Rapaz, que negócio tenso.

Um taxista na Coréia do Sul estava lá sul-coreando por aí em seu veículo quando percebeu uma cena chocante: uma motorista bêbada enfiando o carro num motoqueiro. Observe aí aos 11 segundos (fique frio que os caras deram um blur na vítima, não é um vídeo tão forte quanto a descrição faz parecer:

Pois bem. A motorista bêbada arregaça o motociclista e sai fora avidamente. O taxista, que deve ter um pouco do sangue do Batman correndo nas veias, engata a 본a. marcha (o carro dele é em coreano) e sai no encalço da assassina em potencial.

Enquanto o taxista tenta seguir a mulher, presumivelmente já entrando em contato com serviços de emergência no celular ou algo assim, aparece o outro bom samaritano — o motorista de um Porsche branco, que decidiu que parar essa bêbada é uma tarefa mais importante que a integridade física da lataria do seu carro. E aí ele parte pra cima da mulher também, tentando fechar o carro dela e impedi-la de fugir.

Mas a mulher se mostra mais escorregadia que um sabão untado em manteiga sendo segurado por um sujeito sem mãos. Ela foge pela esquerda, e até toma alguma distância, mas o taxista e o cara do Porsche estão irredutíveis.

Eles voltam à perseguição dela e finalmente a fecham na saída do que parece ser um viaduto. O cara do Porsche, provando novamente se importar mais com pessoas que ele nem conhece do que com o seu próprio carro de luxo, coloca o possante na frente do carro da muié — arriscando que a doida se desespere e arregace o carro dele pra continuar a fuga.

Chega um terceiro carro e fecha a mulher completamente, e a jornada de terror dela acaba.

A boa notícia: o motoqueiro, miraculosamente, se feriu bem pouco e passa bem.

A má notícia: a mulher não foi nem presa. Aparentemente, na Coréia do Sul alguns tipos de crimes podem ser resolvidos pagando uma indenização em vez de cumprir pena (e este supostamente é o caso). A internet cogita que o motoqueiro deve ser meio pobre e preferiu pegar a indenização.

Bom — dos males, o menor, né!

Vi este vídeo hoje e decidi que seria praticamente um crime contra a humanidade não compartilhar com vocês.

Geralmente eu gosto de enrolar e firular com alguma introduçãozinha semi-engraçada mas neste caso, quanto menos você sabe sobre este vídeo, melhor.

Como o vídeo é fenomenal demais pra eu apenas dar pra você a troco de nada, você terá que me pagar com um tweet. Cara de pau? Sem sombra de dúvidas. Mas o vídeo vale a pena.

Como um tweet seu não vale praticamente nada mesmo (tente pagar um chiclete sequer com um tweet. Já tentei, não dá!), deixe de ser mesquinho e aperte o botão abaixo com a intensidade de uma lontra no cio.

Se você rir, nos vemos no inferno. Estarei na Ala D.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...