Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Se você não queria chorar esse ano, não veja esse vídeo

Postado em 2 January 2016 Escrito por Izzy Nobre 10 Comentários

Olha, se existe um inferno, deve existir lá em suas profundezas um círculo particularmente flamejante pra pessoas que agridem animais ou crianças.

Crueldade é infelizmente muito comum no nosso planeta, mas pessoas que são crueis com criaturas completamente indefesas é de uma filhadaputice difícil até de quantificar. A ciência evolucionária nos diz que somos biologicamente programados a sentir afeição por filhotes — sejam humanos ou animais –, então pra tratar animais com agressividade é preciso que algo esteja FUNDAMENTALMENTE ERRADO com os arranjos neurológicos do indivíduo.

E aí entra o vídeo abaixo. De acordo com a descrição, esse cachorrinho foi resgatado de um local onde o abusavam. Como o único toque humano que ele conheceu a vida inteira foi porrada (novamente, eu espero que seus antigos donos caiam de cu em cima de um poste metálico enferrujado e com farpas), o cachorro ficou completamente desesperado quando viu que mulher ia pegar nele.

A ponto de emitir sons que eu não sabia nem que cachorros eram fisiologicamente capazes de emitir. Ah, abaixe o som aí antes de dar o play!

https://www.youtube.com/watch?v=iogpZHkfN2I&ab_channel=Periscope360

Duas coisas importantes pra atentar neste vídeo: a primeira é que se você, como eu, não sabia nem que cachorros berravam, isso é perfeitamente comum. De acordo com a página na wikipédia sobre comunicação canina,

Screaming: A yelp for several seconds in length much like a human child, then repeated – anguish or agony, a call to the pack-mates for help, is rarely heard.”

Ou seja, cachorros berram, sim, como um pedido desesperado de socorro pra outros cachorros. Só que isso é uma ocorrência rara, porque FELIZMENTE o tipo de filho da puta que maltrata cachorros ao ponto de que eles precisem chorar por ajuda não é lá tão comum. O cachorro provavelmente passou ANOS nesses pedidos fúteis de ajuda pra outros cachorros; uma ajuda que nunca veio.

O outro detalhe que achei curioso é que o cachorro sequer tentou se defender, ou morder a mulher que o “atacava”. Animais não tem o mesmo senso de preservação baseado em análise da situação/negociação com os atacantes que nós temos; quando em estado de risco, um animal frequentemente luta até a morte, mesmo quando em desvantagem numérica ou de tamanho. É por isso que uma aranha ameaçada vai tentar te picar, por mais que você possa achata-la com facilidade. Quando a aranha/cobra/cachorro/qualquer tipo de bicho que tenha a habilidade de morder tá sem saída, ela pensa “então foda-se maluco, vamos os dois juntos pro inferno então”.

Como a raciocínio mais elaborado é um dom unicamente humano, frequentemente quando um animal se vê ameaçado ele não pensa “vou ficar de boa e quem sabe esta criatura me poupa”; em vez disso, na maioria das vezes um bicho mostra os dentes e parte pra cima.

Mas esse cachorro não fez isso. Ele só se acuava cada vez mais no cantinho lá dele, berrando por socorro ao ponto de destruir os tímpanos dos usuários de headphones, sem nem tentar muita resistência.

Se serve como consolo, o cachorrinho está bem melhor hoje me dia.

Reiterando: que as pessoas que fizeram isso com o bichinho sejam sodomizadas com uma serra elétrica incandescente. E olha que nem sou dessa turma super amante de animais e tal.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: vídeo

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 32 anos, também sou conhecido como "Kid", e moro no Canadá há 13 anos. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas, e sobre notícias bizarras n'O MELHOR PODCAST DO BRASIL. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

10 Comentários \o/

  1. Greg says:

    Não chorei, pelo contrário, fiquei felizão de saber que a cadelinha finalmente vai encontrar um lar daora pra ela, em que será amada e bem cuidada, depois de todos os traumas pelos quais passou =)

  2. Irving says:

    Uma vez eu, minha esposa e um pessoal do prédio que morávamos tentamos salvar um cachorro que havia sido atropelado na rua. Os berros eram exatamente assim. Pessoalmente é mais angustiante :\

    Infelizmente o cachorro havia ficado tetraplégico e o veterinário sugeriu a eutanásia.

  3. Alysson says:

    Li no 9gag que era um cachorro de abate pra alimentação, ou alguma coisa assim. Alguém já sabe a história dele?

  4. Fábio Alves Corrêa says:

    Olho véio deu uma suada aqui. Que bom que a cachorrinha hoje está bem e feliz.
    E compartilho da mesma sensação de revolta do senhor Kid Nobre, desejando vingança envolvendo o uso de ferramentas industriais.

  5. Robson says:

    Que bom que agora ela está bem! 🙂

    Espero que mais animais (o que nos inclui) em situação de maus tratos tenham a mesma sorte desse cachorrinho de conseguir se mudar para um local acolhedor em que possa se livrar dos traumas.

  6. Junior says:

    Eu deceparia facilmente a cabeça do filho de uma puta mal comida que faz uma coisa dessas. Demônio.

  7. Bruno Guedes says:

    Caramba, que agonia do início do vídeo. 😐 Daí você vê que em alguns minutos ela já começa a dar uma acalmada, porque cachorro realmente é um bicho muito supimpa, mesmo levando uma vida de cão. (Okay, desculpa)

  8. deivid says:

    Gosto de cães, assisti o vídeo e não chorei, tente mais duro.