querem atenção e você só fica falando nisso.

  9. acho que depende da perspectiva, por exemplo, você poderia interpretar que ele da sim algum valor aos números de followers e etc, pois isso corrobora a popularidade do sujeito e comercialmente falando também aumenta o range de público que ele alcança. No entanto o número não funciona sozinho, é bem pouco provável que os números adquiridos via cheat sejam significativos pra um real aumento da popularidade do sujeito. Então via cheat acaba sendo apenas uma futilidade, e tendo os followers ‘de verdade’ você tem aquele público, no entanto não é esse número sozinho que vai provar alguma coisa.

  10. Já falei e vou falar de novo: pega os blogs, os blogueiros, a blogosfera, o twitter, os followers de twitter, o orkut, a inveja, o serious business e enfia tudo no cu, depois vc volta aqui e escreve um post decente.

  11. Até citaram o Tas ai em cima. Como se a telefonica tivesse sido atraída pela quantidade de followers e não pelo talento de um cara que está na TV desde antes do meu nascimento.

    A realidade é que a blogosfera/twittosfera deveria ser rebatizada pra umbigosfera. É um mundinho de faz-de-conta onde esse pessoal pode ser mais do que realmente são. A internet começou assim, esse só é o novo formato. Um pouco mais seletivo.

    Recentemente tive o prazer de me aproximar de alguns. Digo prazer pois é muito vê-los constrangidos por algo que dizemos pessoalmente.

  12. @Zé José quando citei o Tas não tava dizendo que a telefônica foi atrás dele por causa dos seguidores. Eu estava defendendo o mesmo ponto que vc, concordo com tudo que disse. Talvez eu não tenho conseguido ser muito claro.

    Oq queria dizer tb naquele post é que muito claramente os caras ficaram putinhos pelo Tas ser escolhido para um campanha no Twitter. Para eles o Twitter é o mundinho deles, onde eles são as grandes estrelas e então se alguma empresa resolve fazer uma campanha pelo twitter como a telefônica teria que ter sido por eles as “estrelinhas do Twitter, da internet no Brasil”. Como não foi com eles criticaram pesado o cara e fizeram aquela campanha ridícula de parar de seguir Tas. Oq na verdade só aumentou mais ainda a popularidade do Tas no twitter. Muitos que já conheciam o Tas pelo o tempo que o cara tem TV e nem sabia que ele estava no twitter e tomaram conhecimento pela polêmica. Aumentando ainda mais o número de seguidores do Tas, abrindo mais vantagem no ranking e deixando os que acham na umbigosfera mais putos.

  13. @Timberwolve desculpa ae, não estava muito sóbrio e fiz confusão com suas palavras. Realmente pensamos a mesma coisa.

    No lance do Tas eu defendi a política do unfollow. Não por ser contrario ao Tas (muito pelo contrário, ainda o sigo) mas para que essas criaturas da umbigosfera parassem de seguir o cara e deixassem de MIMIMI. Se eu sigo alguém no twitter é pelas coisas interessantes que essa pessoa pode “twittar”. Mas se o cara passa a semana toda falando de um MIMIMI qualquer, perde o sentido segui-lo pois ele deixou de ser interessante.

    E digo uma coisa, explosão da bolha pode se repetir, dessa vez da blogosfera. Esse mundinho ta bem fechado e finito. No twitter notei como todos se conhecem e sempre falam das mesmas pessoas. Uma hora explode denovo…

  14. Curioso, eu sai fazendo uma busca random ontem e acabei lendo este post do cardoso. Coincidência.

    Quanto aos números, bem… Quando se tem contas a pagar, galhos a resolver e metas no dia a dia a se alcançar no mundo real, qualquer tipo de mérito virtual torna-se muito realtivo.

    Mas sinceramente acho que o Kid só entrou no assunto para exercitar a velha arte de ser do contra. Tanto este blog quanto o fórum lhe deram muito trabalho pra ele poder dizer que simplesmente não liga pra retorno que isso dá. O mesmo vale para qualquer blogueiro ou twitteiro com bons números.

  15. O Cardoso se orgulha de ter as contas pagas por um blog e até não vejo maldade nisso.

    Mas o que me dá um certo desconforto é ver que ele não parece ter outra ocupação na vida, ou se tem, desistiu para se manter as custas de posts.

    Esse negócio de pro-blogger é trabalho como um freela, não um emprego. Na boa, não consigo sentir orgulho com tão pouca coisa.

  16. Meu blog tem uma média de visitas inferior a 50 por dia (com excessão do dia em que fizemos um videozinho engraçado e tivemos 111 acessos). Mesmo assim, tenho certeza que ele é “melhor” (leia-se: tem um conteúdo mais relevante) do que muitos outros blogs por aí.
    Ainda não entrei nessa onda do twitter, justamente por não ter percebido muitas outras utilidades no meu caso, além de ficar caçando followers desesperadamente. Definitivamente, a “blogosfera brasileira” é um clubinho bem sem graça…
    Grande abraço!

  17. Estou sentindo cheiro de discórdia no ar…
    O Kid alfinetando o Cardoso e não é a primeira vez que reparo isso nos posts…
    Será que o cara vai responder?
    Seria legal ver mais uma vez o kid semeando a discórdia por ai… Ainda mais com o Cardoso, que se acha o rei da blogosfera. Tempos áureos do HBD voltando!!! o/

  18. Wow blogesfera…boiolosfera como dizem em outras bandas , descobri que hoje eu tinha caido numa trap.

    O kid deve estar sentindo o ar familiarmente diferente depois do caso da puta de branco que ele ownou.

  19. Ah, sei lá, esse lance de numeros virtuais e tão inútil que nem merece ser citado.

    mas vc gosta de treta =O aIUSDHIUAHSDIUHAIUSHDIUAHISDSD

    Mas deixa o cara ter sua pseudo-gloria, aposto que se a namorada dele fosse tipo a Becca, ele nem se preocupar em postar iria.

  20. Eu definitivamente queria entender pq se dá tanta importância a um mundo que não passa de um amontoado de fios, leds e silício alimentado por energia elétrica onde correm 0s e 1s. Se alguém um dia resolver puxar tudo isso da tomada, o que sobra?

  21. Hey Kid, vai me desculpando mas esse assunto é muito chato cara! Manda esses caras aí da blogosfera catarem coquinho.
    Preocupe-se mais com o ócio dos seus leitores…

    O vídeo do Twitter também fez valer a pena a minha visita.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *