Vlogger coiote pilantra safado 171 criminoso causa problemas a agência americana

lol

Já alertei vocês aqui a respeito do Albertinho Gazio, um vlogger brasileiro racista que tem como hobby iludir seus inscritos a uma suposta maravilhosa vida ilegal nos EUA. Pra convence-los de que seria excelente abandonar suas posses, famílias, amigos, formações acadêmicas e carreiras profissionais tentando a vida incerta num país estranho, Albertinho seduz sua audiência com bugingangas em lojas de um dólar e roupas chinfrins do Walmart.

O que estou querendo dizer é que tal qual Pedro Álvares Cabral, Albertinho considera seu público um bando de selvagens deslumbrados com a “civilização”, que se deixariam se feitos de otário em troca de algumas quinquilharias triviais.

(Ou isso, ou ele é de fato um pobre coitado sem instrução que realmente acha que comprar bobagens em lojas de um dólar é um litmus test de qualidade de vida. O fato de que o sujeito está nos EUA desde os anos 90 e ainda mora de aluguel, traja vestuário do Walmart, não tem formação acadêmica nem profissão formal, nunca se integrou à cultura e população americana, nunca aprendeu a falar inglês e tem como fonte de renda aliciar seus inscritos a morar ilegalmente nos Estados Unidos indica que essa hipótese tem maior probabilidade de ser verdadeira)

Então. Apesar do fato de que o serviço coioteiro oferecido pelo Albertinho é crime federal nos EUA, ele faz isso porque cobra uma taxa de “consultoria” a seus “clientes”. O Albertinho costumava admitir abertamente que ajudava seus clientes turistas a conseguir emprego informal nos EUA, mas depois da minha última denúncia ele saiu apagando todos os vídeos em que isso ficava claro — já que isso categorizava MUITO CLARAMENTE uma infração flagrante do Federal Immigration and Nationality Act –, mas eu salvei alguns.

É por isso que o Albertinho nunca fala nada negativo sobre a vida ilegal nos EUA, e fica constantemente fazendo vídeos falando mal da corrupção e criminalidade no Brasil, incitando um sentimento anti-patriótico em sua audiência. Não é que ele realmente se importa com o que é honesto e legal (ele claramente não se importa); é que ele está literalmente vendendo uma ilusão pros caras que confiam nele, então esse teatrinho vira-lata de “TUDO NO BRASIL É HORRÍVEL E NOS EUA TUDO É PERFEITO!!!!11” é necessário.

Então, Albertinho em momento algum diz a verdade sobre ficar “fora de status”. Esse é seu eufemismo favorito pra insinuar que ficar além do tempo permitido pelo visto é “mais ou menos legal”; ficar fora de status, no entanto, é virtualmente indistinguível de morar ilegalmente nos EUA.

Ele também jamais diz aos seus clientes que apelam pra essa tática de entrar com visto de turista e ficar por lá mesmo jamais poderão se aposentar, ou comprar uma casa, não terão plano de saúde, estarão sujeitos a ser deportados, jamais trabalharão com nada que não seja emprego braçal sem segurança ou estabilidade financeira, e diversas outras desvantagens de morar irregularmente no país alheio.

Ele omite esses detalhes, obviamente, porque não é interessante veicular a verdade. Quanto mais pessoas souberem que ir morar ilegalmente nos EUA não é um bom plano de vida, menos dinheiro ele ganha. É do interesse dele que não saibam a verdade, e daí fica explicado por que ele fez TANTOS vídeos raivosos contra mim.

Não é exagero meu. Depois da minha denúncia, o Albertinho se espevitou todo. Sua PRIMEIRA reação foi fazer um vídeo me xingando, porque esse é o calibre intelectual do sujeito com quem estamos lidando aqui. A vergonha bateu, e ele apagou o vídeo. Se minha conta está certa, depois desse incidente ele fez 6 ou 7 vídeos mandando indiretas a mim, o que me levou a concluir que acertei um nervo exposto.

Depois, ele resolveu apelar pra outra estratégia: provar pros seus inscritos que eu tenho inveja dele (?), ou que não quero que ninguém mais imigre (??), ou que tenho ódio de imigrantes ilegais (???). Qualquer coisa, menos a hipótese de que eu estou me oponho à sua atividade de mentir para seus inscritos, os incentivando a adotar uma vida sem direitos num país alheio, sem contar pra eles os riscos a que eles estão se submetendo, e cobrando dinheiro deles por esse serviço.

Uma das estratégias do Albertinho pra convencer seus inscritos de que “nãããão, que é isso, não é nada disso, os EUA querem imigrantes ilegais”, foi mostrar em seu canal o trabalho de uma organização que dá apoio ao imigrante, de acordo com o Albertinho, independente de seu status no país.

https://www.youtube.com/watch?v=KcL1bfgEdOo&ab_channel=AlbertinhoGazio

Pois bem. O sujeito (que é alguém de confiança pra muitas pessoas) está dizendo que há uma agência que existe apenas pra dar apoio ao imigrante, na tentativa de fazer o argumento de que os Estados Unidos querem muuuuuuito que você vá morar lá — custe o que custar. Mesmo que nem legalizado você seja. Inclusive, parte do serviço que ele oferecia a seus clientes era leva-los à tal Casa de Maryland.

Isso foi em julho. Agora, em novembro, o Albertinho tomou um esporro da Casa de Maryland (que pediu literalmente que ele tirasse o vídeo do ar) e foi obrigado a admitir que não é beeeeeem assim não:

https://www.youtube.com/watch?v=JXyLvUPGwL4&ab_channel=AlbertinhoGazio

Caso você não queira ver mais um vídeo do sujeito histericamente dizendo que brasileiro nenhum presta (só ele, presumo), o que aconteceu foi o seguinte: após a publicação do vídeo, que dava a entender que existia nos EUA uma organização que existe apenas pra te ajudar a morar lá, a tal Casa de Maryland entrou em contato com ele TRÊS VEZES pedindo que ele tire o vídeo do ar, porque ele claramente deu uma impressão bem errada do serviço que a tal organização presta.

E a agência estava sendo sobrecarregada de ligações do público do Albertinho (que na real nem tem culpa da parada, já que o sujeito vendeu uma idéia errada do que a Casa faz). Imagino que a pessoa da organização da parada se arrepende MUITO de ter aparecido no vídeo do maluco. Até o trabalho do mulher ele atrapalhou.

Então. Depois de toda essa treta, agora ele teve que mandar um certo disclaimer em relação do serviço salvador de brasileiros nos EUA. E é curioso que enquanto ele parece compreender que é diretamente responsável por esses incidentes, ele se nega a assumir completamente a autoria da merda.

Sim, é culpa do Albertinho que tem um monte de brasileiro desesperado ligando pra tal Casa de Maryland. Porque após anos alimentando o sentimento de “VOCÊ PRECISA FUGIR DO BRASIL O QUANTO ANTES!”, anunciar o trabalho de uma organização dizendo implicitamente “…E ESSES CARAS AQUI VÃO TE AJUDAR, TAQUI O TELEFONE DELES!” é como jogar uma bisteca num tanque de piranhas e se chatear porque elas a comeram.

Eu realmente tenho pena do Albertinho. Né nem raiva, é pena mesmo.

Como todos esses caras que vão pros EUA na irregularidade (ele tem toda uma rede de amiguinhos vloggers em situação similar), o cara jamais arrumou uma profissão formal lá, e então precisa apelar pra esses “bicos”. Não que haja nada de errado com o trabalho de subsistência… quando ele é honesto.

Quando ele se resume a violar leis federais do país dos outros E enganar pessoas que o vêem como formador de opinião… são outros 500.

Arrume um emprego, Albertinho. Pare de seduzir seus inscritos com promessas falsas, pare de aporrinhar a paciência da Casa de Maryland, e principalmente, e pare de cobrar dinheiro pra cometer um crime federal.

Um dia a casa cai pro teu lado, e você vai ter que finalmente admitir que VOCÊ é exatamente um desses brasileiros que você vive criticando por ir aos EUA pra fazer merda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

27 comments

  1. Sou brasileiro, estudo inglês há tempos, estudei e me formei nos Estados Unidos e falo o idioma com um nível altíssimo. Tinha interesse em continuar nos EUA, mas fui obrigado a voltar ao Brasil, porque depois dos estudos, eu não conseguiria ficar morando legalmente por lá justamente devido à falta de documentação (ainda bem que sou esclarecido e voltei sem titubear). Aí me vem um cidadão desse, que mora há mais de 20 anos nos Estados Unidos, tem toda a papelada de imigração regularizada (ele tem Green Card e a esposa já é cidadã -- ele poderia também aplicar para a cidadania, mas acho que nem pra provinha ele quer estudar), não fala a língua dos caras (vai botar a culpa na idade, aposto!), nunca optou por estudar e hoje “ganha a vida” iludindo pessoas. E tá lá, com todas as chances e oportunidades que a “América” (odeio essa expressão) pode oferecer. Vai viver seu sonho americano do jeito certo, Alberto.

  2. Eu me pergunto como é que esse imprestável ainda está solto? A polícia devia ter jogado ele na cadeia e até mandado ele para o inferno (o Brasil segundo ele mesmo)

  3. Isso me lembra uma entrevista com um scammer nigeriano. O cara admitiu que a história que eles contam é tão ridícula , mas tão ridícula, que garante que a pessoa que cair nunca vai desconfiar ser um golpe, pq ela está investida na história.

    A mesma coisa faz o albertinho, ele conta uma história que só vai pegar o pessoal que não sabe procurar informação e acredita que existe uma fórmula mágica.

    1. Isso é aquela história do autor de Freaknomics? Porque faz bastante sentido a explicação. Seria assim: a história é tão absurda, mas tão absurda, que a maioria das pessoas rejeita de cara. Entretanto, os que acreditam são tão “ignorantes” que a partir dali eles vão acreditar em qualquer coisa. É uma espécie de seleção do menos apto.

  4. Izzy, porque você ainda não momtou uma denúncia formsl contra esse cara e enviou pra polícia de imigração americana? Vai fazer um belo de um serviço em por esse otário na cadeia e dar o exemplo pros inscritos dele do que acontece com quem infringe as leis nos EUA.

  5. Se o cara colocasse metade dos esforços dele pra estudar, se profissionalizar em algo, ele teria um emprego que pagaria ele bem hoje.

    Mas o sonho do dinheiro fácil é mais forte, e a gente tem que dar um crédito pra ele. Mesmo levando no cu sempre ele não desiste.

  6. Meu deus…

    que bizarro.. Sério esse cara é um louco.. Se aproveita de pessoas que em alguma instância estão desesperadas.
    Como é que esse cara ainda está no ar com esses videos.. Tira o video dele da tua página izzy, baixa o video e coloca em outra conta. Dá view pra ele não rs

  7. Esse cara é um criminoso de caráter internacional. Está cometendo crimes tanto nos EUA quanto no Brasil, devido ao Extraterritorialidade (estelionato é previsto na legislação americana). Àqueles que querem denunciar, o façam aqui mesmo!
    Vamos tornar a vida desse cara um inferno.

  8. Legal é uma pessoa vir falar da corrupção brasileira e praticar corrupção, ilegalidade e crime em outro país. O tipo de pessoa que precisávamos pra nos representar no exterior.

  9. O que dizer do amigo dele que fez campanha pra um tratamento de saúde pois nao podia trabalhar. Arrecadou bem menos que esperava e derrepente ficou bom pra trabalhar de novo. E ainda fez um video xingando quem duvidou da honestidade dele.

  10. Izzy,

    Olha o que muita gente (inclusive vários conhecidos meus) acham dessa treta:

    (Editado)

    Se eu fosse vc, daria uma resposta, pelo menos. Os argumentos são fortes contra vc, meu caro. E o outro cara lá ajuda, do jeito dele. Vc esnoba. Já tão te chamando de “Izzy ESNOBE” por aqui. Se liga, rapaz!

    Cuspir pra cima às vezes pode cair na cara, né?

    1. Leia os comentários. Já respondi o cara. E se “recalque” agora se chama “argumento forte”, então você está correto.

      E tirei o link, porque ele já ganhou views o bastante às minhas custas.

  11. Essa foto do tal 171 ficou simplesmente hilária.

    Confesso que era assinante do canal dele no Youtube. Até que em um dos vídeos um cara comentou que lamentava o fato de uma pessoa mal intencionada ter tirado um dos seus empregos. O tal coiote 171 se fazendo de vítima e injustiçado. Eu queria entender melhor essa balburdia e cheguei até aqui.

    Diante de tantas informações fica impossível ainda dar algum crédito para o coiote 171. Ele mente na cara dura para seus inscritos e deturpa todos os fatos. E ainda por cima se considera religioso e com muita fé em Deus. É um tal de “oh glória” pra lá e pra cá. A trajetória deste sujeito é tão podre que faz urubu enjoar.

    Alguns saem do Brasil, mas o Brasil não sai de dentro deles. Levam para outros países a mesma malandragem, a mesma malícia e a mesma vontade de querer prosperar de forma ilícita. Este sujeito é tão infeliz que está há 20 anos em um país cheio de oportunidades de negócios. Ele poderia estar prosperando e enriquecendo sendo dono de algum negócio sem ter que fazer cambalachos e maracutaias. Caramba, Estados Unidos é a terra das oportunidades! Você tem a chance de morar lá e tu vai ficar fazendo videozinho entrando no Wallmart pra mostrar preço?? Tem gente que tem tudo na mão e ainda assim joga fora!

    Lamentavelmente, este cidadão reforça ainda mais a visão ruim que os estrangeiros possuem do Brasil. Cada dia mais e mais consolidamos a imagem de que somos uma nação desonesta, que despreza quaisquer valores e que quer se dar bem a todo custo sem se importar com as consequências.

    Sinto pelos pobres brasileiros que se metem em armadilhas na busca por uma vida melhor. Mas também não podemos ser ingênuos e acreditar em tudo o que nos dizem. Bel Pesce está aí para nos provar!

    Mais uma vez, agradecimentos ao Izzy Nobre por este post. Pessoas que lesam outras em benefício próprio merecem ser expostas o máximo possível como forma de alerta e prevenção.

    1. Quem me dera mais admiradores do “trabalho” dele fossem como vocês. Eu fui BRUTALMENTE atacado por causa desse texto. E não digo “contrariado” ou “refutado” não; os fãs dele divulgaram informações pessoais até da minha ESPOSA na tentativa de me causar algum tipo de dano. E o próprio Albertinho compartilhou as páginas onde eles divulgaram esse material.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *