Top 11 covers que farão você bater cabeça hoje

Existe uma teoria que prega que qualquer música — mesmo esses hits pop enlatados com características chicletísticas — é melhorada exponencialmente pela adição de guitarras distorcidas e bateria agressiva.

Veja por exemplo target=”_blank”>este cover de Toxic, da Britney Spears (cuja ida ao vinagre — lembram que essa mulher passou um tempo CARECA?!? — e subsequente retorno triunfal é a versão moderna da mítica Fênix). A única qualidade positiva da música original é o frame da Britney expondo uma parte da calcinha no clipe.

Eu SEI que você lembra, mas taí a imagem anyway.

Sacode esse rabo, minha filha!

Lembra quando ISSO era considerado escandaloso? Lembra quando Spice Girls eram o ícone máximo de sensualidade ousada na cultura pop? Aí vem a Lady Gaga e faz essas meninas parecerem freiras.

Então. A versão de Toxic do A Static Lullaby, por mais que esse tipo de metal não seja de sua preferência, é indubitavelmente melhor. No momento que o baterista entra esmerilhando violentametne com total falta de consideração pela integridade física do instrumento, é impossível não esboçar um sorriso. E ela não é a única música que recebeu esse tipo de tratamento.

A série Punk Goes…  consiste justamente disso: bandinhas de punk/new metal regravando clássicos de várias gerações e estilos diferentes. Tem o Punk Goes 80s, Punk Goes 90s, Punk Goes Metal, e meus favoritos (por causa do extremo contraste com as músicas originais): Punk Goes Crunk e Punk Goes Pop 3.

Eu conheci esse tipo de trabalho quando ainda usava o Kazaa. Na época, o codinome pra essas regravações era “punk covers”. Alguns anos mais tarde, fiquei sabendo dos CDs da série Punk Goes…, e baixei tudim.

E acabei enjoando das músicas, como é de praxe. Com o recente lançamento do Punk Goes Pop 3 — featuring as musiquinhas pop mais atuais, do ano passado e tal –, meu interesse por esse estilo musical foi despertado. E decidi que precisava compartilhar isso com os colegas que talvez não conheçam tais obras de arte.

Sem nenhuma ordem de preferência:

Com a exceção notável do cantor diferente, o cover começa meio indistiguível da canção original. Mas aí o Danny Worsnop mal termina de cantar o “It won’t be long…” e a bateria já entra esgurmitando, o que define o tom pro resto da música. Muito bom.

Essa aí faz o caminho inverso — a música já começa te dando uma chibatada pauleira nos tímpanos, e fica oscilando de volta a um som mais similar à música base.

A música só acalma um pouco no refrão. O resto é berro no pé do ouvido e double bass comendo de esmola.

Essa foge um pouco do padrão — a música original não é pop, e o cover não é porradeira. Mas vale conferir mesmo assim.

Decida você que versão é melhor. Eu prefiro a do Raintime, a cacetada é mais intensa.

E o Raintime é uma banda ITALIANA, o que torna a parada um pouco mais incomum. Quantas bandas italianas tu conhece?

A versão do Woe Is Me é mais violenta, com o double bass comendo no refrão. Decida você qual a melhor.

Arrisco dizer que essa versão é melhor que a do Santana. THERE I SAID IT. Não retirarei o que disse.

E, por que não? Inteiramente for the lulz, aqui está a target=”_blank”>versão do Sandijúnior. Para máximo lulz, aqui está a a target=”_blank”>versão cantada no programa da Xuxa.

Não é porrada sinistra como os outros covers da lista, mas vale porque é uma versão divertida.

Caralho, esse é um super clássico. Diretamente da época em que haviam duas Alemanhas e o George Michael tinha fama de galã, Careless Whisper foi até tema de novela se não me engano. Essa versão do Seether é excelente.

Outro clássico dos anos 80. Conheci essa música por acaso numa festinha lá pelos idos de 2004-2005. Perguntei ao anfitrião o nome da canção, anotei num papelzinho e corri pra casa pra downloadear (depois da festa, obviamente).

Hahaha, os tempos pré-smartphone! Hoje em dia eu usaria o SoundHound pra identificar a música no ato, e então compraria via iTunes no próprio celular.

Tears for Fears é uma das minhas bandas favoritas dos anos 80, e a versão do Disturbed desse clássico é excelente.

E por enquanto é isso. Tem mais algumas aqui no meu iTunes, mas deixarei estas pra outro dia.

Você recomenda algum cover bacana? Deixe o link da música nos comentários aí.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

123 comments

  1. O cover de Escape the fate é legal, mas o Craig… pff
    Já escutou a versão de August Burns Red de Hit me baby one more time da Britney? Bem foda…
    A Day To Remember também faz uns covers fodas… Fez de Over My Head e Since You Been Gone.
    Avenged Sevenfold tocando Walk é foda D=
    Tem muito cover foda que eu conheço D=

  2. Olha, nesse momento não estou me recordando de versões (só a My Sharona do Knack, regravada pelo Hammer Fall -- ficou legal até 😛 )

    Mas Beat It, a clássica, é clássica. Não podemos desmerecer os solos do grande Eddie Van Halen, certo?

    😛

  3. Pow, faz tempo que eu curto esse tipo de ‘cover’ , já tinha escutado a maioria que está no post, e estou baixando as que não escutei. Muito bom post

  4. Kid

    Deixa eu colocar algumas sugestões aqui.

    A primeira é da banda Angra fazendo um cover da musica Separete Ways do Journey.

    Tem a musica de estudio rel="nofollow"> e um clipe ao vivo rel="nofollow">.

    Você mencionou o Disturbed, eu gostou de um outro cover que eles fizeram da musica Land of Confusion ( rel="nofollow">)

    Tem uma outra banda chamada Northern Kings.

    Tem duas musicas que eles fizeram cover (aliás… tem um CD inteiro deles de cover) de uma musica da Tina Turner -- We Don´t need another Hero ( rel="nofollow">) muito boa e uma versão de Don’t Stop Believin que é duca rel="nofollow">.

    E por último …. é uma versão de Logical Song do Supertramp, que a banda At Vance deu um upgrade de distorção rel="nofollow">.

    É isso … espero que vocês gostem.

  5. Eu tinha um cd desses, mas era copiado e eu não tinha o nome das músicas :(.
    Lembro de uma versão foda do Mxpx para Every breathe you take, e outra sensacional do Hi Standard para Hotel California.

  6. Não sei se citaram já nos comments, mas Children of Bodom fez um cover de “oops, i did it again” da Britney que ficou engraçado também.

  7. Enjoy the silence tem um cover do Lacuna Coil tambem (banda italiana aliás). O Disturbed ainda tem um cover foda de Landing of Confusion, do Gênesis.

  8. The Overlord,

    Helter Skelter é absurdamente foda!!Mötley Crüe tem uma ou duas músicas com referências aos Beatles [sem contar esse cover].

    Slice Your Pie tem o final parecidissimo com I Want You (She So Heavy).

    Ae o link:
    rel="nofollow">

  9. A do Smooth ficou fodastica, muito boa!
    O resto não cheguei a ver, mas com certeza deve ser melhor que as musicas pops só por ter uma bateria agressiva ao extremo no fundo(tirando do Michael Jackson, que a original é muito boa, e a do Tears)

  10. Porra, escuto direto os Punk Goes. Não sabia que tinha o Pop 3, vou baixar. =D

    Ah, e vc nem explicou como jogar aquelas paradinhas no iPhone que vc disse que ia explicar no post passado… =((((((
    *cara de muleque buxudo pidão*

  11. Alguns covers que gosto bastante:

    Avantasia -- In My Defense (original: Freddie Mercury)
    rel="nofollow">
    Versão um pouco mais pesada da música original, mas ainda com aquele pianinho clássico à lá Freddie.

    Galneryus -- Pictured Life (original: Scorpions)
    Versão absurdamente foda de uma música que já era absurdamente foda em si. Infelizmente NÃO ACHEI no YouTube essa música, quem quiser procurar a fundo, é do álbum Voices From The Past (um álbum só de covers do Galneryus, todos muito bons, por sinal).

    Helloween -- He’s a Woman, She’s a Man (original: Scorpions)
    rel="nofollow">
    Outro cover muito foda de uma ótima música do Scorpions.

    Metal Church -- Highway Star (original: Deep Purple)
    rel="nofollow">
    Apesar de parecida com a versão original, tem um solo bem diferentão.

    Metallica -- Stone Cold Crazy (original: Queen)
    rel="nofollow">
    Bizarro. E fez com que colocassem a versão original do Queen no Guitar Hero: Metallica (lolwut?!).

    Mötley Crüe -- Helter Skelter (original: The Beatles)
    rel="nofollow">
    Versão muito foda de um clássico absoluto.

    Mr. Big -- Wild World (original: Cat Stevens)
    rel="nofollow">
    Mr. Big é Mr. Big, não há mais nada a ser dito.

    Opeth -- Remember Tomorrow (original: Iron Maiden)
    rel="nofollow">
    Sei que isso pode soar como uma blasfêmia vindo de um metaleiro, mas considero essa versão MELHOR que a original do Maiden.

    Opeth -- Soldier of Fortune (original: Deep Purple)
    rel="nofollow">
    Porra, mas como esses caras do Opeth fazem covers fodas, hein?

    E, pra terminar, um cover que NÃO DEVERIA EXISTIR:

    Slayer -- Born To Be Wild (original: Steppenwolf)
    rel="nofollow">
    Não me entendam mal, eu adoro Slayer, mas esse cover ficou… Horrível.

    Por enquanto é “só”, se eu lembrar mais algum posto de novo o/

  12. so no brasil é escandalo

    ei gordao, desculpa ai por arregaçar nos comentarios com tu

    faz a porra de um post sobre o carro

  13. Eu sou muito fã dessas versões Hardcore/Metal de músicas toscas/pop, tenho praticamente todos os cds “Punk goes…” e outras coletâneas semelhantes, recomendo muito os CDs do New Found Glory “From The Screen to Your Stereo” e “From The Screen to Your Stereo II” que são feitos completamente com versões de músicas 80’s (tema do Karate Kid, Rocky, Goonies, entre outros).

    Fora isso, umas mais recentes que são fodas são:

    A Day To Remember -- Over My Head (Originalmente do The Fray)-> rel="nofollow">

    Silverstein -- Apologize (Originalmente do One Republic) -> rel="nofollow">

    August Burns Head -- Baby One More Time (da Britney Spears) -> rel="nofollow">

    Further Seems Forever -- Bye Bye Bye (do N’Sync) -> rel="nofollow">

    The Ready Set -- Airplanes ( do BoB e Hayley Williams) -> rel="nofollow">

    Bom tem mais uma porrada, coisa de mais de 100 ou 200 músicas, quiserem mais indicações me procurem @fecolinhares =]

  14. Em tempo, a música mais “Sementinha do Mal” da Lady Gaga também…

    Artist Vs. Poet -> rel="nofollow">

    Obviamente Me First And Gimme Gimmes tinham de estar aí, principalmente com a lendária “I Believe I Can Fly” -> rel="nofollow">

    E Four Year Strong tem esse CD “Explains It All” que eles fizeram com as músicas que influenciaram tudo o que eles fazem hoje… A Versão da Música “Spiderwebs” (originalmente do No Doubt) é completamente sensacional, veja aí -> rel="nofollow">

  15. Em matéria de covers gosto das do Marylin Manson:

    -- Tainted Love (original Soft Cell);
    -- Sweet Dreams (original Euritmics);
    -- Personal Jesus (Original Depeche Mode);

  16. Nossa, Shout 2000 fico muito zika mesmo!! A original já era boa, mas acho que Disturbed conseguiu fazer melhor.
    Não sei se tu conhece, mas a banda Lacuna Coil (Italiana btw) também tem uma versão muito boa de Enjoy The silence.

  17. Farei uma invertida, músicas que são originalmente punk e viraram “POP”.
    No Brasil, em 1980 tinha a banda Aborto Elétrico, uma banda totalmente punk. A banca acabou e, o Capital Inicial e a Legião Urbana regravaram.

    As versões do Aborto são bem melhores. Pesquisem aí, preguiça de caçar links!

    Tédio Com Um T Bem Grande Pra Você -- Aborto Elétrico (popular pelo Capital Inicial)
    Fátima -- Aborto Elétrico (popular pelo Capital Inicial)
    Quimica -- Aborto Elétrico (popular pelo Legião Urbana)
    Ficção Científica -- Aborto Elétrico (popular pelo Capital Inicial)
    Que País É Esse -- Aborto Elétrico (popular pelo Legião Urbana)
    Beader-meinhof Blues -- Aborto Elétrico (popular pelo Legião Urbana, com uma letra toda diferente)
    Veraneio Vascaína -- Aborto Elétrico (popular pelo Capital Inicial)
    Geração Coca Cola -- Aborto Elétrico(popular pelo Legião Urbana)
    Música Urbana -- Aborto Elétrico (popular pelo Capital Inicial)

  18. Algumas ficaram piores outras ficaram… Piores também. Basicamente transformou o que já era lixo em algo mais lixo ainda, e o que era bom (como Torn) em lixo também. Deu uma boa padronizada, hein?

  19. O Junior dançando Smooth por alguma razão me lembra o Ricky Martin, dancinha beeeem gay.
    Pergunto a você, caro Quide, POR QUÊ NÃO PODIA SER A SANDY REBOLANDO? 🙁
    E eu ainda prefiro a versão do Santana nessa música.

    Curti mto esse post, nunca tinha ouvido falar da série Punk Goes Whatever…vou procurar mais músicas dela, valeu mano.

  20. Esqueceu da menção honrosa ao forró, que praticamente possui uma versão para cada música ‘nao-forró’. O grupo Desejo de Menina tem uma versão para Toxic

  21. Carelles Whisper também tem uma versão da banda polonesa “Delight”
    rel="nofollow">

    Os suecos do “Beseech” fizeram uma versão gótico depressiva da feliz Gimmme Gimme Gimme do ABBA
    rel="nofollow">

    E na Finlândia tem uma banda chamada “Northern Kings”, que reúne grandes vocalistas de metal de lá (o do Nightwish, o do Terasbetoni, o do Sonata Arctica e do Charon) que só faz versões pesadas de sucessos pop do anos 80 e 90. Segue a Kiss from the Rose, do Seal
    rel="nofollow">

  22. Enjoy the silence é a música com mais versões no mundo (fact)
    alguém comentou do children of bodom fazendo cover de britney: é muito engraçada mesmo.

    Covers bacanas:
    Zebrahead -- Wannabe (original: Spice Girls)

    New Found Glory -- Still the one (original: Shania Twain)
    New Found Glory -- My heart will go on (oiginal: Celine Dion)

    Mudando de estilo tem zilhares de cover de zilhares de coisas, melhor nem entrar nesse quesito.
    Mas alguém ouça rel="nofollow">

  23. AH!
    @ilton
    o aborto ERA o Capital e o Legião… As músicas eram dos caras e eles regravaram com as bandas posteriores, então não sei se dá pra dizer que é cover. Dá pra fazer cover de uma música que é sua?

  24. Eu já conhecia esses covers, e são realmente muitos. O cover de Toxic é umas cento e setenta e quatro milhões e meio melhor que a musica original.

    Queria comentar algo meio off-topic mas ainda meio relacionado com o assunto. Eu queria falar de THE BLACK MAGES! A falecida banda do Nobuo Uematsu (compositor principal de todas a série final fantasy). A The Black Mages pega musicas clássicas dos jogos da serie final fantasy (principalmente do VII) e as toca em versão metal. Este é outro cover que ficou melhor que o original na minha opiniao. Detalhe que o Nobuo Uematsu tocava teclado, então imaginem o número de notas por segundo que ele tocava em algumas musicas mais agitadas, como a “Those who fight further”. Ele seria campeão de piano hero.

    Então fikdik, ouçam THE BLACK MAGES.

    PS: ótima trollagem ao do “acho justo” no Twitter. Foi épica!.
    PS2 : eu APOSTO que você conhece e escuta Black Mages, então faça o favor de fazer um post sobre a banda pra educar os seus leitores.
    PS3 : um bom console.

  25. Po, dentre uma das minhas covers favoritas tá a que o A day to remember fez da Since you’ve been gone da Kelly Clarkson, e a versão de Toxic do ASL ficou tão boa que os caras puseram no cd.

  26. Eu procurei na wikipedia sobre esses Punk Goes da vida e meu dia ficou subitamente melhor quando eu me dei conta de que não conhecia nem 10% daquelas so called musicas. Obrigado, amg.

  27. Conheço a maioria das bandas que fizeram covers, mas não sabia do vol. 3 do cd. [asking continua fodendo, mas as originais são melhores]

  28. Caraca, mó coincidencia.. adoro punk covers e semana passada espetei um HD de anos atrás, esquecido numa gaveta, que tava com a pastinha de mp3 ‘Punk Cover’… passei o fim de semana ouvindo hehehe muito foda. Vou ver essas novas ae! []s

  29. Sei que já comentaram sobre esse, mas Smooth Criminal do Michael Jackson interpretado pelo Alien Ant Farm é um dos melhores.

  30. Procurando a Natalie, Izzy?
    rel="nofollow">

    Ela deixou de ser uma das minhas cantoras favoritas depois disso (não só por causa do clipe -- o oposto de tudo o que ela sempre fez -, mas pela mudança bizarra no estilo musical, mesmo). O público masculino, no entanto, curtiu. Por que será, né 😉

  31. Tem uma versão de “Enjoy The Silence” muito boa com o Lacuna Coil também.. recomendo!!!!
    E outra é Take On Me, do A-Ha, com a banda Vision Divine!! Mto boa!! (Ambos os casos, mais metal, e não punk)

    By the way.. Lacuna Coil e Vision Divine são bandas italianas! hehehe

    Abs!!

  32. Muito bom! Valeu por compartilhar, não conhecia.

    Outros caras excelentes que fazem melh… COVERS de músicas pop são os The Baseballs. Exemplo aqui: rel="nofollow">
    Eles convertem as músicas atuais pra rock dos anos 50, fica muito melh… BOM!

    Adesivo “Leave Britney alone!” na guitarra do cover de Toxic = WIN

  33. Kid, algumas sugestões:

    Ozzy Osbourne + Dweezil Zappa: Staying Alive (orig. Bee Gees): rel="nofollow">

    Blind Guardian -- Surfin’ USA (orig. The Beach Boys): rel="nofollow">

    Iced Earth -- Highway to Hell (orig. AC/DC): rel="nofollow">

    Demons & Wizards -- White Room (orig. Cream): rel="nofollow">

    Helloween -- All My Loving (orig. The Beatles): rel="nofollow">

    Essa é mais pela bizarrice do que pela versão ser realmente “boa” — Children of Bodom -- Oops, I Did It Again (orig. Britney Spears): rel="nofollow">

    []s
    Cobra.

  34. Falar de covers e não mencionar Rock Sugar deveria ser crime. Os caras fazem não só covers de músicas clássicas dos anos 80, fazem mashups de rock/metal com cheesy pop. Imagine Enter Sandman do metallica + Don’t Stop Believing do Journey.

  35. Chefuei atrasado, mas já notei uma falta terrivel: como ninguém citou Mr. Sandman, cover Blind Guardian (originalmente das Chordettes)? Sensacional, até clipe tem, haha! rel="nofollow">

    Mais bizarro é não terem citado o verdadeiro cover que ficou trocentas vezes melhor que o original: a Famosa The Metro, do System of a Down (cover da xexelenta versão do Berlin): rel="nofollow">

    Stone Sour -- Wicked Game (cover do InChains): rel="nofollow">

    E tem o projeto do Buchtering the Beatles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *