Uma idéia pro próximo console portátil da Nintendo

Estava eu aqui pensando nessa sinuca de bico que a Nintendo se meteu com o 3DS (teve que baixar o preço drasticamente pra evitar a parada morrer prematuramente, mas agora o corte de preço colocou a empresa no vermelho) e me bateu uma idéia aqui.

Aliás, a idéia nem é tão recente assim: eu a discuti meses atrás como @Nerdpai no tuíter uma vez.

E se a Nintendo lançasse um console portátil dedicado exclusivamente pra emulação?

Se liga na idéia: digamos que a Nintendo produzisse um console portátil baratinho, pequenininho, com um preço de sei lá, 100 dólares. Tou chutando isso baseado no que máquinas similares (isso é, aparelhinhos de hardware humilde que só rodam ROMs da era 16 bits) custam. Pra rodar joguinho do SNES não precisa muito mais que isso; aliás, suspeito que 100 dólares seja um preço bem acima do que esse aparelhinho hipotético poderia custar. Não seria necessário muito R&D pra montar uma maquininha de emulação, né?

Agora imagine o seguinte. Tal console portátil de 100 dólares teria acesso (via wifi) ao Virtual Console da Nintendo, e de lá você poderia comprar joguinhos de NES, SNES, Game Boy, Game Boy Advance, e por aí vai. Tendo estes games mais de 20 anos em alguns casos, não seria absurdo esperar um preço ridículo por eles — talvez até, mantendo a tradição da Nintendo, tal consolinho (olha lá você com essas piadinhas boiolísticas) poderia ser acompanhado de um jogo. Talvez Mario World…?

Digamos que jogos de NES e Game Boy custassem 99 centavos, e os de SNES e Game Boy Advance, $2.99 — um preço similar à tabela da AppStore, que incentiva o freguês a comprar sem nem pensar duas vezes. Considerando a idade desses games e que eles já se pagaram há décadas, não me parece um preço fora da realidade.

Já que estamos falando disso: Nintendo, me explique por que Super Mario World custa $8 no Virtual Console, aliás.

Sim, eu sei que não seria muito diferente do sistema que a Nintendo já tem pro 3DS; a diferença maior é que no 3DS, você tá pagando por um monte de hardware que talvez não te interesse, o que reduz o potencial da feature de acessar um catálogo imenso de jogos que atraem os gamers nostálgicos. E se o sujeito quiser APENAS reviver esses joguinhos clássicos? Pra que gastar $180 num 3DS?

E tem mais: se até emuladores como o ZSNES tem o netcode necessário pra partidas online, não seria impossível dotar o bichinho de capacidades internéticas e assim jogar Mario Kart com seu primo que mora nos EUA. Ou, pelo menos, bluetooth simulando cable link…? Não é impossível, dum ponto de vista técnico, fazer isso.

Já que a Nintendo já tem uma infraestrutura de distribuição de seus joguinhos clássicos, e que o modelo de negócios dele é espremer as franquias idolatradas (os Pokemons, os Marios, os Zeldas) até sobrar apenas o bagaço, por que não unir as duas metas? Um console portátil barato, pequenininho (ou seja, um retorno ao que “portátil” significava anos atrás), com distribuição inteiramente digital de joguinhos baratinhos e uma loja tabelada de uma forma que torna a compra por compulsão irresistível. Aparece Super Mario Land na lojinha lá deles por 99 centavos, quantas MILHÕES de cópias você acha que isso venderia no primeiro dia…?

Sou um retardado completo ou há alguém mais aí que compraria um bicho desse? Nossa senhora, imagina eles lançarem um negócio parecido com isso com um pacotão de todos os Pokemons de todos os consoles portáteis históricos por, sei lá, dez ou quinze dólares. O Japão seria paralisado por tipo, duas semanas. Seria uma cena de filme pós-apocalíptico.

Sinceramente acho que um console dedicado aos games antigos, unido a uma reformulação da tabela de preços do Virtual Console, não teria como dar errado. Olha essa onda ABSURDA de nostalgia gamer que estamos presenciando. NUNCA se valorizou tanto os games clássicos.

Vamo lá Nintendo, me explique por que vocês ainda não fizeram isso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

56 comments

    1. Pois é.
      Gosto tanto da era 8-16 bits que comprei um Xperia Play, só por causa do controle fisico.

      Se a Nintendo lançasse algo desse tipo, teria boa parte do meu salário xD

      1. Digo o mesmo, tenho xperia play só pra emular tudo do atari ao N64.

        Só trocarei meu xperia se o controle bt, da gametel aparecer por aqui no br ou no ml por um preço aceitável.

        E certamente será por outro android, não existe nada melhor pra carregar no bolso e emular jogos antigos além de android mid e high-end e psp.

  1. Foda é que tem muito jogo que a galera acha clássico que não dá pra relançar agora. MOTHER 3 por exemplo. Tem tanto direito autoral envolvido (tem até a musiquinha do Batman de 1960 -- Fuck logic) que só a burocracia de relançar em formato digital já faz parecer que não valeria à pena.
    Mas é uma boa idéia, podia dar certo.

  2. Interessei-me pela idéia.
    Vou falar com meu orientador da iniciação científica de informárica para ver se consigo fazer esse projeto com ele.

    Izzy, se ler isso, você tem alguma forma direta de contato para eu informar o progresso ou até mesmo a futura conclusão disso?

  3. A idéia é realmente interessante e venderia bem. Seria melhor ainda se tivesse um hardware mais “parrudo” pra rodar jogos de N64; ai compraria só pra jogar a série “Legend of Zelda”…

  4. Boa. Vamos tentar entrar em contato com a Nintendo Brasil, assim eles entram em contato com a Nintendo no Japão e, enviam a nossa ideia. Quanto mais cedo recebermos os créditos pela ideia (de ouro), melhor.

  5. Compraria sem pensar duas vezes! Mil vezes melhor do que dar 180 dolares no 3DS e um bazilhão de vezes mais foda ter um console de emulação original da Nintendo do que um xingling da vida…

    Só tem um problema: os jogos não custariam 99 cents ou 2,99 dólares como vc disse. Os jogos de NES no VC são 5 dólares, 8 pros de SNES.
    Me lembro de uma notícia que eu li uma vez dizendo que a Nintendo disse que provavelmente nunca lançará um jogo com esse preço por causa do conceito de valor dos games :/

    1. Teve uma parada dessa mesmo. Pra mim, é só desculpa para poder botar um praço mais alto.

      É óbvio que um jogo novo para qualquer console nunca custará tão baixo, mas esses jogos antigos, tem motivo nenhum para cobrar mais além de ganhar mais $$

  6. Muito boa idéia. A Nintendo ganharia muito grana com isso, tenho certeza. E sobre o 3DS, cara confesso que me arrependi de ter comprado um.

  7. Caralho Izzy! Nunca pensei nisso, masi é uma ótima ideia!
    Eu por exemplo iria comprar uns 4 soh pra jogar com minha familia o mario kart. Isso sem contar os outros 100 dolares q iria gastar soh comprando os classicos.
    O____O

  8. A SEGA aprendeu a lição mais cedo, parou de fabricar consoles, e se dedicou somente a produção de games, a Nintendo bem que poderia fazer seus games para outras plataformas que não fossem nintendo. Eu acho que hoje em dia, quando se faz um game para somente uma plataforma, nao dá muito certo.

  9. Eu jamais compraria um 3ds ou qualquer console portátil destes modernos, acho perda de dinheiro. Mas este aí eu compraria com certeza! Mande esta ideia pra Nintendo sim!

  10. Muito caro esses preços de jogos. Os caras ja lucraram em cima dos jogos e vão lucrar mais ainda? U$1 e olhe lá.

    Mais caro que isso só se fosse GBA.

  11. A TecToy lançou um portátil chamado MD Play com alguns jogos do Mega Drive na memória. O legal foi que descobriram depois que o bichinho rodava roms de Mega Drive que você colocasse em um cartão de memória.
    Foi lançado por 150 reais, com poucas unidades (é difícil encontrar em lojas). Acho que deveriam ter dado um pouco mais de atenção a ele, teria vendido bastante, visto que é um bom produto e com uma certa procura entre fãs e saudosistas
    Uma matéria mais completa sobre o bichinho:
    http://www.gizmodo.com.br/conteudo/mega-drive-portatil-da-tectoy-roda-arquivos-de-rom-em-cartoes-sd/

  12. Alem da Bateria que poderia durar horrores ahsuauhs, e poderia tambem ter a expessura de um s2 ou até mais fino, alem de super leve =)

  13. A nintendo n vai fazer isso:( por isso eu desejei que a nintendo parace de fazer console ai eu ia ver super mario world e pokemon gold na app store sem presisar de jailbreak ‘-‘

  14. Sei não….talvez ( pra não dizer certamente ) uma estratégia dessas de mercado deixaria produtoras de games bem puta das calças. Aliás, esse é um dos motivos dos games no Brasil serem tão bizarramente caros. Se tivéssemos mais downloads legais, muita gente graúda sairia perdendo.

  15. Eles não lançam um negócio desses justamente pra não competir com o próprio 3DS e com os jogos das produtoras.

  16. Concordo com a idéia. Mas pena que as grandes empresas ainda não pensam assim. Talvez algum dia a Nintendo possa lançar um console portátil nesse estilo. Eu também compraria fácil.

  17. Izzy, antes de reclamar da nintendo, olhe pra dentro do seu próprio humbigo.
    Essa porcaria de site seu não carrega no google chrome.

    1. Não exatamente.

      O Dingoo não é perfeito. Alguns jogos do SNES não rodam bem, o sistema de adquirir os jogos e pôr no console não é o melhor que poderia ser, não há multiplayer, etc etc etc.

      E por que você supoe que o Dingoo é mais barato que um console que não existe?

      1. Pela mera suposicao que tudo que é nintendo é bem mais caro que um produto chines feito sem pagamento de royalties… 🙂 Mas voce tem razao, o Dingoo nao é exatamente perfeito. Nao tenho consoles portateis que emulam outros consoles, mas acredito que ja tenha coisa melhor que o Dingoo por ai, nao?

  18. Como já disseram também só tenho emuladores no meu android. O que pesa é o controle touch, mas dá pra matar a saudade.

  19. Hey Izzy, você me deu block no twitter, não sei a razão, eu nunca fiz nada que pudesse te irritar (eu só dava RT em alguns de seus tweets e as vezes mentions) não entendi essa

  20. O pessoal comenta sobre um console portátil poder rodar games do N64… não sei vcs, mas eu vejo hoje os game do N64 mais ou menos como “uns jogos de ataulmente, porém piores.” O que é diferente dos games do NES, SNES, Mega Drive, que eu entendo como jogos totalmente diferentes dos atuais. Daí a graça e a saudade de joga-los novamente. Não sei se consegui explicar direito rsrs

  21. Izzy, vale lembra que temos esse console agora http://migre.me/bE9bo e nele segundo do vendedor me passou roda qualquer cartucho, se roda posso usar um catucho que roda rons (Everdrive) que permite que você tenha vários jogos em um único. Se a nintendo tiver a capacidade de lançar algo tipo um everdrive que você possa também comprar mais jogos on-line e jogar em rede ou até mesmo um contra outro via bluetooth acho que daria uma sobrevida aos portateis. Ou até mesmo um portatel que possa funcionar como o supaboy, que se possa jogar nele, usar ele como console seria algo para levantar e aquecer esse mercado de portateis que ao meu ver está muito frio e parado.

  22. Olha izzy, a sua idéia é legal, mas tenho certeza que na concepção da Nintendo eles já fizeram isso, com o Virtual Console. você mesmo falou no artigo, mas não tem motivo para eles criarem um segundo hardware que teoricamente até compete com o Nintendo DS / 3DS. Fora do Brasil, o 3DS não é caro, eu compraria ele có para jogar os clássics 8 e 16 bit. Mas ele ainda tem a vantagem de ter excelentes jogos novos em 3D, como Mario Kart, Metal Gear 3D, Super Mario Land 3D, e por ai vai.
    Então não vejo motivo para a criação de um segundo aparelho portátil…

  23. Compraria de boa!

    afinal, têm muito mercado para os jogos clássicos, devido a esse “hype”.
    adquiri um PSP só para jogar emulação de gameboy, gameboy advance, mega drive, SNES…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *