Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Temos uma gatinha!

Postado em 14 August 2014 Escrito por Izzy Nobre 30 Comentários

 

Screen Shot 2014-08-14 at 6.39.27 PM

“Please kill me”

Então, né. A Patroa me pedia um animalzinho de estimação há muito tempo (provavelmente impulsionada por instintos maternais que eventualmente a convencerão a parar de tomar anticoncepcional sem me avisar). Sempre fui a favor — tive diversos cachorros durante toda a minha infância, e de fato sinto que minha vida não será completa até o dia em que eu finalmente puder ter outro cachorrim.

Photo 8-14-2014, 5 40 12 PM

Eu e Collor, meu pastor alemão, em 1991. Até hoje não se sabe ao certo por que diabos meu pai deu esse nome pro coitado.

A minha própria esposa amargou recentemente a morte do cachorro de família, o espertíssimo Pepper, e desde então ela sonha em ter algum bichinho irracional pra cuidar além de mim.

Aliás, digo que o Pepper era espertíssimo e não é sem razão — como os pais da minha esposa são surdos, o cachorro foi treinado desde filhotinho a atender comandos dados através da língua de sinais. Ele sentava, latia, os chamava quando alguém batia na porta, fazia um monte de coisa através de comandos de sinais.

pepper

Jess, Bebba e Dana, com o Pepper no colo. Foto de 1997, acho.

Então, idealmente eu queria mesmo um cachorrinho. O problema é que ainda não realizamos o Sonho Da Casa Própria™; achar casas ou apartamentos para aluguel que aceitem cachorros é dificílimo (creia, procuramos bastante). No máximo permitem gatos, ou hamsters, ou outros animaizinhos menores que não vão latir a noite toda, ou morder outros inquilinos, ou cagar todo o jardim do prédio. Meus peixinhos dificilmente fariam qualquer uma dessas atividades — tenho meu aquário há quase 8 anos e até hoje ainda não morderam ninguém –, então peixes geralmente entram na lista de animais lícitos também.

Limitados a expandir nossa fauna apartamentistica na direção felina, foi assim que a Marshmallow entrou em nossas vidas. Aliás, pra ser mais preciso, eu estava dormindo no sofá e sonhando profundamente qando minha esposa chega em casa com a Marshmallow a tiracolo.

Screen Shot 2014-08-14 at 5.53.34 PM

Esta é a Marshmallow, que pensando bem devia ter um nome mais cearense, como Tripinha, Catinga ou Pereba. Ela tem um mês de idade, e está atualmente testando nossa paciência mordendo e arranhando todas as nossas posses mais queridas.

Como meus dedos, por exemplo — na primeira noite, a gatinha nos chantageou emocionalmente miando de forma chorosa na porta do nosso quarto; ao que a esposa permitiu sua entrada, a Marshmallow passou então a revezar entre morder o meu pé, e morder o pé da minha mulher. Pra garantir que meus dedinhos não escapariam de seus dentes afiados de predador felino, ela cravava suas unhas no meu pé para estabiliza-lo.

Screen Shot 2014-08-14 at 6.31.38 PM

As duas gatinhas da residência Nobre

Trouxe o problema para a internet, e fui admoestado a fazer qualquer coisa menos tirar as garras dela — o processo, chamado “declawing”, involve literalmente arrancar cirurgicamente a última falange de seus dedinhos, com unha e tudo. Imagino que a Marshmallow preze por seus dedinhos tanto quanto eu, então essa opção foi desconsiderada.

Compramos inúmeros brinquedinhos pra saciar sua sede de arranhar e morder, incluindo um poste que eu apelidei oficialmente de “Empire State Kitty” de onde a Marshmallow observa majestosamente o dia a dia na nossa residência com aquele desdém característico que está embutido no DNA felino.

Comprei também um laser pra que ela persiga futilmente o pontinho vermelho no carpete na esperança de comê-lo. Parece até maldade, mas esses gatinhos filhotes tem muita energia, e a menos que eu a deixe cansada, ela passará as noites mastigando meus dedos. Veja aí a caçada implacável:

No geral estou gostando demais de ter a gatinha aqui em casa, a despeito dos arranhões tanto no meu corpo quanto na mobília. Ainda prefiro cachorros por serem mais afetivos, e porque dá pra brincar com eles de forma mais pessoal do que coloca-los pra perseguir um laser. Gato tem aquela indiferença meio anti-social que não atende totalmente o tipo de necessidade que eu sinto num animal de estimação.

Mas enquanto não temos nossa própria casa, quem não tem cão caça com gato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Vida maldita

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 32 anos, também sou conhecido como "Kid", e moro no Canadá há 13 anos. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas, e sobre notícias bizarras n'O MELHOR PODCAST DO BRASIL. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

30 Comentários \o/

  1. Mas e o trauma deixado pelo gato daquela sua amiga da patroa -- a tal que não limpava a caixa de areia por semanas à fio?!?
    Não que eu esteja criticando de vocês terem acolhido um gato -- aqui em casa somos resgatadores de animais “com especialização em gatos” -- mas realmente causa surpresa depois daquele episódio…

    • Izzy Nobre says:

      Eu estou limpando todo dia, o que demora tipo 2 minutos. Isso me faz pensar que aquela menina era preguiçosa/nojenta AO EXTREMO de limpar a caixa uma vez a cada 4-5 dias!

      • Portilho says:

        Cara, aqui no apto tem um banheiro que não uso, aí comprei um kit pra ensinar o gato a usar o vaso. É bem prático e facilita a vida (minha e do gato).
        Mas é o que falei… tem que ser um banheiro que ninguém use, porque por mais que a gente goste do felino, dividir o sanitário com ele é no mínimo anti-higiênico.

  2. João Augusto says:

    Muito bom! huahua, adorei o vídeo do laser. Boa sorte com a gatinha Izzy!

  3. lolerson says:

    Cachorros > Gatos.

    Verdade absoluta.

  4. lolerson says:

    Cachorros > Gatos.

    Verdade absoluta, quem não concorda está errado.

  5. Carmo says:

    Gosto dos dois mas tenho alergia a gato mas acho muito fofo

  6. André Henrique says:

    Gatos>>>>> all bichos

  7. Du Mayrink says:

    Coisa mais fofa gatinhos filhotes! Ótimo texto, Izzy! :o)

  8. Angelo Jr says:

    “Esta é a Marshmallow, que pensando bem devia ter um nome mais cearense, como Tripinha, Catinga ou Pereba”

    Porra Izzy, meus cachorros só tem nome do tipo, Bohemia, Bavaria, Brahma, Conhaque, Pinga…. Tás mais do que certo em colocar um nome de verdade nesse bixo!

  9. Edu says:

    Gatos >>>> Cavalos >>>>> Cachorros.

    Pelo pouco trabalho e pelo seu jeito independente.

  10. Sam says:

    Teus problemas de verdade vao comecar em 4 meses quando ela comecar a pular. Gatos nao tem problemas em ficar sozinhos em casa, porem eles andam por tudo. Sorte tua q tu pode tirar as garras dela pq no brasil, isso eh crime. No maximo se pode cortar as garras mas nao pode extrair. Como se fossem tirar as garras sem anestesia e afins. Enfim, acho q seu gato so vai ser um bicho tranquilo depois q castrarem daqui a 5 meses. Sei q nos estados unidos, tem um monte de regras pra poder ter animais como licenca, vacinas em dia, seguro saude, e etc etc. No canada, eh assim tb? isso rende um video interessante.

  11. Sam says:

    Ah uma dica legal pra gatos com bastante energia… pega uma caixa de pizza e faz alguns furos na tampa… e poe uma bolinha de ping pong dentro… have fun.. se fizer isso posta o video no teu canal.

  12. Vinicius says:

    “As duas gatinhas da residência Nobre”
    Não dá pra discordar do Izzy kkkkkkkkkkkk

  13. dhnsilva says:

    Depois que cresce fica gorda e preguiçosa :/ Cachorros não são os melhores amigos do homem atoa xD

  14. Daniel Plácido says:

    haha que massa cara, prepare-se para ter seu sofá dilacerado!!
    Eu tinha 2 gatas, mas recentemente comprei um AP e infelizmente tive que dar elas =/
    fiquei com elas alguns dias mas achei judiação pois elas estavam acostumadas em morar em casa com espaço pra correr, tomar sol, lugares pra subir e tal então no AP elas ficavam extremamente inquietas e entediadas.

    Mas a sua como vai acostumar desde sempre morando num apartamento e com muitos brinquedos acho que vai se acostumar, mas arrume mais outra gatinha pra fazer companhia pra ela. boa sorte!

  15. Kkkkkkk says:

    Cade catnip? Da ai e filma a primeira vez.

  16. Henrique says:

    Só espero que você tenha pagado os royalties do segundo vídeo:
    http://www.google.com/patents/US5443036

  17. Carolina says:

    Só não vale abandonar a gatinha quando tiver cachorros ou filhos!
    Quando elas crescem, acalmam. E você vai sentir falta dessa energia.

  18. Sérvulo Stefan Capistrano Souza says:

    Gato é muito bom! Tem gente que não curte pq gato não expõe facilmente que gosta do dono (mas gostam, sim) e bem babam o ovo (como diz no Ceará) do dono.

    Ps: dizer correto que poucos sabem: quem não tem cão caça como gato.

    • Eduardo says:

      A forma correta do ditado é “com gato” mesmo, apesar de os sabichões em etimologia popular da internet dizerem o contrário.

  19. Jéssica Quadros Folk says:

    Cara, gatos são bichinhos fofos demais!
    Tenho duas e não trocaria por cachorros.
    Com o tempo vc vai ver que podem ser muito carinhosos.
    Bem-vindo ao mundo de quem tem sempre pelos nas roupas arranhões nas mãos kkkkkk

  20. Jéssica Quadros Folk says:

    Cara, gatos são bichinhos fofos demais!
    Tenho duas e não trocaria por cachorros.
    Com o tempo vc vai ver que podem ser muito carinhosos.
    Bem-vindo ao mundo de quem tem sempre pelos nas roupas e arranhões nas mãos kkkkkk

  21. Iron says:

    Kid,
    Quando é que vc vai falar sobre o “acidente” que matou o candidato Eduardo Campos????? Isso é um fato importante para o futuro do País.
    Ainda mais agora que a Dilma baixou um decreto dizendo que a investigação é sigilosa; que disseram que a aeronave não tinha caixa preta de dados (que é obrigatória) e que disseram que a caixa preta de voz não gravou o vôo. (WHATTT???)
    Muitas “coincidências negativas” na fatalidade, não???
    O PT matou o Celso Daniel, que era do mesmo partido. Então, matar um adversário, para eles, é tão natural como tomar café em reunião.
    Abraço!

  22. Augusto Lira says:

    Kid,

    Prende o laser no pescoço dela… assim pra onde ela olhar o pontinho vermelho vai estar… deixa ela caçando e se cansando.

  23. Davi says:

    Você não percebeu mas, agora você tem um pedaço da internet em real life, gatos, vídeos de gatos por toda internet e agora no seu quarto.

  24. Fernanda says:

    Parabéns Izzy, você vai adorar ter gatinhos. Eles também são amigos e carinhosos, a única diferença é que são só quando eles querem… A Mashinha (quase cearense, não?) parece muito com o meu Mike, que é um grude comigo.

  25. bianca says:

    Pois meu gato é tão carinhoso quanto os cachorros que já tive e as vezes até mais!
    Ele sempre me espera na porta quando eu chego e fica ronronando quando eu faço carinho nele..
    E acredite ou não meu gato pega e traz a bolinha quando eu atiro pra ele! Coisa que nenhum cachorro que já tive fazia!